Unboxing e primeiras impressões: 2x Gigabyte GeForce GTX 1070 Windforce OC

Monstruoso. Esta é a melhor definição do mais recente e arrojado upgrade que já fiz. Confira aqui uma visão geral e detalhes técnicos destas fantásticas placas.




Em relação às placas de referência da Nvidia (as chamadas Founders Edition ou simplesmente FE), este modelo Windforce da Gigabyte traz os seguintes diferenciais:

  • Sistema de refrigeração com duas ventoinhas de 90 mm;
  • Circuito regulador de tensão 6+2 fases, ou seja, seis fases para a GPU e duas para os chips de memória, enquanto que as placas de referência tem 5+1 fases;
  • Frequência base de 1582 MHz e boost de 1771 MHz, contra respectivamente 1506 MHz e 1683 MHz do modelo de referência.

Além destas características, há outras que são comuns a quaisquer placas com a GTX 1070:

  • 1920 CUDA Cores na arquitetura Pascal;
  • Litografia de 16 nm;
  • 8 GB de VRAM GDDR5 com frequência de 8008 MHz e acessada a 256 bits, com largura de banda de 256 GB/s;
  • Suporte ao DirectX 12, OpenGL 4.5 e Vulkan;
  • Suporte a até 2-Way SLI;
  • Consumo elétrico de 150 W com a utilização de um conector de alimentação PCIE de 8 pinos;
  • Interface PCIE 3.0 x16.

O kit da Gigabyte Windforce é bem enxuto: vem apenas um DVD com drivers e utilitários e um pequeno manual sobre a instalação:


Mas vamos ao que interessa: as placas! O sistema de refrigeração é bastante discreto:


O verniz do PCB é na cor preta, padrão das Gigabyte modernas:


A parte superior das placas com os conectores de alimentação:


Cada placa possui quatro saídas DisplayPort, uma HDMI e uma DVI:


Detalhe dos conectores para a ponte SLI:


Instalação

Como eu tinha três placas GTX 760 instaladas, achei melhor antes de prosseguir desinstalar o driver de vídeo com o utilitário DDU. Em seguida instalei uma 1070, o driver da Nvidia, a segunda 1070 e somente após isto conectei a ponte SLI EVGA V2.


Mesmo com as placas não sendo da EVGA, o LED da ponte SLI acendeu-se. Bacana!


Aqui as placas corretamente instaladas:



Habilitando o SLI:


Com as GTX 1070 finalmente foi possível colocar o monitor Dell S2716DG para funcionar em 144 Hz a 2560 X 1440, visto que as antigas GTX 760 suportam no máximo 120 Hz nesta resolução. Show!


As informações mostradas pelo GPU-Z. Interessante notar que a ponte EVGA V2 ativou o SLI no modo de alta largura de banda, e que cada placa faz uso de uma conexão PCIE 3.0 x16. Isto foi possível pois a placa mãe Gigabyte Z77X-UP7 possui o chip chaveador PCIE PLX PEX8747, e para ativar o PCIE 3.0 nos drivers da Nvidia é necessário fazer este truque.


Para finalizar, confesso que esta postagem foi apenas para dar água na boca. Nas próximas as placas serão exploradas ao máximo, com benchmarks e jogos diversos, comparativos da escalabilidade do SLI e overclock. Aguardem!

PS: antes que me perguntem se valeu a pena comprar duas 1070 depois do lançamento da 1080 Ti, digo que depende muito do ponto de vista. Dificilmente a 1080 Ti chegará por menos do que 4000 temers por aqui, e as duas 1070 custaram muito menos do que isto (achei uma boa promoção). Tudo é muito relativo! 😉

Veja também:

Comentários

  1. Sobre GTX 1080 Ti por menos de 4 mil, tem a Founder's Edition da NVIDIA por 3749 na PerformanceSolutions.
    http://www.performancesolutions.com.br/NVIDIA-GTX-1080-Ti-11GB-Founders-Edition-Pre-Venda/prod-4533430/

    Esse modelo geralmente é mais caro que as custom e a loja também tem má fama com preços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Considerando que com apenas uma conversão burra o valor da placa já fica em uns 2.200 reais, até que o preço dos caras não está ruim. Mas ainda é mais do que paguei pelas duas 1070.

      Excluir

Postar um comentário