Postagens

Mostrando postagens com o rótulo S3

Apresentando o Pentium clássico (Parte 2 - Overclock)

Imagem
Coloquei o Pentium de 133 MHz para funcionar acima da sua frequência padrão. Veja como ele se saiu!



Apresentando o Pentium clássico (Parte 1 - Benchmarks)

Imagem
O Pentium representou a quinta geração de processadores x86 da Intel e, embora não tenha sido marcante como o sucessor Pentium Pro, foi também uma considerável evolução.

Rebuild #2: o meu PC dos sonhos em 1998 (Parte 5 – Pentium MMX Super 7 – Benchmarks)

Imagem
Finalmente o Pentium MMX turbinado foi colocado à prova nos benchmarks. Não perca tempo e confira os resultados!

Rebuild #2: o meu PC dos sonhos em 1998 (Parte 3 – Benchmarks)

Imagem
Chegou a hora do Pentium MMX e da Voodoo2 serem colocados à prova. Confira!

Rebuild #2: o meu PC dos sonhos em 1998 (Parte 2 – Configuração dos dispositivos)

Imagem
Antes tarde do que mais tarde ainda! Nesta nova postagem sobre o meu segundo PC mostrarei a sua configuração em detalhes. Confira!

Rebuild #2: o meu PC dos sonhos em 1998 (Parte 1 - Apresentação e Montagem)

Imagem
O bravo PC 80486 DX4 de 100 MHz mostrado na série Rebuild #1 ficou comigo até 1997, quando novas aplicações e jogos mostraram-se exigentes demais para o pobre 486. Esta série de postagens mostrará a segunda configuração que tive, com algumas poucas licenças poéticas.


Rebuild #1 – Benchmarks com a placa de vídeo S3 e atualizações

Imagem
Não, a Rebuild #1 não está morta! Após um hiato de alguns meses na série sobre a remontagem do 80486 DX4 de 100 MHz, trago os benchmarks com a placa de vídeo S3 Vision968 bem como algumas outras atualizações. Confiram!

S3, é você minha filha? (E uma nota pessoal)

Imagem
Percebi algo pitoresco em uma recente pesquisa sobre o market share das placas de vídeo feito pela Jon Peddie Research. Vocês conseguem identificar?


Não, não é o aumento da participação da AMD, que de fato é muito importante. O que mais chamou-me a atenção é a S3 estar na lista com 0,00% de participação! Sério? Mas não é por menos: o seu último produto próprio foi o chip Savage2000 lançado no final do século passado, e após a desastrosa compra pela Via nunca mais lançou nada digno de nota. Ou será que ainda vendem placas S3? Se alguém souber de alguma loja que tenha uma placa Savage2000 nova na caixa para vender, me avise! 😃

---------
PS: vou aproveitar esta postagem para trocar algumas palavras com os amigos leitores. Como talvez vocês tenham percebido, fiquei afastado do blog por vários dias. Infelizmente estou com algumas questões pessoais para resolver e desta forma pode ocorrer uma diminuição das postagens, principalmente as que envolvem laboratório. Ainda tenho algum material …

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 4 – Upgrades)

Imagem
O glorioso DX4 100 MHz recebeu alguns incrementos, sendo que alguns deles o deixaram ainda mais parecido com o que o meu primeiro PC era em 1995 e 1996. Confira aqui em todos os detalhes!

Marcas que deixaram saudade (Parte 2 – Chips gráficos: S3 e Matrox)

Imagem
Em termos tecnológicos a década de 1990 foi prolífica, e o mercado de soluções gráficas para os PCs foi um perfeito exemplo disto. Nesta segunda postagem da série abordarei duas empresas que participaram da guerra naquela época: a S3 e a Matrox. Esqueça por alguns instantes do modorrento mercado atual e volte comigo a um tempo onde realmente havia uma duríssima disputa. 

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 1 – Apresentação dos componentes e montagem)

Imagem
A Rebuild é uma das séries que sempre quis fazer aqui no blog. Afinal de contas, é um sentimento único reviver as configurações que você já teve, com as boas lembranças que sempre estão associadas e elas – é quase como pegar emprestado o DeLorean do Doc Brown e voltar diretamente no tempo. 
A principal premissa é que a configuração deve ser a mais próxima possível a do período, enquanto que a única “licença poética” permitida diz respeito a componentes que você quis ter mas jamais conseguiu comprar na época, ou seja, é uma forma de satisfazer a sua vontade mesmo muitos anos depois. Também é feita uma exceção caso algum componente seja de difícil obtenção ou não funcione.
Nesta primeira temporada da série Rebuild, voltaremos 21 anos no tempo quando após muito sacrifício a minha família finalmente pode comprar um PC próprio, baseado no processador Intel 80486 DX4-S de 100 MHz. Apertem os cintos do DeLorean e voltem comigo diretamente até 1995!

