Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Windows Vista

Utilizando o Windows Vista com um hardware moderno #2

Imagem
Confira mais detalhes sobre a operação do Windows Vista em um hardware moderno, assim como alguns comparativos de desempenho. Será que ainda é possível usar o Vista nos dias atuais?

Microsoft fornece correção para o WannaCry, mesmo para os Windows sem suporte

Imagem
Quem não estava com a cabeça enfiada em um buraco nos últimos dias deve ter ouvido falar do ransomware WannaCry, inclusive na mídia das massas (TV). Veja aqui como deixar o seu sistema protegido, mesmo nas versões antigas do Windows.

Tecnicamente falando, o WannaCry se aproveitou de uma falha no SMB Server que foi corrigida pela Microsoft em março, ou seja, se o seu Windows estiver com as atualizações em dia o mesmo está imune. Porém no ambiente corporativo isto não é tão simples: normalmente as atualizações são gerenciadas de forma centralizada, e administradores preguiçosos podem ter perdido a janela para aplicá-las. Não é por acaso que justamente neste ambiente o estrago foi maior.
E quem ainda usa um Windows sem suporte? Felizmente a Microsoft lançou uma atualização também para estes sistemas, a KB4012598, que está disponível para download no Microsoft Update para o Windows XP, Vista, Server 2003 e 2008, tanto de 32 quanto de 64 bits. Baixe-a e a instale para ontem!
E o que fazer…

Utilizando o Windows Vista com um hardware moderno

Imagem
Quando foi lançado em janeiro de 2007, o Vista era considerado um devorador de hardware. Muitos diziam que o sistema estava muito à frente da tecnologia da sua época, e para colocar isto à prova avaliarei o sistema com uma configuração muito mais avançada em relação às que haviam há dez anos. Será que o Vista foi um sistema realmente injustiçado? Confira!

Hasta la vista, Windows Vista!

Imagem
O tempo realmente passa depressa. Amado por alguns e odiado por muitos, o Windows Vista despede-se hoje, pouco mais de dez anos após o lançamento.



Após um hiato de seis anos e um desenvolvimento conturbado (quando era conhecido pelo codinome Longhorn), finalmente a Microsoft lançava um novo sistema operacional. A demora teve um motivo: inicialmente o sistema utilizaria uma versão revisada do kernel do Windows XP, porém durante o desenvolvimento a Microsoft decidiu utilizar o kernel do Server 2003 pois o do XP simplesmente não aguentava o rojão, o que atrasou todo o cronograma.

Lembro-me até hoje do furor que houve em janeiro de 2007, quando o Vista finalmente foi lançado. Apesar de muitos recursos anunciados terem se desfeito no ar como uma nuvem de vapor (lembram-se do sistema de arquivos WinFS?), o entusiasmo era enorme e filas se formaram nas lojas no dia do seu lançamento.

Porém quando o pessoal chegou em casa ou na empresa e instalou o novo Windows, as reações não foram das mais…

Firefox: Hasta la vista, Windows Vista (e o XP também)!

Imagem
Se você ainda utiliza o Windows Vista ou o XP, outra má notícia: previsto para sair em março de 2017, o Firefox 53 não mais suportará estas versões do Windows - o aplicativo da Mozilla era a última opção de navegador moderno aos utilizadores destes sistemas operacionais, visto que o Chrome abandonou o barco desde abril deste ano
Vale lembrar que o Windows XP não tem mais suporte oficial desde abril de 2014 enquanto que o polêmico Vista terá o suporte encerrado em abril do ano que vem.


O lado bom é que o Firefox 52 terá suporte estendido e receberá atualizações de segurança até o primeiro semestre de 2018, sendo com certeza ainda a melhor opção de navegador aos que não desapegaram do XP principalmente (o Vista jamais foi um sucesso de público).
Veja também: Guia de sobrevivência para usuários do Windows XP

Como excluir partições rebeldes na marra

Imagem
Notoriamente o Gerenciador de Disco do Windows não se dá muito bem com partições criadas por outros sistemas operacionais, sendo necessário recorrer à força bruta para excluí-las. Veja aqui como proceder.

