Rebuild #8 – Quad Speed (Parte 4 – Apps & Benchs modernos)

Como será que o Core 2 Quad e a Radeon HD 5870 se saem em aplicativos e sistemas operacionais contemporâneos? Veja aqui todos os detalhes!

Caso você ainda não tenha visto, vale a pena conferir também a apresentação dos componentes, a montagem e os benchs clássicos do Quad Speed antes de prosseguir. 👍

Windows 10

O Windows 10 funcionou perfeitamente no PC Quad Speed, inclusive os drivers da AMD para a Radeon HD 5870.

Se no Vista usei um tema azul em função do Core 2 Quad, no Windows 10 puxei mais para o lado vermelho da força.

Antes de partirmos para os benchs mostrarei maiores informações sobre alguns componentes do PC, começando pela Radeon HD 5870:

Como já havia mencionado na terceira parte da série, o chipset Intel P45 suporta no máximo módulos DDR3 a 1333 MHz, e na plataforma LGA 775 o controlador de memória fica no chipset (mais precisamente no chip ponte norte) e não no processador. Assim, não foi possível ir além dos 1333 MHz nos módulos de memória com estabilidade.

Utilizo o disco rígido WD Caviar Black desde 2009 (veja o número de vezes e de horas ligado), mas ele ainda está perfeito.

Também como comentei na Parte 3, basta subir a frequência do FSB dos 333 MHz originais para 400 MHz para transformar o Core 2 Quad Q9450 em um poderoso Core 2 Extreme QX9775, processador topo de linha do soquete LGA 775. E o Cooler Master Blizzard T2 consegue manter a temperatura sob controle numa boa! 😀

Benchs

Em testes menos exigentes como o 3DMark Sky Diver (DirectX 11 em 1080p) até que a Radeon HD 5870 ainda manda muito bem! 😎

Já em testes mais pesados como o Fire Strike o bicho pega, mas também pudera: o hardware do Quad Speed simplesmente não foi projetado para tais softwares.

O Time Spy não rodou. Será que é porque a Radeon HD 5870 não tem suporte ao DirectX 12? 😛

O disco WD Black entrega números condizentes com um disco mecânico da sua época, quando ele era topo de linha!

Vamos aos resultados. Por algum motivo oculto o V-Ray não rodou de forma alguma neste PC, provavelmente ele deve requerer algum conjunto de instruções que não está disponível no Core 2 Quad.

Teste Stock Overclock Diferença
PCMark 10 (Score) 1902 2175 12,55%
3DMark Fire Strike Ultra (Score) 341 337 -1,19%
3DMark Fire Strike Extreme (Score) 1153 1166 1,11%
3DMark Fire Strike (Score) 2802 2840 1,34%
3DMark Sky Diver (Score) 8583 8914 3,71%
3DMark 11 (Score) 4185 4351 3,82%
3DMark Vantage (Score) 15033 16983 11,48%
3DMark 06 (Score) 15648 18719 16,41%
3DMark 05 (Score) 18362 22148 17,09%
3DMark 03 (Score) 71106 77464 8,21%
Cinebench R15 CPU (CB) 299 359 16,71%
Cinebench R15 CPU Single Core (CB) 76 92 17,39%
Cinebench R20 CPU (CB) 637 666 4,35%
Cinebench R20 CPU Single Core (CB) 164 198 17,17%
CPU-Z Multi Thread (Score) 951,4 1143 16,76%
CPU-Z Single Thread (Score) 238,8 286,5 16,65%
7-Zip Multi Thread (MIPS) 12853 14867 13,55%
7-Zip Single Thread (MIPS) 3435 4010 14,34%
Super PI 1M (Segundos) 17 15 -13,33%
Unigine Heaven (Score) 1706 1949 12,47%
Unigine Valley (Score) 989 982 -0,71%
Unigine Superposition (Score) 2270 2225 -2,02%
Handbrake (Segundos) 1978 1699 -16,42%

Os ganhos com o overclock foram muito bons, principalmente dado o baixíssimo risco da operação visto que não mexi em nenhuma tensão de alimentação.

Se nos benchs clássicos o Quad Speed foi o mestre dominante, nos modernos ele compreensivelmente não chegou nem perto dos demais PCs já testados pelo blog. Não há como comparar.

Debian 10

Quando originalmente montei o PC Core 2 Quad em 2009 eu era um assíduo usuário do Debian, então na versão 6 com o Gnome 2. Assim resolvi também reviver esta velha paixão aqui, com o Debian 10 e o MATE (veja aqui como o instalar com todos os detalhes).

Vale lembrar que o PC Quad Speed também continua com os Windows Vista e 10 instalados, assim ao acionar a opção do Windows 10 no menu do GRUB é possível selecionar qual Windows será iniciado.

Voltando ao Debian, o seu processo de boot é todo em modo texto. Muito legal para ver como um sistema operacional funciona de verdade.

Esta é a interface do Debian 10 com o MATE. Praticamente idêntico ao do Debian 6 com o Gnome 2, muito bom!

Não é à toa que o Debian é um dos melhores sistemas operacionais em termos de estabilidade e otimização. Notem que ele não chega a usar sequer 600 MB de RAM!

Ao contrário do seu “filho” Ubuntu, o Debian não conta com uma loja de aplicativos, mas sim usa o velho e bom Synaptic (que é oriundo do Conectiva!) como gerenciador de pacotes.

Aplicações modernas como o LibreOffice e o Chromium não são problema para o Core 2 Quad.


Todos os componentes de hardware foram ativados sem problema.

Enfim, o PC Quad Speed provou que ainda tem muita lenha para queimar em aplicações modernas (incluindo o Windows 10, mas foi no Linux em que ele realmente brilhou) e em jogos menos exigentes. Sem dúvida os processadores Core 2 Quad foram um marco na sua época e continuam mandando bem até hoje.

Até o próximo projeto!

Comentários

  1. Nossa cara!!!
    Belo trabalho!!!
    E tem muita gente por aí que joga fora um core 2 quad achando que não tem mais utilidade!
    Porque voce não coloca uma placa de vídeo bem atual, e vê como ele se sai com alguns jogos atuais? Acho que pode surpreender!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, fazer um C2Q com hardware atualizado é algo que está nos planos. Mas não sei dizer para quando... 😃

      Excluir
  2. Poe um GTA 4, GTA V e outros jogos atuais!
    Até hoje eu uso na sala um Core2Duo E7300 com 4GB de memória DDR3, HD de 320GB e Placa de vídeo Geforce GT 520.

    Roda um GTA 4 bonito.

    ResponderExcluir

Postar um comentário