Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Windows 3.X

Execute o Gerenciador de Arquivos do Windows 3.X em um PC moderno

Imagem
Você gostava do Gerenciador de Arquivos do Windows 3.X? Pois saiba que é possível executá-lo em qualquer Windows moderno, veja aqui como!


O Gerenciador de Arquivos presente desde o Windows 3.0 é uma evolução do MS-DOS Executive presente nos Windows 1.X e 2.X. Com a introdução do Windows 95 o mesmo foi completamente reformulado e tornou-se o Windows Explorer, porém para muitos o Gerenciador de Arquivos ainda é insuperável.

Pois bem, ao longo dos anos um programador da Microsoft (Craig Wittenberg) manteve o Gerenciador de Arquivos atualizado, tanto em recursos, como o suporte aos nomes de arquivos longos, quanto em compatibilidade com os Windows modernos, inclusive os de 64 bits. Clique aqui, baixe o arquivo Winfile_v10.zip e divirta-se! A quem se interessar, o código-fonte em C++ também está disponível.

Em tempo, o software requer o Visual Studio 2015 C++ runtime que pode ser baixado aqui.


Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 4 – Upgrades)

Imagem
O glorioso DX4 100 MHz recebeu alguns incrementos, sendo que alguns deles o deixaram ainda mais parecido com o que o meu primeiro PC era em 1995 e 1996. Confira aqui em todos os detalhes!

Como integrar um PC com o Windows for Workgroups 3.11 em uma rede local moderna

Imagem
Sem dúvida um dos ambientes gráficos mais clássicos da Microsoft, o Windows for Workgroups 3.11 chegou com um suporte bastante melhorado às redes locais do seu tempo. Porém ainda hoje é perfeitamente possível integrar um PC antigo com este sistema em uma rede local moderna baseada no protocolo TCP/IP, com apenas algumas poucas limitações. Veja aqui como proceder.

Como instalar o Windows for Workgroups 3.11

Imagem
Além de contar com um suporte aprimorado a redes locais, o Windows for Workgroups 3.11 foi o trampolim para o Windows 95, pelo fato de já ser quase um sistema operacional completo e não apenas um ambiente gráfico para o MS-DOS. Confira aqui como instalar esta icônica versão do sistema em um PC antigo ou mesmo em uma máquina virtual - das versões “3.X” do sistema, esta de longe é a melhor e sem dúvida marcou época.

Dica MS-DOS: Como configurar o CONFIG.SYS e o AUTOEXEC.BAT

Imagem
O CONFIG.SYS e o AUTOEXEC.BAT são os principais arquivos de configuração do MS-DOS. Demonstro aqui em detalhes como ajustá-los corretamente, além de também explicar como fazer funcionar um teclado ABNT2 no DOS. E como um bônus super especial, destrincho em detalhes o complicado gerenciamento de memória do lendário sistema da Microsoft. Vale a pena conferir!

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 2 – Configurando o sistema)

Imagem
Neste segundo episódio da primeira temporada da série Rebuild, mostrarei alguns detalhes sobre a configuração da placa de som e da placa de vídeo, além de um problema surgido durante o processo.

Rebuild #1 – O meu primeiro PC próprio (Parte 1 – Apresentação dos componentes e montagem)

Imagem
A Rebuild é uma das séries que sempre quis fazer aqui no blog. Afinal de contas, é um sentimento único reviver as configurações que você já teve, com as boas lembranças que sempre estão associadas e elas – é quase como pegar emprestado o DeLorean do Doc Brown e voltar diretamente no tempo. 
A principal premissa é que a configuração deve ser a mais próxima possível a do período, enquanto que a única “licença poética” permitida diz respeito a componentes que você quis ter mas jamais conseguiu comprar na época, ou seja, é uma forma de satisfazer a sua vontade mesmo muitos anos depois. Também é feita uma exceção caso algum componente seja de difícil obtenção ou não funcione.
Nesta primeira temporada da série Rebuild, voltaremos 21 anos no tempo quando após muito sacrifício a minha família finalmente pode comprar um PC próprio, baseado no processador Intel 80486 DX4-S de 100 MHz. Apertem os cintos do DeLorean e voltem comigo diretamente até 1995!

Site Internet Archive agora disponibiliza cerca de mil jogos para o Windows 3.X

Imagem
(Para a nossa alegria). Sim, eles fizeram novamente! Depois de disponibilizar mais de dois mil títulos para MS-DOS, o site Internet Archive agora nos brinda com cerca de mil jogos para o Windows 3.X, os quais também rodam no plugin DOSBOX in browser assim como as suas contrapartes para MS-DOS. Não perca tempo e clique aqui para relembrar muitos joguinhos com os quais passávamos o tempo nos nossos 386´s e 486´s.


