AMD 5x86: o mais poderoso chip da classe 486

Lançado em meados de 1995, o processador AMD 5x86 (ou AMD X5) foi uma boa opção de upgrade aos que tinham placas-mãe soquete 3. Analisarei em todos os detalhes o modelo de 133 MHz.


O último processador 486 da Intel foi o DX4 de 100 MHz lançado em outubro de 1994, e após o mesmo a empresa voltou totalmente a sua atenção para o Pentium, que apesar de estar no mercado desde 1993 ainda não tinha um grande volume de vendas.

De olho no enorme contingente de proprietários de placas-mãe soquete 3 que ficaram “órfãos” de novos chips, a AMD e a Cyrix continuaram a desenvolver processadores para este soquete, embora que por aproximações distintas: enquanto a AMD refinou o processo de fabricação e lançou chips com maior frequência, a Cyrix usou alguns conceitos dos seus processadores 6x86 nos seus chips 5x86 para o soquete 3.

Isto posto, os chips 5x86 de ambas as fabricantes eram boas opções de upgrade na época, pois permitiam obter um nível de desempenho próximo ao dos Pentium de frequência mais baixa (como aqueles de 60 e 75 MHz) sem precisar trocar a placa-mãe.

O AMD 5x86 de 133 MHz

Os processadores 5x86 da AMD são considerados os mais rápidos chips da classe 486, tendo em vista que não houve alterações na microarquitetura. As suas especificações são as seguintes:

  • Plataforma soquete 3;
  • Frequência do barramento frontal de 33 MHz e multiplicador 4;
  • 16 KB de cache L1;
  • Litografia de 0,35 mícron (ou 350 nm);
  • Tensão de alimentação de 3,45 V.

Vale lembrar também que há duas variações do 5x86: uma com o cache L1 no modo Write-throught e outra Write-back, que permite um desempenho ligeiramente superior. Felizmente o meu exemplar é um Write-back (WB):

Compatibilidade

Como nem todas as placas-mãe soquete 3 contam com o multiplicador 4, o 5x86 remapeia internamente o multiplicador 2 para 4. Ou seja, basta configurar a placa como se o processador fosse um DX2 de 66 MHz que tudo funcionará como o esperado.

A principal questão de compatibilidade é quanto à tensão de alimentação, uma vez que o 5x86 é capaz de funcionar com uma tensão entre 3,3 e 3,6 V e muitas placas soquete 3 fornecem apenas 5 V. Há alguns exemplares do 5x86 que contam com um circuito regulador de tensão integrado, como os Kingston Turbochip (que são AMD 5x86 renomeados), que convertem os 5 V fornecidos pela placa para a tensão nominal do chip.

O 5x86 instalado na placa-mãe PCChips M919, que suporta a tensão de 3,3 V

Testes

Os testes foram realizados em conjunto com a placa-mãe PCChips M919, 32 MB de RAM FPM, disco rígido Seagate Medalist de 4,3 GB e placa de vídeo 3dfx Voodoo4 4500 PCI (veja maiores detalhes aqui e aqui). Sim, uma Voodoo4 é um completo exagero para um “486”, mas a placa de vídeo precisa ser a mesma para todos os processadores de modo a comparar os resultados.

Eis os números:

Como a nova metodologia de testes para processadores antigos está no começo ainda não há uma base para comparação, mas os números nos permitem fazer uma constatação. Assim como o Doom foi um divisor de águas entre os 386 e 486, o Quake fez o mesmo dos 486 para os chips da classe Pentium: note que mesmo com o 5x86 rodando a 133 MHz em conjunto com uma Voodoo4, o resultado fica longe de ser jogável com meros 12 quadros por segundo.

Overclock

Infelizmente não foi possível fazer o 5x86 rodar acima de 133 MHz. Subindo a frequência do barramento frontal tentei os ajustes de 40 MHz X 4 (160 MHz) e de 50 MHz X 3 (150 MHz), mas o resultado foi tela preta. Pelo que andei vendo, o pessoal costuma aumentar a tensão de alimentação para 4 V de modo overclockar o 5x86, coisa que não tenho coragem de fazer com um chip tão bacana como este.

Até a próxima!

