NT PC (Parte 2 – Configuração)

Será que o projeto deu certo e todos os sistemas operacionais conseguiram conviver no mesmo disco numa boa? Veja aqui!


Primeiramente, vale lembrar que a lista dos componentes deste projeto está na primeira parte da série. Uma vez que o Pentium Pro já foi tema de alguns projetos aqui no blog (veja aqui e aqui), darei mais ênfase ao lado dos softwares. 😉

Abaixo temos o Pentium Pro, a Soyo SY-6FA e a Diamond Stealth 64 já rodando a pleno vapor:



Montagem finalizada, em um típico gabinete ATX dos anos 90.


O resultado dessa maluquice podemos ver na tela de seleção de boot. Incluí também o Windows 95 caso eventualmente seja necessário rodar algum software incompatível com o NT, como aqueles que requerem o MS-DOS no modo real.


Para chegar neste resultado foi preciso um pouco de planejamento. Como o esquema de particionamento MBR permite no máximo quatro partições primárias, o mais indicado é criar uma partição primária (que será a de boot) e uma estendida com o restante do espaço disponível no disco, dividindo-a depois em unidades lógicas.

No final o particionamento ficou como o mostrado abaixo. Usei o sistema de arquivos FAT pela sua ampla compatibilidade.


NT 3.1



A grande vantagem da S3 Vision é esta: até mesmo o velho NT 3.1 conta com drivers out of the box para ela:


NT 3.51


Todos os sistemas foram atualizados com os últimos pacotes de atualização liberados pela Microsoft. No caso do NT 3.51 é o Service Pack 5.


Aqui também a S3 é detectada automaticamente:


O bacana desta versão do NT é que com o SP 5 ele fica compatível com muitos executáveis de 32 bits modernos, como o CPU-Z Vintage:


O gerenciador de arquivos é o antecessor do Windows Explorer:


NT 4.0


O NT 4.0 foi atualizado com Service Pack 6A e com a última atualização lançada pela Microsoft, conhecida como "pós SP6".


Como era esperado, a placa S3 foi corretamente detectada:


As demais configurações do PC conforme o CPU-Z:


Cada sistema operacional deve estar no seu quadrado. Criei também uma partição para troca de dados entre eles.


Até o próximo projeto!

Comentários

  1. Professor, qual software que gerencia a seleção de boot?

    ResponderExcluir
  2. Projeto interessante! Infelizmente usei o NT 4.0 apenas em máquina virtual! Nas máquinas reais que tive no passado usei mais o Windows 95 e o ME! Apesar das críticas ao último me dava bem com ele, principalmente para rodar jogos.

    ResponderExcluir
  3. Os 3 sistemas devem se comportar quase iguais, já que todos são NT, até hj usamos a base, sólido, estável e quase perfeito

    Porem o shell 4.0 nem se compara a do 3.1/3.51, não sei como vivemos tanto tempo usando esse shell bagunçado das versões 3.X, a Apple estava a anos luz na frente.

    Sobre o shell 95/4.0, eu prefiro a versão que usa o IE como gerenciador de janelas (IE era melhor como gerenciador do que como navegador), achava mais fácil de usar, mesmo sabendo que a versão original era a ideal, a versão ME foi a que mais melhorou o shell, sem aquelas botões extremamente grandes da interface

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, foi apenas a partir do 95 que o Windows ficou próximo do Mac OS em termos de interface.

      Excluir
  4. Qualquer hora vou experimentar o NT no meu Pentium 233.
    Na verdade eu queria fazer dual boot com DOS 6.22 e windows, mas parece que é bem complicado. Algumas pessoas conseguiram não me lembro bem como.
    Michael, isso seria um projeto interessante para quem gosta de hardware antigo como nós!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu primeiro PC foi um Pentium 2, o primeiríssimo de 233MHz, depois foi Overclockado pra 350MHz, ele funcionava o Windows 2000 lisinho, o NT 4.0 deve voar.

      Motivo do Overclock, em 2006, já como pc secundario, ele rodava o YouTube travando em 360p, com o Overclock, passou a rodar os vídeos sem travas, único ônus era a instabilidade em rodar apps em DOS quando estava com W98SE, porém depois que coloquei o 2000 nele, o 98 virou história, funcionou até 2013 sem problemas

      Excluir
    2. Seria dual-boot entre o DOS 6.22 e o Windows 9X ou o NT/2K?

      Excluir
    3. Oi Michael!
      Na verdade eu queria fazer um dual boot no meu 486 para rodar DOS 6.22 e windows 95 32 bits, ou win NT 3.51, ou os 3 sistemas.
      Não fugir muito de como era na época.
      Eu li alguma coisa a respeito e parece que eu teria que instalar o DOS na primeira partição primaria ativa, depois criar outra partição primaria e marca-la como ativa para instalar o windows. Tem gente que usou o lilo como gerenciador de boot. Outros detalhes não me lembro. Tem muito questionamento sobre isso em sites de computadores antigos, mas poucas respostas claras.