Instalando componentes do Windows com o Missed Features Installer

Imagem
EDIT 15/04/2017: aparentemente o projeto do Missed Features Installer foi descontinuado, por isto removi o link para o mesmo que estava quebrado.
Colocar o Windows em pleno funcionamento depois de uma formatação sempre é um "pé nas partes baixas": instalar drivers, atualizações de sistema até finalmente reinstalarmos todas as aplicações. Pois bem, o utilitário Missed Features Installer quebra um galhão na hora de instalar componentes do Windows tais como o runtime do DirectX, as várias versões do .NET Framework, o Internet Explorer, dentre vários outros. Confira:

E o melhor: o utilitário tem edições para todas as versões do Windows, do 10 até o zumbi XP:

O utilitário é distribuído em imagens ISO, que podem ser gravadas em mídias ópticas ou então abertas por softwares tais como o 7-Zip e o Daemon Tools (os Windows 8.X e 10 possuem suporte nativo a tais imagens).
Veja também: O Windows 7 Convenience Rollup é uma mão na roda Mantendo os seus softwares atualizados no Windows Como conf…

Hasta la Vista!

Imagem
Se você (ou a sua empresa) é um dos heróis da resistência que ainda utiliza o Windows Vista, tenho uma má notícia: a Microsoft pretende encerrar o suporte a esta sistema em abril do ano que vem. E o que isto significa? Significa que, assim como o Windows XP, o Vista não mais receberá sequer atualizações de segurança.



Polêmico desde os primórdios do seu ciclo de desenvolvimento e cercado de vaporwares tais como o WinFS (que seria um sistema de arquivos revolucionário que substituiria o NTFS), o Vista é abertamente considerado um dos maiores fracassos da Microsoft e ganhou a infame alcunha de "devorador de hardware". 
Particularmente nunca achei o sistema ruim, apenas foi lançado antes do tempo. Inacabado, estava muito à frente do hardware existente quando foi anunciado lá nos idos de janeiro de 2007, tanto que depois do SP2 e em conjunto com um hardware mais evoluído mostrou ser um sistema bastante decente e robusto, principalmente na compilação x64. Sem falar que foi o Vista …

Chrome: sem suporte ao Windows XP e Vista a partir de 2016

Imagem
Atenção utilizadores do Chrome que ainda possuem os sistemas operacionais Windows XP e Vista (além do Mac OS X 10.6, 10.7 e 10.8): o Google anunciou no Blog oficial no navegador que o Chrome não mais suportará estes sistemas operacionais a partir de abril do ano que vem. O software não deixará de funcionar, porém não mais receberá atualizações e não haverão versões novas. Simples assim.

Quanto ao XP concordo plenamente, uma vez que o seu suporte acabou em abril do ano passado, porém ao contrário do que o Google afirma no anúncio o Vista ainda é ativamente suportado pela Microsoft, logo achei esta decisão equivocada. De qualquer modo, se você utiliza estes sistemas operacionais em conjunto com o Chrome, é hora de atualizar de sistema (principalmente no caso do XP) ou então migrar para o Firefox.
Veja também: Browser Wars: bem-vindo ao mundo real, Microsoft Edge! Die IE die! Windows eXPired (9) – Governo dos EUA ainda tem dez mil PCs com Windows XP

Além do Windows 10, Microsoft também remove suporte ao SafeDisc e SecuROM nos Windows 8.X, 7 e Vista

Imagem
Provavelmente muitos já sabiam que o Windows 10 não mais suporta estes formatos de DRM utilizados em muitos jogos em CD e DVD, porém a Microsoft por motivos de segurança (sem dúvida tais mecanismos são verdadeiras peneiras) desativou o suporte a estas tecnologias também nas versões anteriores do Windows até o Vista, utilizando para tanto uma atualização de sistema, a KB3086255, boletim MS15-097.


Porém conforme a descrição constante no boletim supracitado, o arquivo secdrv.sys não é apagado e apenas o seu serviço é desabilitado. Para habilitá-lo novamente (não recomendado por questões de segurança) entre com os seguintes comandos no Prompt do MS-DOS como administrador:
sc config secdrv start=auto sc start secdrv

Caso você mude de ideia, para desabilitá-lo novamente os comandos são estes:

sc config secdrv start=disabled
sc stop secdrv
Lembrando que este procedimento funciona apenas nos Windows 8.X, 7 e Vista. O Windows 10, ao contrário das versões anteriores, nativamente não possui tal compone…

Como remover o G-Buster Browser Defense/GbPlugin na unha (Outra aproximação)

Imagem
Felizmente e para grande satisfação deste que vos escreve, as duas postagens sobre a remoção do famigerado G-Buster são grandes sucessos de público e crítica deste modesto espaço! Com base nos comentários e inúmeros feedbacks recebidos, decidi escrever mais este texto que aborda um novo método para nos livrarmos do supracitado e tão criticado software, bem como também uma boa dica para quem for cliente de um dos grandes bancos privados brasileiros. Desta forma, espero que também esta postagem vos seja útil e que você, prezado leitor, possa exercer o direito de ter o seu PC livre deste intrusivo aplicativo.