A epopeia de instalar o Debian 8 em um PC do século passado

Imagem
Que o Kernel Linux é bastante amistoso com hardware antigo não é segredo para ninguém. Mas será que uma distribuição atual como o Debian 8 funcionará em uma configuração do final do século passado, e ainda por cima com um ambiente gráfico? Confira aqui a verdadeira epopeia que foi fazer o Debian funcionar em um Pentium MMX!

RetroComic (5) – Bitchin’Fast!3D 2000

Imagem
Nesta nova postagem da série RetroComic mostrarei a placa de vídeo que foi o sonho de consumo de qualquer PC Gamer do final do século passado, a Bitchin’Fast!3D 2000! Combinando os chips gráficos topo de linha da época, como o Nvidia Riva TNT2, Matrox G400, ATI Rage128, 3dfx Voodoo3 e S3 Savage4, o seu desempenho era plenamente proporcional ao seu tamanho!


Além de muito bem feita para a época, vendo em retrospectiva esta brincadeira nos traz a triste constatação de como o mercado está concentrado apenas entre duas empresas, a Nvidia e a AMD (antiga ATI). Bons tempos onde o mercado era disputado entre várias empresas em condições razoavelmente equivalentes (além das cinco citadas, haviam ainda a Rendition, a 3DLabs e a PowerVR).
Nota importante: as imagens desta série de postagens foram obtidas livremente pela Internet. Caso você seja o autor(a) de alguma delas entre em contato conosco para que possamos lhe dar os devidos créditos.
Próximo:
RetroComic (6) - Estaria a Gigabyte diversificand…

Apresentando a minha coleção de placas de vídeo

Imagem
Saudações a todos! Nesta postagem apresentarei a minha coleção de placas de vídeo e uma breve descrição de cada uma bem como com as minhas impressões pessoais. Tenham uma boa leitura!
EDIT 05/12/2014: adicionadas as placas ISA Cirrus Logic e Oak, além da UMC VESA Local Bus (VLB). EDIT 13/10/2015: novo layout e inclusão do arranjo 3-Way SLI.
Placas ISA
Trident 8900D: comprei esta placa para utilizá-la especificamente com o querido XT, visto que apesar dela ser uma placa ISA de 16 bits também é capaz de funcionar em slots de 8 bits configurando-se os seus jumpers. Ela é VGA (16 cores) com 512 KB de VRAM.


Nos anos 1990, um PC de jogos era assim (Parte 2 - Jogando em Glide)

Imagem
Caríssimos leitores, preciso compartilhar com vocês uma frustração tecnológica que tenho há quase duas décadas: nunca ter conseguido jogar o Need For Speed II SE no modo com aceleração 3D, visto que o jogo suporta apenas a API Glide e na época eu não tive uma Voodoo! Agora finalmente, após 17 anos da compra do jogo, vou jogá-lo com tudo o que tenho direito!

Nos anos 1990, um PC de jogos era assim (Parte 1 - O Hardware)

Imagem
Se hoje em dia o mercado de GPUs e placas de vídeo 3D é concentrado apenas nas mãos da Nvidia e da AMD, no final dos anos 90 o cenário era bem diferente! Nesta época, a Nvidia e a ATI (que foi comprada pela AMD em 2006) eram apenas algumas das concorrentes, que incluíam também a 3dfx, Matrox, S3 e Rendition, entre outras. Ou seja, o PC gamer desta época tinha escolhas quase ilimitadas para equipar a sua máquina de jogos!


Provavelmente o primeiro processador gráfico como conhecemos hoje foi o 3dfx Voodoo, lançado em 1996. Na época, seus maiores concorrentes eram os S3 Virge, ATI 3D Rage e o Rendition Verite V1000 - que ofereciam um desempenho inferior ao chip Voodoo em 3D. Além disso, o produto da 3dfx contava ainda com um grande diferencial: a API Glide, que tinha suporte da grande maioria dos jogos da época. A grosso modo, o Glide era uma modificação do OpenGL feita pela 3dfx com grandes otimizações para os seus processadores gráficos, que garantia uma ótima qualidade visual para a é…