Tenha cuidado ao comprar placas de vídeo usadas

A modinha da mineração de bitcoins começa a esfriar e o mercado de hardware usado vai ficar abarrotado de placas de vídeo que foram utilizadas para esta finalidade. Fiquem ligados!


Estava eu navegando a partir do meu telefone esperto Asus Zenfone 2 quando o Chrome me sugeriu um artigo muito interessante da PC Gamer, que versa se vale a pena comprar placas de vídeo que foram usadas para mineração. Conforme o artigo, a tal moda está começando a esfriar e logo o mercado de hardware usado vai ser inundado pelas placas de vídeo empregadas para minerar bitcoins, principalmente as AMD Radeon RX 470, 480, 570 e 580, além das Nvidia GeForce GTX 1060 e 1070.

O maior problema destas placas é que ela foram submetidas a períodos prolongados de uso severo, o que pode diminuir consideravelmente a sua vida útil. Afinal de contas, na mineração as placas ficam ligadas 24 horas por dia e 7 dias na semana com 100% de uso, o que exige bastante de componentes tais como MOSFETs e capacitores, além da própria GPU e dos chips de memória - estes últimos com o agravante de que geralmente os mineradores fazem overclock, pois os softwares de mineração são sensíveis à largura de banda da memória de vídeo.

Como não há como diferenciar a olho nu as placas usadas para mineração, principalmente se foram limpas, o negócio é desconfiar de ofertas mirabolantes e exigir ao menos 90 dias de garantia, o que é de praxe para hardware usado. Se for possível (como quando se compra no Mercado Livre e afins), verifique o histórico e as qualificações do vendedor, e caso você tenha a menor desconfiança que seja não compre. Tomadas estas precauções, o mercado de hardware usado continua sendo uma ótima opção.

PS: eu queria publicar hoje o segundo artigo sobre o PC Windows Vista, mas nesta última semana tive alguns contratempos e não consegui terminar a edição das fotos e do vídeo (sim, vai ter vídeo!! 😁). Sem falar que estou começando um projeto grande no trabalho (migração de dois sistemas de legado em VB6 para .NET) o que esta me exigindo bastante. Acredito que o supracitado artigo saia na semana que vem sem falta. 😉

Comentários

  1. Essa precaução pode ser aplicada às placas mães também?
    Ou o esforço maior mesmo seria apenas as placas de video?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na caso da mineração, sem dúvida há um stress bem maior nas placas de vídeo.

      Excluir

Postar um comentário