Como configurar o boot múltiplo entre diferentes versões do Windows

Imagem
Desde os tempos do Windows 95 já era possível criar um ambiente de boot múltiplo entre diferentes versões do sistema operacional da Microsoft. O que muitos talvez não saibam é que este recurso não é necessariamente limitado a duas instalações: com um pouco de planejamento e certos critérios, não há um limite definido quanto ao número de versões do Windows que podem ser acomodados no mesmo disco rígido.
Neste ensaio instalei as cinco últimas versões do Windows no mesmo disco, do velho XP ao novíssimo 10. Confira aqui todos os detalhes!

Como remover o G-Buster Browser Defense/GbPlugin na unha (Sistemas Windows de 32 bits)

Imagem
O tutorial anterior de como remover o famoso GbPlugin (agora atualizado para englobar as versões de 64 bits do Windows) é um enorme sucesso de público e crítica deste humilde espaço, com muitos e valiosos feedbacks, os quais foram a minha grande motivação para produzir este complemento. Desta forma, caso você seja utilizador de uma versão de 32 bits do Windows e queira se ver livre desde peculiar software está convidado a conferir este complemento!
EDIT 19/08/2015: adicionados os procedimentos para o Windows 10. 11/09/2015: confira esta outra aproximação para a remoção, a qual utiliza o Ubuntu. Os procedimentos também foram validados para o Windows 10. 18/03/2016: atendendo a pedidos, confira o guia Criando uma máquina virtual Windows para acesso aos bancos.
19/05/2017: veja como criar e configurar uma máquina virtual Linux para acesso aos bancos.

Seria o Windows mais seguro do que o Linux e o OS X?

Imagem
Recentemente o NVD (National Vulnerability Database - Base de Dados Nacional de Vulnerabilidades), entidade do governo dos Estados Unidos, divulgou um balanço sobre as vulnerabilidades reportadas no ano de 2014 em diversos softwares cujo resultado foi compilado pela GFI, produtora de soluções de segurança.
And the Oscar goes to.... OS X! Brincadeiras à parte, esta lista está longe de refletir com exatidão a realidade, como explicarei na conclusão.


Se a Microsoft ficou "bem na fita" nos sistemas operacionais, o mesmo não pode ser dito nos navegadores e demais softwares/sistemas voltados para a Internet: o Internet Explorer lidera o ranking disparado, com um número total de vulnerabilidades superior ao do Chrome e Firefox juntos (vivo me perguntando por que alguém em sã consciência ainda usa IE hoje em dia...).

Seria o número de vulnerabilidades um parâmetro válido para se averiguar a segurança de um software? Sim, sem dúvida, mas não pode ser considerado uma métrica livre de dis…

Como remover o G-Buster Browser Defense/GbPlugin na unha (Sistemas Windows de 64 bits)

Imagem
Infelizmente os correntistas de muitos dos grandes bancos brasileiros que realizam operações pela Internet são obrigados a conviver com este peculiar software, que na minha opinião traz mais problemas do que seria tolerável em um ambiente de produção. Veja aqui como removê-lo "na unha" do seu Windows e também formas de contornar a obrigatoriedade da sua utilização.
EDIT 06/04/2015: este guia foi atualizado para contemplar as versões de 64 bits do Windows, bem como também foi publicado um complemento para as edições de 32 bits do sistema operacional. 11/09/2015: confira esta outra aproximação para a remoção, a qual utiliza o Ubuntu. Os procedimentos também foram validados para o Windows 10. 18/03/2016: atendendo a pedidos, confira o guia Criando uma máquina virtual Windows para acesso aos bancos. 19/05/2017: veja como criar e configurar uma máquina virtual Linux para acesso aos bancos.


