Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Overclock

Rebuild #4: God Of Thunder (Parte 5 – Upgrade para a GeForce 3 Ti)

Imagem
Dando uma renovada na série Rebuild #4 mostrarei um upgrade que eu fiz na época, quando substituí a GeForce 4 MX440 por uma GeForce 3 Ti. Será que foi mesmo um upgrade?

Projeto HTPC Discreto (Parte 3 – Benchmarks)

Imagem
Chegou a hora do novo HTPC passar pelo crivo da suíte de benchmarks do blog. Confira como ele se saiu!

Qual é o sentido disso?

Imagem
Que o overclock pode ser usado em várias situações como um "upgrade a custo zero" é inegável, eu mesmo o faço em quase todos os meus projetos. Mas tudo o que é forçado acaba ficando ridículo.

Montando o PC CrossPhenom (Parte 6 – Fenão gamer)

Imagem
No derradeiro episódio desta primeira temporada da série CrossPhenom, mostrarei que ainda é possível jogar títulos atuais com o bravo 1090T anabolizado. Confiram comigo!

Montando o PC CrossPhenom (Parte 5 – Fenão do capiroto)

Imagem
No mais novo episódio da série CrossPhenom, levarei o lendário 1090T ao limite em overclock. Veja aqui como ele se saiu!

Montando o PC CrossPhenom (Parte 3 – Benchs sintéticos e overclock)

Imagem
No novo capítulo da série CrossPhenom, mostrarei como ele se saiu nos benchmarks sintéticos e também qual foi o resultado de uma tentativa de overclock. Confira!

Apresentando o Cyrix MII-333GP (Parte 2 – Overclock)

Imagem
Na segunda parte sobre o lendário MII, o levarei até o limite. Será que os processadores da Cyrix realmente eram ruins de overclock como se dizia na época? Confira aqui!

Rebuild #4: God Of Thunder (Parte 4 – Chegando ao limite)

Imagem
Na quarta parte série sobre o Thunder o levarei até o seu limite. Aliás, não apenas ele, mas também a GeForce 4 MX440. Confira!

Apresentando o AMD K6-2 de 400 MHz (Parte 2 – Overclock)

Imagem
Nesta segunda parte da série sobre o K6-2 de 400 MHz levarei o bichinho até o seu limite. Confiram aqui como ele se saiu!

Projeto 3dFX (Parte 5 – Overclock e benchmarks modernos)

Imagem
Para encerrar o Projeto 3dFX, faltava submeter o processador AMD FX 8300 à suíte de benchmarks modernos para compará-lo com o sucessor Ryzen, bem como tentar tirar mais do mesmo com overclock. Confira os resultados!

Apresentando o primeiro modelo do Pentium MMX (Parte 2 – O Mito!)

Imagem
Nesta nova postagem sobre o modelo pioneiro do Pentium MMX descrevo o processo de overclock e os resultados obtidos. O bichinho mitou! 😎

Apresentando o AMD K5 (Parte 2 – Overclock)

Imagem
Após a apresentação deste icônico processador mostrarei agora o mesmo funcionando acima da sua frequência padrão. Veja como ele se saiu!

Apresentando o Pentium clássico (Parte 2 - Overclock)

Imagem
Coloquei o Pentium de 133 MHz para funcionar acima da sua frequência padrão. Veja como ele se saiu!



CPU Wars: Intel Pentium MMX versus AMD K6 (Quake II)

Imagem
Estes dois processadores clássicos não poderiam ficar de fora do comparativo com o Quake II, que recentemente incluí dentre os benchmarks do blog. Os resultados foram surpreendentes!

O Intel Pentium MMX e o AMD K6 já travaram muitas batalhas aqui no blog, que podem ser conferidas nesta e nesta postagem. O PC utilizado para os testes é o Rebuild #2, cuja configuração completa por ser vista aqui.
Faltava apenas incluir o teste com o Quake II rodando em OpenGL, que se mostrou um título deveras dependente da unidade de ponto flutuante, claramente favorecendo o Pentium MMX – abra a página de benchmarks clássicos para conferir todos os resultados.

Como a unidade de ponto flutuante do K6 não é lá essas coisas, ele não foi muito bem neste teste. Na sua frequência padrão de 233 MHz ele ficou tecnicamente empatado com o Pentium Pro de 200 MHz. Isto não seria demérito de forma alguma, não fosse por um “pequeno” detalhe: o Pentium Pro conta com uma singela 3dfx Voodoo, bem menos poderosa do que …

Reunindo os mitos Ryzen 7 1700 e GeForce GTX 690 (Parte 3 – A batalha das janelas)

Imagem
Na terceira parte da série farei uma disputa entre irmãos: o caçula Windows 10 enfrentará o veterano Windows 7. Quem vencerá a peleja?

AMD Ryzen 7 2700X, o processador que me fez abandonar o overclock

Imagem
A primeira vez que fiz um overclock foi com um Pentium MMX 200 MHz em 1997, e desde então todos os meus processadores sempre rodaram “turbinados”. Passados mais de vinte anos, coube ao Ryzen 2700X a "honra" de encerrar este ciclo.

Reunindo os mitos Ryzen 7 1700 e GeForce GTX 690 (Parte 2 – Overclock e Benchmarks)

Imagem
Nesta segunda parte da série dos mitos exigirei um pouco mais do Ryzen e o conjunto passará pela maratona de benchmarks, já conforme a nova metodologia do blog.

Rebuild #3: juntando-se à Aliança Rebelde (Parte 4 - Overclock)

Imagem
No quarto episódio da terceira temporada da série Rebuild, exigiremos mais um pouco do honorável AMD K6-III em overclock. Veja aqui como ele se saiu!

Benchmarks do Ryzen 7 2700X na Asus Prime X470-Pro (e desconstruindo alguns mitos)

Imagem
Como prometido e antes tarde do que mais tarde ainda, eis os benchmarks do AMD Ryzen 7 2700X montado na placa-mãe Asus Prime X470-Pro em overclock. Aproveito também para abordar alguns mitos que cercam os Ryzen, principalmente os modelos de segunda geração.

Primeiras impressões do Ryzen 7 2700X em overclock na Asus Prime X470-Pro

Imagem
Consegui alguns resultados bem interessantes no overclock com a nova placa-mãe Asus, não apenas do processador como também da RAM. Confira as minhas impressões.