Montando um arranjo 3-Way SLI (Parte 2 –Benchmarks)

Podem observar: sempre que em algum fórum ou lista de discussão alguém pergunta sobre a associação de três placas de vídeo (seja em SLI ou CrossfireX), as respostas são invariavelmente muito parecidas: elas não escalam bem! Não vale a pena! Pois bem, prosseguindo com a série sobre o intrépido arranjo SLI com três placas baseadas na GPU Nvidia GeForce GTX 760, confira nesta postagem os resultados obtidos depois de uma verdadeira maratona de benchmarks realizados.

Os modos SLI e Crossfire sempre suscitam acalorados debates

O sistema de testes

Trata-se do meu PC Principal, o qual consiste na seguinte configuração:


Abaixo as telas do GPU-Z para as três GTX 760. Em destaque o modo de operação PCIE (x16/x8/x8) e a frequência de operação da MSI TwinFrozr, a qual é nominalmente abaixo das duas Gigabyte Windforce, mas que com a ajuda do ótimo utilitário EVGA PrecisionX todas as frequências foram equalizadas (clique na imagem para ampliar).


Tela do CPU-Z demonstrando o funcionamento do Core i7 3770K @ 4,5 GHz.


Metodologia

Os testes foram empregados com uma GPU ativa (Single), com duas (2-Way) e três (3-Way). Cada teste foi executado três vezes sendo que os melhores e piores resultados foram descartados. Diferenças de até 3% para menos ou para mais serão desconsiderados. Foram mesclados testes em resoluções diferentes e avaliações específicas do subsistema gráfico aferido pelos benchmarks 3DMark.

Resultados

3DMark Fire Strike 1.1 (1920 X 1080) Score


No teste Fire Strike (DirectX 11), o modo 3-Way foi 28% melhor que o 2-Way e 95% que o single.

3DMark Fire Strike 1.1 (1920 X 1080) Graphics Score


Na pontuação apenas para o subsistema gráfico (desconsiderando demais fatores tais como os cálculos de física), o 3-Way foi 43% superior ao 2-Way e 134% em relação ao single.

3DMark Sky Diver 1.0 (1920 X 1080) Score


O Sky Diver é um teste em DirectX 11 voltado para PCs intermediários. Aqui o 3-Way foi 10% superior ao 2-Way e 51% melhor que o single.

3DMark Sky Diver 1.0 (1920 X 1080) Graphics Score


O score gráfico do Sky Diver mostrou que o 3-Way foi 25% melhor que o 2-Way e 109% que o Single.

3DMark Cloud Gate 1.1 (1920 X 1080) Score


O teste Cloud Gate roda em DirectX 10 e aqui houve um empate técnico entre os dois modos SLI. Em relação ao single, o ganho foi de 23%.

3DMark Cloud Gate 1.1 (1920 X 1080) Graphics Score


O score de gráficos do Cloud Gate mostrou uma pequena diferença entre os modos 2 e 3-Way SLI (7%). O 3-Way foi 89% superior ao single.

3DMark 11 (1280 X 720) Score


O 3DMark 11 roda em DirectX 11 e por padrão é executado na resolução HD. Aqui o 3-Way foi 22% superior ao 2-Way e 79% superior ao single.

3DMark 11 (1280 X 720) Graphics Score


A pontuação exclusiva do subsistema gráfico feita pelo 3DMark 11 mostra uma vantagem de 47% do 3-Way sobre o 2-Way, e de 134% do primeiro sobre o single.

Unigine Heaven 4.0 Extreme (1600 X 900 8XAA) Score


No ajuste extreme (DirectX 11) do Heaven 4.0, o 3-Way foi 28% superior ao 2-Way e 113% melhor que o single.

Hitman Absolution (2560 X 1080 - 16XAA) - Avg FPS


No teste Ultra do Hitman Absolution, os modos 3-Way e 2-Way ficaram próximos (6%) e o primeiro foi 48% superior ao single.

Bioshock Infinite (1280 X 720) - Avg FPS


No benchmark padrão do Bioshock Infinite, o 3-Way foi 11% superior ao 2-Way e 44% melhor que o single.
Conclusão da parte

À luz dos números apresentados, cabem algumas ponderações. Em hardware, quase nunca 1 + 1 é igual a 2 e 1 + 1 + 1 é igual a 3, e aqui isto ficou provado. A maior diferença entre os modos 3-Way e 2-Way foi de 47% (média de 20,81%), e entre o 3-Way e o single foi de 134% com média de 83,54%. Se considerarmos apenas os números frios, podemos ser levados a dar razão (ao menos em partes) aos que afirmam que tal arranjo não tem boa escalabilidade, mas devemos levar em conta também outros fatores. Por exemplo, as minhas três GTX 760 custaram menos do que uma única GTX 980 custa hoje em dia (em agosto de 2015), o que resulta desta forma em uma performance condizente com o custo do conjunto.

Logicamente que também devemos levar em conta o custo da placa mãe e da fonte de alimentação capazes de levarem um arranjo 3-Way, mas se considerarmos que os modos SLI e CrossfireX são voltados para entusiastas que normalmente buscam conjuntos completos, isto não se torna tão relevante. A maior vantagem de tais arranjos é poder incrementar o desempenho gráfico do sistema aos poucos e com aproveitamento pleno do hardware existente.

Porém há uma vantagem que não pode ser expressa por simples benchmarks: a constância em jogos do “mundo real”. Abordarei este tema na próxima parte, assim como dicas de configuração para jogos incompatíveis e também destrincharei outras lendas e mitos que cercam tais arranjos. Até lá!

Anterior:

Veja também:

Comentários

  1. Muito bacana. Um comparativo interessante que você pode fazer é com relação à performance / consumo de energia. Tal comparativo seria interessante para ver quanto custa manter um arranjo 3 x 760 contra uma 980 por exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza uma 980 consome bem menos do que três 760. De qualquer modo ótima sugestão, será abordada na próxima parte. Abraço!

      Excluir

Postar um comentário