Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo PCChips

O 486 que queria ser Pentium #2

Confira como foi a montagem e a configuração inicial do mítico AMD 5x86, que ficou ainda mais rápido e melhor do que o esperado. 😈

O 486 que queria ser Pentium #1

O lendário AMD 5x86 foi o chip que levou a microarquitetura 80486 aos seus limites, chegando a rivalizar em desempenho com os primeiros Pentium. Assim nada mais justo do que fazer um projeto em sua homenagem.

286 turbinado #6

Nesta atualização da série mostrarei como o dilema da rede do 286 foi finalmente resolvido, além de uma (nova) troca do disco rígido. Atualizado em fevereiro de 2023.

286 turbinado #1

O projeto do PC/AT foi completamente reformulado e ampliado, tornando-se o 286 turbinado. Veja como ele ficou!  Atualizado em fevereiro de 2023.

Pentium versus 5x86

Lançado em 1995 já no finalzinho do reinado dos processadores 80486 e do soquete 3, o 5x86 tinha segundo a AMD desempenho equivalente aos Pentium de frequências menores. Será que é verdade?

Rebuild #1.1 - Upgrades

Resolvi dar um “tapa” no pioneiro projeto Rebuild. Veja como ficou!

AMD 5x86: o mais poderoso chip da classe 486

Lançado em meados de 1995, o processador AMD 5x86 (ou AMD X5) foi uma boa opção de upgrade aos que tinham placas-mãe soquete 3. Analisarei em todos os detalhes o modelo de 133 MHz.

Projeto Retro Cobaias #2

Prosseguindo com este mítico projeto mostrarei a placa-mãe PCChips M919 486AVIP, que será a minha base de testes para processadores soquete 3.

Montando o meu próprio clone do IBM PC/AT #4 – Usando o Windows 2.11

Nesta postagem demonstro como é usar a segunda versão do Windows em um hardware da época. Confira!

Montando o meu próprio clone do IBM PC/AT #3 – Instalando o Windows 2.11

Nesta postagem mostrarei o processo de instalação do Windows 2.11/286. Confira!

Montando o meu próprio clone do IBM PC/AT #2 – Usando o Windows 1.0

Confira aqui como foi a experiência de usar o Windows 1.04 no 80286 em conjunto com uma placa de vídeo VGA. Românticos tempos!

Montando o meu próprio clone do IBM PC/AT

Uma das chaves do sucesso do padrão PC é o fato de ser um formato aberto, o que permite que qualquer um faça um clone. Pois bem, decidi fazer o meu próprio clone do clássico PC/AT.

RetroUnboxing e primeiras impressões: coprocessador aritmético Intel 80287XL

Conheça o lendário coprocessador 80287. E o melhor: na embalagem original!

Rebuild #1 – Benchmarks com a placa de vídeo S3 e atualizações

Não, a Rebuild #1 não está morta! Após um hiato de alguns meses na série sobre a remontagem do 80486 DX4 de 100 MHz, trago os benchmarks com a placa de vídeo S3 Vision968 bem como algumas outras atualizações. Confiram!

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 4 – Upgrades)

O glorioso DX4 100 MHz recebeu alguns incrementos, sendo que alguns deles o deixaram ainda mais parecido com o que o meu primeiro PC era em 1995 e 1996. Confira aqui em todos os detalhes!

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 3 – Retrogamer: Doom II, Full Throttle e Dark Forces)

Finalmente chegou o momento mais esperado (ao menos para este que vos escreve) da série Rebuild #1: os jogos! Confira aqui três clássicos da década de 1990 que me proporcionaram muitas horas de jogatina, com detalhes sobre a configuração e algumas cenas do gameplay dos mesmos. Você descobrirá por que os jogos atuais são sombras pálidas destes clássicos em termos de desafio e diversão.

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 2 – Configurando o sistema)

Neste segundo episódio da primeira temporada da série Rebuild, mostrarei alguns detalhes sobre a configuração da placa de som e da placa de vídeo, além de um problema surgido durante o processo.

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 1 – Apresentação dos componentes e montagem)

A Rebuild é uma das séries que sempre quis fazer aqui no blog. Afinal de contas, é um sentimento único reviver as configurações que você já teve, com as boas lembranças que sempre estão associadas e elas – é quase como pegar emprestado o DeLorean do Doc Brown e voltar diretamente no tempo.  A principal premissa é que a configuração deve ser a mais próxima possível a do período, enquanto que a única “licença poética” permitida diz respeito a componentes que você quis ter mas jamais conseguiu comprar na época, ou seja, é uma forma de satisfazer a sua vontade mesmo muitos anos depois. Também é feita uma exceção caso algum componente seja de difícil obtenção ou não funcione. Nesta primeira temporada da série Rebuild, voltaremos 21 anos no tempo quando após muito sacrifício a minha família finalmente pode comprar um PC próprio, baseado no processador Intel 80486 DX4-S de 100 MHz. Apertem os cintos do DeLorean e voltem comigo diretamente até 1995! Este PC foi atualizado, veja aqui

O mito 80486 (Parte 9 – O Intel 80486 DX4-S de 100 MHz e benchmarks clássicos)

( A CPU do primeiro exterminador ). Na mais nova parte da novela sobre os 486, será analisado o lindo e maravilhoso Intel 80486 DX4-S de 100 MHz – é o processador que equipou o meu primeiro PC próprio. Confira aqui como ele saiu-se em relação aos concorrentes da Cyrix testados até então. É o último 486 da Intel

O mito 80486 (Parte 8 – O Cyrix 80486 DX4 de 100 MHz e benchmarks clássicos)

Prosseguindo com a epopeia dos processadores 80486, desta vez será avaliado um modelo DX4 de 100 MHz da Cyrix. Veja aqui como ele saiu-se!