Microsoft enfim corrige falha que existe desde o Windows 95

Imagem
No início deste ano pesquisadores da IBM descobriram uma falha de segurança no Windows que existe desde a versão 95! É isto mesmo: a falha passou despercebida por 19 anos, um espanto! Ela permite executar códigos maliciosos no sistema operacional quando um determinado site é aberto com o Internet Explorer 3.0 e todas as versões posteriores (até a 11), outro espanto!
Mas antes tarde do que mais tarde ainda, nesta semana finalmente a Microsoft soltou uma correção para as versões do Windows que ainda são suportadas, ou seja: 8.X, 7 e Vista, além das versões Server associadas. E o Windows XP? Bem, como o seu suporte encerrou oficialmente em abril deste ano ele ficará na saudade, sendo esta a principal desvantagem em utilizar um sistema operacional já descontinuado.

Veja também:
Bug em componente do Linux permite que o sistema seja controlado remotamente
Seria o Windows mais seguro do que o Linux e o OS X?

Corram para as colinas: OTAN foi invadida por hackers russos

Imagem
Pingou ontem no Reuters: segundo a empresa de segurança iSight, computadores da OTAN, da União Europeia e de diversas empresas da Ucrânia foram invadidos por um grupo hacker russo denominado “Sandworm” (nome inspirado no livro de ficção científica Duna),  ação esta que teria ligação com a treta na Ucrânia (jura?). Os hackers utilizaram uma vulnerabilidade na época desconhecida que afeta diversas versões do Windows (Vista, 7, 8, 8.1 e os Server 2008, 2008 R2, 2012 e 2012 R2) e os ataques ocorreram principalmente em agosto. A Microsoft já anunciou que pretende liberar uma correção (a KB3000869) ainda hoje e a falha consiste basicamente em explorar um objeto OLE através de um arquivo do Microsoft Office, principalmente apresentações do PowerPoint. Ou seja: funcionários da OTAN e dos demais locais invadidos foram abrir um arquivo do PowerPoint recebido por e-mail e BOOOOMM! Curiosamente o falecido Windows XP não é afetado pela falha.
Parem um minutinho para pensar: se até a superpoderosa O…

Dica rápida: instalando o Visual Basic 6 no Windows 8.X, 7 e Vista

Imagem
Como um bom retrowarer, a minha linguagem de programação favorita é o icônico, lindo e imortal Visual Basic 6! Utilizo a linguagem há mais ou menos uns 12 ou 13 anos e acho que ela é perfeita para o que se propõe. Hoje ainda a utilizo praticamente todos os dias para efetuar a manutenção de diversos sistemas feitos em VB6 que temos na empresa onde trabalho. Recentemente tive que instalar o VB6 em um equipamento com o Windows 8.1 e para ele funcionar no novíssimo sistema operacional foram necessários alguns "macetes" que demonstrarei no artigo. Embora o procedimento tenha sido feito no Windows 8.1, funcionará também no 7 e no Vista e acredito que seja bastante útil àqueles que precisem usar a linguagem com os Windows mais recentes, sejam de 32 ou de 64 bits.
EDIT 18/10/2014: na postagem Instalando o Visual Basic 6 no Windows 10 mostro como instalar o VB6 no novíssimo sistema operacional, bem como também uma nova forma de burlar a instalação do MS-Java. Confira!
EDIT 06/08/2015…

Mantendo os seus softwares atualizados no Windows

Imagem
Sou usuário de Windows mas também uso muito Linux (Debian, Ubuntu e derivados) bem como o Mac OS. Se tem uma coisa que as distribuições Linux possuem e que eu sinto uma falta tremenda nos demais sistemas operacionais mainstream é o seu repositório de pacotes, que é como um catálogo gigante de softwares com instalação facilitada - no caso das distribuições baseadas no Debian (como o Ubuntu) basta entrar na interface oficial de instalação de aplicativos e procurar pelo nome do software, ou para quem prefere o terminal, entrar com o comando apt-get install nome do software que o próprio sistema operacional resolve todas as dependências e faz a instalação do software sem grandes complicações. Só é necessário estar conectado à Internet.

Este sistema de instalação ainda tem outra vantagem: sempre mantém os pacotes dos softwares atualizados juntamente com o sistema operacional. O Mac OS até possui a App Store, mas a sua abrangência no sistema não é a mesma. O Windows 8 também introduziu uma l…