Comentários

  1. Tenho uma pcchips parecida com esta, mas só funcionava com FSB a 25mhz quando colocava a 33mhz ela não dava nenhum sinal, hoje ela não dá vídeo mais, espero um dia descobrir como resolver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Se voce tiver muitas placas antigas, é interessante em investir numa dessas pc analyzer, se voce tiver tempo e paciência.

      https://www.ebay.com/itm/173019042929?chn=ps&gbraid=0AAAAAD_QDh_sY4K5kAoK6ZQk00xPeUZ99&norover=1&mkevt=1&mkrid=711-117182-37290-0&mkcid=2&itemid=173019042929&targetid=1266996084471&device=m&mktype=pla&googleloc=9011891&poi=&campaignid=13383533015&mkgroupid=124837462484&rlsatarget=pla-1266996084471&abcId=9300579&merchantid=433606836&gclid=EAIaIQobChMIjIS30pTo8QIVn21vBB3VLwrvEAQYAiABEgJkb_D_BwE

      No Mercado livre custa em torno de R$ 60,00

      Excluir
    2. Eu tenho uma parecida com essa, na m919 não aparece código nenhum, vlw pela dica.

      Excluir
    3. Mas pelo menos aparece os leds indicadores de tensões?
      Se estiverem apagados o problema é no circuito de alimentação.

      Excluir
    4. Vou olhar novamente e te falo, vlw.

      Excluir
    5. A placa é igual essa, https://tecseteletronica.loja2.com.br/img/0ac49944a966d587471276a93eb1a8c8.jpg.

      só acende os LEDs 1,2 e 4.

      Excluir
    6. Talves esse seja o manual:

      http://dimm.me/wp-content/uploads/PC-Analyzer-manual.pdf

      Se for o irdy apagado (manage is ready - dispositivo pronto) indica que dispositivo não está pronto.
      Experimenta outros slots, outro processador, e penso que seria interessante ver se a bios não está corrompida/apagada.
      Se for hardware, talvez só com um osciloscópio.

      Excluir
    7. Apenas complementando, essa sua placa não é boa para pc antigo.
      Voce deveria pegar uma PCI+ISA por ser mais compatível.
      Talvez essa seja a razão do led estar apagado (erro de interpretação )

      Excluir
    8. Já verifiquei nos outros slots e sempre a mesma coisa, eu só tenho 2x processadores para essa placa, AMD 5x86 e um cyrix 5x86 (o cyrix não tenho certeza se funciona) antes dela parar de vez ela estava com dois problemas, um de não funcionar com fsb33 e outro parecia ser alguma coisa nesse soquete, parecia ser algum mal contato.
      Mais pra frente compro uma placa dessa que você passou para fazer alguns testes. Obrigado.

      Excluir
    9. De nada!
      Espero que voce consiga!

      Excluir
  2. O meu é praticamente igual, mas é ADW.
    Eu não punha muita fé nessas placas Pc chips, mas depois que montei meu socket 7 (mmx 233) com uma delas fiquei impressionado.
    Tenho duas m571. Uma rev 3.2 e outra rev 7.
    Descobri que posso colocar um k6 2 de até mais de 400 Mhz. Mas na rev 3.2, alem da bios, eu tenho que alterar a rede resistiva do regulador de tensão do processador. O pessoal fez engenharia reversa, e tem um diagrama detalhado de como fazer. É só acrescentar um resistor em um determinado jumper e a outra extremidade ao terra. A tensão requerida é de 2.2volts.
    Talvez exista algo parecido para os socket 3 que não tenham a tensão para o upgrade. Vai de sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua 571 é a rev. 3.2 ou 3.2A? na 3.2A só remover o jumper JP6 que a tensão fica a 2.2v, tenho uma M571 rev3.2A coloquei um K6II 300 (FSB66), por incrível que pareça testei esse k6II na M571 e numa M598, a M598 teve um desempenho pior, a M571 foi em média 15% mais rápida, e mesmo com o k6II com o FSB a 95 (essa M598 que tenho não fica com fsb100) o K6II ficou ruim na M598.

      Excluir
    2. Eu tenho uma rev 3.2 e uma rev 7.
      Eu quero fazer a alteração de voltagem na 3.2
      A minha rev 7 ficou tão redondinha com meu p1 mmx 233 que fico com dó de mexer!
      To rodando win XP sp2 nela, e vou te falar, não parece um pentium 233!
      É uma pena que não consigo ativar o XP no SSD ide 32Gb que comprei. Iria ficar melhor ainda. Só teria que ver o que fazer em relação ao Trim tambem.

      Excluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Salvando uma placa 286

Ficou feio

Avaliando o ReFS