      Excluir
    4. Oi Luyd!
      No meu Pentium 233 eu to rodando winXP sp2 e office 2000, alem de alguns games.
      Ele tá rodando legal.
      Eu desabilitei só alguns efeitos visuais, mas deixei a maioria e não percebi diferença.
      Infelizmente não tenho a opção de overclock nele, e também não faria de forma agressiva se pudesse.
      Tambem desabilitei alguns serviços que sei serem desnecessários.
      Eu acho que o grande diferencial nesse Pc, é que ele tem soquete dimm, e eu instalei duas pc100 de 128Mb cada, assim como a placa de video ATI rage com 32Mb que alivia a cpu.
      Talvez a memória SIMM seja um gargalo considerável em computadores desse tipo.

      Excluir
    5. Eu tinha 11 anos quando fiz esse overclock nele, numa época sem youtube (já tinha mas era em 2006). Como era um PC secundario da casa, que meu pai me deu qua do comprou o dele, comecei a estudar ele e ler artigos (Guia do Hardware, Clube do Hardware, outros em inglês) sobre Overclock, e fui tentando item por item, até chegar num equilíbrio bom, funcionou até 2013 sem problemas no OC, com o cooler original.

      O PC já havia tido um upgrade e tava com 128MB (Lembrando que em pleno 2006, os PCs basicos de Casas Bahia tinham essa memoria), o W98SE era bom mas na época já começa a a sofrer de obsolescência programada, os softwares mais usados da época (Firefox 3, Chrome e afins) já não suportava mais o W9x, O XP até dava para usar (o mínimo que ele exige é um Pentium 233, igual o seu) mas o 2000 fazia a mesma coisa com menos memória) ele exigia 133MHz, funcionava 90% dos drives do XP, então fiquei com ele.

      Obs: Odiava o tema azul Fischer Price do XP, sempre colocava prateado, era fã de ficar mudando as cores do tema clássico do Windows

      Excluir
    6. Essa realmente foi uma época muito legal!
      Por isso que muitos gostam de maquinas antigas.
      No meu XP eu uso o tema Black noir.
      Realmente o W2000 deve rodar bem mais leve. Na verdade eu instalei o XP para “testar os limites” em relação a softwares mais atuais em relação ao processador. Cheguei até a abrir o game Morrowind, mas sem condições de jogar na pratica pois roda não me lembro bem, a uns 5 fps. No game, eu consegui sair do navio e conversar com o homem dentro da casa, mas foi quase meia hora jogando! Mas eu achei incrivel fazer isso no mmx 233. O requisito minimo do game é pentium 500Mhz.

      Excluir
    7. Eduardo, o Windows 95 vem com o DOS 7.0, na prática você consegue um efeito parecido com o dual boot pressionando F8 na inicialização do Windows, e selecionando a opção "Somente prompt do MS-DOS" ou algo parecido (não me lembro de cabeça o nome exato da opção). Se você quiser deixar o DOS 6.22 e o Windows 95 em dual boot vai realmente precisar de softwares de terceiros.

      Quanto ao NT, basta instalar o DOS primeiro (na primeira partição primária formatada em FAT) e o NT depois em outra partição (a qual pode ser uma unidade lógica), que ele próprio vai configurar automaticamente o dual boot.

      Excluir
    8. Obrigado Michael!!!
      Mas o DOS 7.0 do W-95 permite que eu instale games DOS?
      E o Software de terceiros que voce diz, é somente o gerenciador de boot? Qualquer um (antigo) que eu possa instalar na MBR?

      Excluir
    9. Sim, o DOS 7.0 do Windows 95 é completo e roda no modo real (a dica que escrevi acima faz isso), o que permite executar qualquer aplicação incluindo jogos.

      No caso dos softwares, sim, seria um gerenciador de boot. Mas acho bem mais fácil usar o DOS que vem incluído no Windows.

      Excluir
  5. Já considerou a possibilidade de fazer algum projeto com IBM OS/2 ou alguma distro antiga de Linux? Eu usei OS/2 algumas vezes (tanto máquina física quanto virtual) e achei o sistema bem interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pretendo muito em breve sair um pouco do "maravilhoso mundo Microsoft" tanto no hardware antigo quanto no novo. Aguarde as cenas dos próximos capítulos! :-)

      Excluir
  6. Todo micreiro das antigas tem admiração pelo Windows NT 4.0. :-)

    ResponderExcluir
  7. Que categoria heim!
    Parabéns pelo projeto. Me fez voltar no tempo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Pentium versus 5x86

O restritivo Windows 11

Microsoft Batch 98