Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Benchmarks

White Power PC (Parte 4 – Bye bye SLI)

Imagem
O PC White Power gentilmente doou uma das suas placas de vídeo para um outro projeto. 😊

TesterPC (Parte 3 – Over & Benchs)

Imagem
Nesta terceira parte da série sobre o intrépido TesterPC, veja como o bravo Ryzen 5 1400 saiu-se no overclock e na tortura dos benchs!

Rebuild #6 – Bartão (Parte 3 – Over & Benchs)

Imagem
Veja como o Bartão saiu-se ao ser turbinado! 😈

Unboxing e primeiras impressões: SSD Toshiba TR200 de 480 GB

Imagem
Veja aqui a apresentação e as minhas impressões deste modelo da Toshiba, que é no tradicional formato de 2,5” e interface SATA-600.

Monstrinhos da AMD

Imagem
Começaram a pintar os primeiros testes com os Ryzen 3 3100 e 3300X: a microarquitetura Zen 2 deu a estes chips de entrada um desempenho espetacular! 😱

White Power SLI (Parte 3 – Over & Benchs)

Imagem
Veja como este PC top saiu-se no overclock e nos torturantes benchmarks!


Black Power NG (Parte 3 – Over & Benchs)

Imagem
O tão aguardado momento do poderoso Black Power NG ser levado ao limite chegou. Sem falar que é a primeira vez que fiz overclock no Ryzen 9 3900X!

ChinaDisk, o retorno

Imagem
Resolvi testar novamente o SSD Dragão Chinês, porém em uma plataforma (muito) mais atualizada. Como será que ele se saiu? Confira aqui!

Rebuild #5 – eXtreme Performance (Parte 8 – Over & Benchs)

Imagem
Ufa! Depois de uma trajetória tão atribulada e cheia de problemas, a série Rebuild #5 finalmente chega ao ápice nos testes de desempenho e “envenenamento“ da configuração. Veja o que rolou!

Unboxing e primeiras impressões: SSD Corsair Force MP600 de 500 GB

Imagem
O Corsair MP600 é um dos primeiros e mais “acessíveis” SSDs compatíveis com o padrão PCI Express 4.0, até o momento apenas suportado pelos Ryzen de terceira geração e o chipset AMD X570. Confira todos os seus detalhes aqui!

O Pequeno Notável (Parte 3 – Benchmarks e overclock)

Imagem
Nesta terceira parte da série sobre o PC Mini ITX Pequeno Notável, mostrarei como ele se saiu na nova metodologia de benchmarks do blog, e também se é possível fazer overclock em um PC tão compacto quanto este.


Suíte de benchmarks unificada

Imagem
Já estava na hora de atualizar a suíte de benchmarks do blog, uma vez que a versão anterior é de 2018.


Unboxing e primeiras impressões: SSD Rise Mode de 960 GB

Imagem
A linha de SSDs SATA-600 da Rise Mode é uma das mais baratas do varejo brasileiro. Vamos dar uma olhada no modelo de 960 GB.


Rebuild #5: eXtreme Performance (Parte 5 – Murphy está de sacanagem)

Imagem
O projeto Rebuild #5 não está progredindo como eu gostaria. Confiram o que rolou no mais novo episódio desta novela!


Unboxing e primeiras impressões: SSD Kingston UV500 de 480 GB

Imagem
Disponível tanto nos formatos de 2,5” quanto M.2, o UV500 é um SSD de entrada da Kingston que utiliza a sinalização SATA/AHCI. Confira aqui a apresentação e as minhas impressões sobre o modelo de 480 GB no formato M.2 2280.

Rebuild #5: eXtreme Performance (Parte 3 – Surpresa indesejada)

Imagem
No terceiro episódio da quinta temporada da série Rebuild, o glorioso PC com o Athlon XP será configurado e passará pela tradicional bateria de benchmarks do blog, que, porém, reservou uma indesejada surpresa. Veja no que deu! 😲


Pinguim superpoderoso

Imagem
O Ubuntu venceu o Windows 10 na maioria dos testes de um comparativo feito pelo site Phoronix, em um notebook de baixo custo baseado no processador AMD Ryzen 3 3200U. Fear the penguin!

Asus Zenfone 5: testando o AI Boost

Imagem
Conforme o marketing da Asus, o AI Boost é uma função que promete ajustar os recursos de hardware do aparelho de modo a oferecer um maior desempenho em detrimento da economia de energia. Veja aqui se ele realmente faz alguma diferença.

Asus Zenfone 5: recursos e desempenho

Imagem
Confira aqui os principais recursos de software e alguns números de desempenho do Asus Zenfone 5, bem como o meu veredicto final sobre o aparelho.

Projeto Pure AMD (Parte 3 – Overclock total)

Imagem
No mais novo capítulo do projeto do PC 100% AMD, todos os componentes principais foram colocados para trabalhar acima das suas especificações nominais. Eles funcionaram corretamente? Os ganhos de performance valeram a pena? Confira as respostas aqui!