Bônus: jogos com conteúdo adulto também fazem parte do pacote. Porém como o Blog é acessado por crianças não posso mostrá-los - procurem por si mesmos! :-)
Veja também: Rode o Windows 95 diretamente no seu navegador

Aeroporto na França ainda utiliza o Windows 3.1

Imagem
É notório que softwares de legado são uma realidade em muitas empresas, públicas ou privadas, em qualquer lugar do mundo. Pois bem, no último sábado uma pane em um aeroporto de Paris que deixou dezenas de aeronaves no solo trouxe esta questão à tona. A pane foi causada pelo Windows 3.1, que é usado pelo aeroporto para rodar um software (chamado DECOR) que realiza a comunicação com pilotos em condições meteorológicas difíceis. Isto mesmo: um pau no Windows 3.1 parou um aeroporto inteiro. Uau!


Por outro lado, em casos como este temos que considerar o altíssimo nível de confiabilidade e depuração exigida. Imagino que o DECOR em conjunto com o Windows 3.1 deveria estar rodando sem grandes ocorrências há décadas, e somente quando houve problema é que chamou a atenção (quem é desenvolvedor conhece bem este drama... rs). Realmente não é simples substituir um software como este, sem falar que nem sempre o mais novo é necessariamente melhor - tanto que o aeroporto sequer cogita aposentar o DECO…

80386: a primeira CPU x86 de 32 bits (Parte 9 – A variação SX)

Imagem
Neste nono capítulo da novela sobre o processador 80386 abordarei a sua versão de baixo custo, a SX, que foi imensamente popular no seu tempo pelo fato de ser bem mais barata do que os DX. Confira aqui mais esta importante página da história dos computadores pessoais!

Ressuscitando um antigo 286 (Parte 7 – Montagem definitiva e como instalar uma placa AT em um gabinete ATX)

Imagem
Neste mais novo episódio da série sobre o processador 80286, mostrarei todas as etapas da sua montagem definitiva bem como dicas de como instalar uma placa mãe AT em um gabinete ATX, procedimento que em certos casos faz-se necessário pela relativa escassez de gabinetes AT disponíveis a um preço justo. Acompanhe tudo aqui com a riqueza de detalhes de sempre!

80386: a primeira CPU x86 de 32 bits (Parte 7 – Navegando na Web)

Imagem
Será que um simples 80386, processador anunciado há 30 anos, seria capaz de navegar pela Web atual? Veja aqui mais esta experiência com o nosso guerreiro AMD 386 DX de 40 MHz, além de outras curiosidades sobre como configurar a conectividade com redes locais e à Internet em um sistema antigo. Vale a pena conferir!

Ressuscitando um antigo 286 (Parte 5 - Conectando na rede local)

Imagem
Sei que muitos de vocês devem estar se perguntando: mas na Parte 4 você não tinha dito que esta seria a última parte sobre o 286? Sim, eu disse! Mas então é algum tipo de pegadinha? Rááá ié ié? Explico: Não é nada disso! É que o nosso simpático 286 me surpreendeu mais uma vez e achei que seria bacana compartilhar com vocês!
Bem, como vocês viram na primeira parte desta saga, eu tinha comigo uma placa de rede ISA genérica do tipo "NE2000 compatível", que foi muito popular nos anos 80 e início dos 90. Pois bem, decidi colocar mãos à obra para fazer o glorioso 286 conectar à minha rede local, a qual era a última fronteira ainda não explorada!

Ressuscitando um antigo 286 (Parte 4 – Instalando o Windows 3.0)

Imagem
Saudações amigos leitores! Finalmente chegamos à quarta e última parte sobre o nosso querido 286! Na primeira parte falei sobre os componentes necessários, na segunda mostrei a montagem e na terceira procedi com a instalação do sistema operacional MS-DOS. Pois bem, na presente postagem mostrarei a instalação do ambiente gráfico Windows 3.0 bem como algumas impressões sobre a utilização do equipamento. Vamos lá!
Instalação do Windows 3.0
Como discorri na parte anterior, a minha intenção era instalar o Windows 3.1. Como ele requer 2 MB de RAM e o meu 286 dispõe de apenas 512 KB tive que optar pelo 3.0, mas de qualquer forma não deixa a experiência menos interessante pois a interface gráfica do usuário é praticamente idêntica entre os dois. Para uma melhor operação do Windows, conectei um mouse serial na placa controladora Super I/O.

O dia em que o meu PC falou

Imagem
Dezembro de 1995. Faziam seis meses que o meu primeiro PC pessoal havia chegado em nossa casa. Para a época, era uma configuração bastante razoável:
Processador Intel 486 DX4 100 MHz;Placa mãe Soyo (não me lembro do modelo exato);8 MB de memória RAM;Placa de vídeo S3 Vision 864 2 MB PCI;Disco rígido WD Caviar 540 MB;Monitor VTC CRT 15” com resolução máxima de 1024 X 768;Sistema operacional MS-DOS 6.22 e Windows 3.11.
O PC vinha sendo um ótimo companheiro. Estava junto nos meus trabalhos escolares (como era um dos poucos da minha turma que tinha um computador em casa, acabei virando o “digitador oficial”, o que fazia com satisfação), bem como também nos meus momentos de lazer, com jogos clássicos como Doom II, Wolfenstein 3D e o primeiro World Circuit (também conhecido como GP1).