Athlon Server (Parte 3 – Over & Benchs & Games)

Antes de partir para as funções de servidor propriamente ditas, é lógico que o Athlon 3000G não seria poupado da bateria de testes do blog. Confira como ele se saiu!

Primeiramente, veja os componentes e a montagem do Athlon Server antes de prosseguir, caso ainda não tenha visto. 👍

Overclock

Já é amplamente conhecido que a “barreira de estabilidade” dos processadores da microarquitetura Zen original fica na casa dos 4 GHz de frequência em todos os núcleos, e não foi diferente com o Athlon 3000G. Meros 100 MHz a mais requerem um aumento obsceno da tensão de alimentação.

Uma vez que o cooler utilizado é um Wraith Stealth oriundo de um Ryzen 5 1400, a temperatura não é problema. Com o simplório cooler original certamente o bichinho esquentaria muito mais.

Para dar uma força para a GPU integrada subi os módulos de memória de 2400 para 2933 MHz:

Benchmarks

Os ganhos com o overclock foram bem razoáveis:

Teste Stock Overclock Diferença
PCMark 10 (Score) 3351 3588 6,61%
3DMark Time Spy Extreme (Score) 210 220 4,55%
3DMark Time Spy (Score) 492 501 1,80%
3DMark Fire Strike Ultra (Score) 302 310 2,58%
3DMark Fire Strike Extreme (Score) 619 639 3,13%
3DMark Fire Strike (Score) 1337 1381 3,19%
3DMark Sky Diver (Score) 4799 4926 2,58%
3DMark 11 (Score) 2200 2236 1,61%
3DMark Vantage (Score) 6336 6537 3,07%
3DMark 06 (Score) 12294 12968 5,20%
3DMark 05 (Score) 23359 24892 6,16%
3DMark 03 (Score) 31103 33353 6,75%
Cinebench R15 CPU (CB) 370 404 8,42%
Cinebench R15 CPU Single Core (CB) 130 149 12,75%
Cinebench R20 CPU (CB) 850 892 4,71%
Cinebench R20 CPU Single Core (CB) 334 338 1,18%
CPU-Z Multi Thread (Score) 1048,2 1176,2 10,88%
CPU-Z Single Thread (Score) 353,7 395,9 10,66%
7-Zip Multi Thread (MIPS) 14801 16092 8,02%
7-Zip Single Thread (MIPS) 4036 4343 7,07%
Super PI 1M 13 11 -18,18%
Unigine Heaven (Score) 667 698 4,44%
Unigine Valley (Score) 239 248 3,63%
Unigine Superposition (Score) 839 854 1,76%
V-Ray CPU (Ksamples) 2486 2651 6,22%
Handbrake (Segundos) 1472 1344 -9,52%

Quanto aos demais PCs avaliados pelo blog, nos testes single core/thread o 3000G foi muito bem, e nos demais ele ficou na briga com o A8 9600 e o Core 2 Quad Q9450, que possuem dois núcleos a mais do que o Athlon.

Nos testes gráficos houve algo curioso: a GPU integrada Vega 3 foi superada pela antiga Radeon R7 do A8 9600 na maioria deles. Quem diria! 😱

Jogando sem placa de vídeo

Será que dá para jogar apenas com um chip barato como o Athlon 3000G? Com a ajuda do Discoringa bombado fiz algumas simulações.

Até que é possível, mas ao menos em 1080p (com os ajustes gráficos no low) os resultados não foram muito animadores: na maioria dos títulos ele sequer atingiu os 30 quadros por segundo, e em alguns como o Battlefield V e o Metro Exodus ele sofreu para chegar aos 20 quadros, com os frametimes lá em cima e muito stuttering. Por algum motivo desconhecido no Doom o MSI Afterburner não funcionou de jeito nenhum, mas o 3000G sofreu para ficar acima dos 20 quadros com o Vulkan.

Foi apenas em títulos mais antigos como o Mad Max e o Bioshock Infinte que o Athlon atingiu um nível digno de performance, e esta é a conclusão que tiro: a Vega 3 integrada é adequada apenas para jogos mais antigos e aplicações 2D. Confiram no vídeo:

Até a próxima parte!

Comentários



Mais lidas da semana

Avaliando o ReFS

Revisitando o Windows 8