Rebuild #9 – My First SLI? (Parte 4 – Usando uma GPU moderna)

Uma vez que atualmente o SLI está morto, resolvi testar o icônico Core i7 2600K em conjunto com uma GPU moderna. Será que ele ainda dá conta do recado?  

Primeiramente, confira a apresentação dos componentes, a montagem e os testes do PC Rebuild #9 antes de prosseguir, caso ainda não tenha feito. 👍

A placa de vídeo utilizada neste ensaio é a já conhecida GeForce GTX 1660 (Asus TUF Gaming), gentilmente cedida pelo Cobaia PC. Abaixo a vemos instalada na placa-mãe Gigabyte Z68X-UD3-B3:

Benchs sintéticos

Reproduzo aqui uma tela capturada do 3DMark Time Spy, que roda no DirectX 12 em 1440p. Notem a disparidade entre o uso da GPU e o da CPU: ela será importante mais à frente.

Para a tabela comparativa dos resultados comparei a GTX 1660 com o arranjo SLI das duas GTX 760, que é o conjunto original do PC Rebuild #9. Será que duas GPUs intermediárias de 2013 conseguem fazer frente a uma contemporânea? Bem, na maioria dos testes o resultado foi surpreendente, com uma diferença menor do que eu esperava. O SLI sofreu mais nos testes em 4K (3DMark Time Spy Extreme e Fire Strike Ultra) e no Unigine Superposition, que reconhece apenas uma GPU.

Os resultados estão na tabela abaixo:

Teste GTX 760 SLI GTX 1660 Diferença
3DMark Time Spy Extreme (Score) 455 2285 80,09%
3DMark Time Spy (Score) 3502 5100 31,33%
3DMark Fire Strike Ultra (Score) 605 2889 79,06%
3DMark Fire Strike Extreme (Score) 5490 6047 9,21%
3DMark Fire Strike (Score) 10283 11695 12,07%
3DMark Sky Diver (Score) 26746 28615 6,53%
3DMark 11 (Score) 14441 16064 10,10%
3DMark Vantage (Score) 43922 41610 -5,56%
3DMark 06 (Score) 31664 32537 2,68%
3DMark 05 (Score) 41332 31159 -32,65%
3DMark 03 (Score) 142704 131876 -8,21%
Unigine Heaven (Score) 4370 5330 18,01%
Unigine Valley (Score) 3284 2731 -20,25%
Unigine Superposition (Score) 5146 10083 48,96%

Quanto aos demais PCs testados pelo blog, digo que o 2600K @ 4,5 GHz mandou muito bem e chegou junto dos Ryzen 5 1400 e 1600 AF, além do primo Core i7 3770K. Mito! 😎

Jogos

Lembra da tela do 3DMark Time Spy? O mesmo comportamento foi verificado nos jogos: o mítico 2600K @ 4,5 GHz foi gargalado pela GTX 1660! Wow!

O conjunto ficou na casa dos 60 quadros por segundo nos títulos mais exigentes como o Metro Exodus e o Battlefield V, e nadou de braçada nos demais superando os 100 quadros.

O que mais dizer? Sem dúvida o Core i7 2600K é um produto lendário, e se for overclockado vira um capetinha! É algo realmente notável que um processador de 2011 se mantenha atual ainda hoje. Abaixo a obsolescência programada!

Esta foi a última temporada inédita da série Rebuild em 2020, que terá o seu gran finale no ano que vem se a humanidade ainda existir. Até lá!

Comentários