286 turbinado #3

Veja como foi a configuração do sistema operacional, dos ambientes gráficos e dos drivers do glorioso 286 turbinado!


Comecemos com as configurações no firmware da placa-mãe. Uma vez que não há um utilitário de detecção automática os parâmetros do disco rígido devem ser informados manualmente: no caso do WD Caviar 2420 são 989 cilindros, 15 cabeças e 56 setores: 


Ativando a detecção do coprocessador aritmético:


Eis a tela do resumo das configurações. Substituí temporariamente a unidade de disquete de 360 KB pelo emulador USB de 1,44 MB para agilizar a instalação dos softwares.


Os ambientes gráficos

Uma vez que a instalação do MS-DOS 6.22, do Windows 1 e do Windows 2 já foram mostradas anteriormente no blog partirei da instalação do Windows 3.0. O segredo para ter várias versões do Windows de 16 bits no mesmo PC é instalá-las em diretórios diferentes:


A instalação do Windows 3.0/3.1 também é virtualmente idêntica ao do 3.11 detalhada aqui, assim mostrarei apenas algumas telas.


Seguindo a lógica, cada Windows no seu quadrado:


Para evitar problemas durante a instalação é melhor deixar os parâmetros padrão. Depois caso necessário é possível configurá-los com o Windows já instalado.


Continuando a instalação:



Configurando o hardware

Este é o driver para a Sound Blaster 16. A placa opera perfeitamente no MS-DOS em modo real com o 286, a única limitação é que os softwares da Creative para o Windows 3.1 não funcionam pois requerem algumas instruções presentes apenas no 386 e superiores.


O endereçamento deve ser informado conforme o ajuste dos jumpers na placa (afinal aqui estamos na era “pré-plug and play”). Para entender mais sobre estes recursos recomento a leitura desta postagem onde eu explico os mesmos em detalhes.


O utilitário altera automaticamente os arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT, mas sempre é bom revisar depois.


Chegou a hora de instalar o driver para a unidade de CD, que está conectada na porta IDE primária (a única disponível) juntamente com o disco rígido.


Deve ser escolhido a IRQ 14:


Para a cereja do bolo fiz um menu de inicialização com as seguintes opções:
  1. Inicialização automática do Windows 3.1 (presente no diretório C:\WIN31)
  2. Windows 3.0 (WIN3)
  3. Windows 2.1 (WIN2)
  4. Windows 1.04 (WIN1)
  5. MS-DOS 6.22 com todos os drivers
  6. MS-DOS apenas com o necessário para poupar memória convencional (para entender melhor a segmentação de memória do DOS veja esta postagem)

 
Por fim, vale lembrar que toda a série pode ser acompanhada aqui. Até a próxima! 

Comentários

  1. A melhor parte é ver a BIOS super colorida, algo surpreendente na época dos velhos monitores de fósforo verde.
    Acho uma pena que as 2 primeiras versões do Windows não foram populares (culpa da Memória RAM ainda cara e outras coisas), tirando a parte dos programas ainda serem em texto e os ícones da barra de tarefas ainda serem bem arcaicos, alí ja tinha um sistema completo o suficiente para bater de frente como todos seus concorrentes de 8 bits e Macintosh também.
    Arrisco dizer que, a Microsoft deveria ter investido num sistema próprio 100% gráfico compatível com MS-DOS já nessa época, porem a necessidade de conquistar o mercado de baixo custo impediu disso acontecer (já que o Windows NT começou a ser desenvolvido em 1988 e mesmo assim, demorou para que fosse o padrão da indústria)
    Não é a toa que o Windows 9x foi uma salada de frutas de código por um único requisito, teria que funcionar decentemente num 386DX de 4MB, configuração de baixo custo ainda muito popular em 1995 na terra do Tio Sam (e no BR tbm, nem tão baixo custo assim...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Windows só começou a ser levado a sério a partir da versão 3.0, e foi justamente o sucesso dele que fez a MS desistir de abraçar o OS/2 junto com a IBM e a criar o NT.

      Já o Windows 95 inicialmente teria todos os subsistemas de 32 bits (KERNEL, USER e GDI), mas foi justamente a exigência do tio Bill de que o mesmo deveria rodar em um 386 com 4 MB de RAM que fez com que ele virasse esse frankenstein.

      Excluir
  2. olá , tudo bem ? talvez você possa me ajudar : tenho uma placa 286 com uma super I/O ; quando tento inciar o DOS pelo disquete, aparece a mensagem : DISK BOOT FAILURE. Será que tem a ver com a formatação do disquete (360K, 1,2M, etc ) . Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser sim... o disquete deve estar formatado de acordo com a configuração na placa (BIOS).

      Excluir
  3. Aprendi a usar PC (quando era criança) com MS DOS e conheço várias pessoas mais velhas que ainda possuem bastante nostalgia por ele! Sinceramente não sinto falta dessas versões antigas do Windows (e do 9X) porque eram versões muito instáveis, qualquer travamento já comprometia tudo e tinha de reiniciar. Por outro lado também ando decepcionado com o desempenho de versões mais novas do Windows (como o Windows 10, por exemplo); que não são instáveis como as antigas, porém estão cada vez mais pesadas, problemáticas e exigindo mais memória...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também comecei no DOS. Para fazer qualquer coisa tinha que descobrir os comandos e os parâmetros certos, numa época em que sequer internet discada existia! Google era ficção científica!

      Para mim o último Windows realmente bom foi o 7.

      Excluir
  4. michael tem como sim instalar o driver da soundblaster no windows 3.1 mas não vai ser driver de soudblaster 16, vai ser driver de soundblaster 1.5, é só ir no control panel, drivers, add, creative labs sound blaster 1.5, e aí ele vai pedir os disquetes do windows, e depois vai perguntar o irq e tals da soundblaster, funciona normal com a soundblaster 16, a única diferença é que você não consegue tocar arquivos WAV de alta qualidade, você tem que comprimir no goldwave (um programa pra windows moderno) para 8 bits e 22250k hertz de preferencia e toca normal, até que a qualidade comprimida assim não é tão ruim, e eu percebi uma seguinte coisa no windows 3.0, quando eu coloco win /r ele inicia em real mode e só tem 640kb de memória disponível e nem todos os softwares funcionam, quando eu inicio sem parametros ele inicia em standard mode e tem toda a memória disponível e mais softwares funcionam, e esse standard mode não funciona em um 8088, e quando eu tento iniciar certos softwares no real mode, ele fala: this program requires standard mode or enchanced mode

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante a dica sobre a Sound Blaster 1.5. Obrigado por compartilhar!

      Excluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

RIP IBM