Montando um 486 VLB (Parte 2 – Montagem e configuração)

Chegou a hora de finalizar a montagem do lindo e clássico 486 DX2!


A seleção de componentes do 486 VLB está na primeira parte desta série. Confira lá, caso ainda não tenha feito. 👍

Iniciando os trabalhos, temos o DX2 instalado no soquete 3:

Não há uma recomendação explícita sobre o uso de um sistema de refrigeração para o DX2, mas observei que o mesmo passa dos 50 graus Celsius em operação:

Desta forma, adaptei um dissipador de calor no chip. Aqui a placa-mãe já está instalada no gabinete, bem como também os dois módulos de memória SIMM-72 de 4 MB cada um.

As placas de expansão estão instaladas: a placa de vídeo WD Paradise, a controladora de I/O (ambas VLB), a placa de rede NE2000 e a Sound Blaster 16, estas ISA de 16 bits.


No detalhe, as unidades de disquete de 5,25” (1,2 MB) e de 3,5” (1,44 MB), além do disco rígido Quantum de 640 MB.

Com a adição da unidade de CD-ROM Creative Double Speed a montagem está completa! 😃

O setup da placa-mãe é um clássico WinBIOS da AMI. Nostalgia pura!

MS-DOS 6.22 e Windows for Workgroups 3.11 instalados. Esta dupla era praticamente onipresente nos PCs da época.

As placas de rede clones das NE2000 são muito bem suportadas no Windows 3.11:

Como aqui estamos na era antes do plug and play, você deve selecionar o IRQ e o endereço de I/O que estiverem configurados nos jumpers da placa. Mais informações sobre estes conceitos estão nesta postagem.

Maiores detalhes sobre a configuração de uma rede local no Windows 3.11 estão aqui. 😉

O PC-Config é o ancestral do CPU-Z e afins:

Até a próxima parte! 

Comentários

  1. Muito bacana!!!
    Gosto muito de ver esses rebuildings de Pcs antigos.
    Estou para restaurar alguns e acho incrivel como ainda é possivel achar certas peças.
    Hoje mesmo me chegou dois dissipadores com ventoinha para 486 novos e produzidos recentemente.
    Outras peças novas que comprei são soquetes de memoria simm 30 vias, de 72 vias, soquetes ISA 16 bits e de 8bits, dois pentes de memoria simm de 32 Mb cada, todos novos, alem de alguns integrados. Fora outras peças que vi mas não preciso.
    Graças a isso torna-se possivel reparar placas antigas. Muito bom para nós que adoramos essas “velharias”!

    ResponderExcluir

Postar um comentário