Rebuild #9 – My First SLI (Parte 2 – Montagem e configuração)

Veja como foi o processo de montagem do PC Rebuild #9 nos mínimos detalhes!


Caso você ainda não tenha visto, na primeira parte está a apresentação dos componentes. 👍

Como é de praxe, a montagem começou com a instalação do icônico Core i7 2600K na placa-mãe:


O Cooler Master Hyper N620 é simplesmente monstruoso!


O gabinete estava com anos de pó acumulado, hora do banho:



Ficou praticamente como novo!


Uma vez que a fonte Seventeam V-Force de 850 W já conta algumas primaveras, melhor checar antes como anda a sua saúde. Tudo OK.


Com as duas GeForce GTX 760 a montagem está quase concluída:


Como o gabinete Thermaltake Armor é antigo e não conta com baias de 2,5”, faz-se necessário usar um adaptador para baias de 3,5” em conjunto com o SSD:


Neste gabinete as unidades de armazenamento ficam instaladas nesta gaiola, que contém uma ventoinha de 120 mm:


Montagem concluída! O velho gabinete Armor não conta com um sistema de organização de cabos, até mesmo pois isso não existia quando ele foi projetado.


Positivo e operante!


Detalhe dos adesivos da época:


O Armor traz essa ventoinha gigante de 240 mm na lateral. Aquecimento é algo que não existe aqui!


O frontal:


Configuração

Este foi o primeiro boot da Gigabyte Z68X-UD3-B3 em algum tempo:



O setup desta placa-mãe é de legado, ao contrário do que afirma a imagem de boot.



A diversão fica na opção MB Intelligent Tweaker:



As informações sobre o lendário 2600K:


E sobre os módulos Patriot Viper DDR3-1600:


O SLI com as duas GTX 760 está ativado! 😍


Por fim, deixo informações sobre as unidades de armazenamento:



E a área de trabalho do Windows 7, talvez a mais bonita dentre todos os sistemas da janela:


Até a próxima parte!

Comentários

Postar um comentário