Rebuild #5: eXtreme Performance (Parte 6 – A última chance da GeForce FX 5900)

Resolvi dar uma olhada mais a fundo na placa de vídeo GeForce FX 5900. Veja o que rolou!


A série Rebuild #5 está ficando mais para uma novela mexicana. Ela até que começou bem com a apresentação e a montagem dos componentes, mas a partir da terceira parte o drama começou, com o teste com uma nova placa-mãe e um novo problema.

Para o início do procedimento delicadamente removi a solução de refrigeração da placa, conforme podemos ver na imagem de abertura. Foi possível verificar que a pasta térmica já havia sido trocada, e que o thermal pad do cooler traseiro ainda estava em ótimo estado, não sendo necessária a sua substituição.

O primeiro passo foi remover a pasta térmica velha da GPU e dos chips de memória, que são DDR fabricados pela Hynix rotulados para a frequência de até 450 MHz, totalizando 128 MB. Aproveitei também para fazer uma inspeção visual nos componentes eletrônicos e não notei problemas aparentes, como algo danificado.


Eis a GPU NV35, com litografia de 130 nm:


Agora apliquei uma nova pasta térmica na GPU e nos chips de memória. Como a pasta que eu uso não é condutiva, não há problema se um pouco cair na placa de circuito impresso.


Com os dissipadores e os respectivos coolers remontados, o PC deu vídeo de primeira:


Mas a euforia durou pouco: a placa voltou a travar no 3DMark 03... 😭


Pela minha experiência, o fato dela travar apenas em uma condição específica indica que muito provavelmente o problema está na GPU ou na sua solda, no último caso sendo necessário fazer um procedimento conhecido como reballing, que exige equipamento e ferramental específicos (e caros). Desta forma, é economicamente inviável o reparo de uma placa tão antiga e de baixo valor de mercado.

Caso fosse um problema na VRAM é praticamente certo que a placa apresentaria artefatos na tela em várias situações, sem necessariamente travar o equipamento. Se outros componentes eletrônicos tais como capacitores ou bobinas estivessem com problema, tipicamente a placa nem ligaria e faria a placa-mãe bipar, com potencial para maiores danos em caso de haver um curto-circuito.

Assim dou por encerrados os esforços de resgate da GeForce FX 5900, e buscarei uma outra placa de vídeo para a continuidade do projeto, infelizmente. 😧

Comentários

  1. Já que vai engavetá-la, usa o método do forno nela...Vai que....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, se eu colocar uma placa "velha" no forno novinho da patroa vai dar morte durante o isolamento... e não vai ser pelo corona!!! hahahahaha

      Excluir
  2. Concordo!!!
    Não tem mais nada a perder!!!
    Por falar em reballing, no curso de conserto de tablet que fiz há vários anos, quase ninguém conseguiu ressoldar o CI. (Nem eu que tenho ótima habilidade manual) Virou uma maçaroca!!!
    Talvez falta de pratica.
    Mas se você tiver um soprador de calor, tenta!

    ResponderExcluir
  3. Só não esquece de colocar fita protetora térmica (não lembro o nome) nos SMDs próximos e para manter o CI em posição caso aqueça alem do necessário.

    ResponderExcluir
  4. Segundo o Getúlio da Getech Informática, colocar a placa no forno e usar soprador de calor não resolvem o problema, além de potencialmente criarem novos problemas:

    https://www.youtube.com/watch?v=vPtV5XOnjCA

    O que acham?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu salvei a HD 5770 do micro da minha mãe colocando no formo a 200ºC por 8 minutos, uns 3 anos atrás. Tinha parado de dar vídeo, até hoje está aí, firme e forte.

      Excluir
    2. Claro, ela só usa pra internet e textos, e de jogo é só o Mahjong, talvez por isso esteja ainda funcionando, nunca mais foi exigida como antes, que meu irmão jogava bastante.

      Excluir
    3. Eu piorei minha GTX660 com o esquema do Forno, depois descobrir que era problema de memória, e consegui “ressuscitar” uma placa mãe.

      Excluir
    4. Pois é WIL, a FX 5900 ao menos funciona muito bem em 2D e em jogos até o DirectX 8, assim ela poderia ser aplicada tranquilamente em outros projetos. Meu receio é inutilizar ela totalmente.

      Excluir
    5. A FX trava semente no 3dmark03? chegou a testar o 3dmark06.

      Tive uma experiência com uma K8N ate inusitada, com os drivers chipset mais atuais do site da nvidia após fechar o Windows media player11 com um vídeo (era sempre o mesmo) a máquina trava tudo, os demais vídeos quando fechava o WMP11 ficavam ok, mas com os drivers do CD não acontecia isso.
      A placa funciona até hoje.

      Excluir
    6. Testei no 05, nele a tela fica preta.

      Enfim, vou deixar a FX como está por enquanto, até eu poder testar em outra plataforma que não seja a AMD 462. Vai que resolve?

      Excluir
  5. Sem querer desmerecê-lo, mas trata-se do negócio dele né. Ele é um cara que tem embasamento pra falar, mas o método do forno, já me foi útil. Se não me engano, cinco minutos a 200 graus e boa, lembrando de proteger os capacitores co papel alumínio. Uma vez assei uma MX 440 sem, e estourou um capacitor. Há tópicos no CdH e Adrenaline a respeito, que servem de base para consulta dos procedimentos e relatos de falha e sucesso. Se houver alguma chance de enviar para reparo, sugiro não fazer mesmo, mas se for ficar no fundo de alguma gaveta ou prateleira, por que não assar ela?

    ResponderExcluir
  6. Legal! Assim que puder vou tentar, não há nada a perder mesmo...

    ResponderExcluir
  7. Ola Michael, gostaria de doar 2 placas pra voce usar neste seu projeto que estao paradas aqui em casa
    é uma Mx 400 e uma Geforce 6200 como poderiamos ver isso
    me manda um e-mail para conversarmos
    mauricio@megabrasildistribuidora.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mauricio, tudo bem? Agradeço pela generosidade, mas já tenho algumas MX400 e GF 6200 por aqui... :-)

      Um forte abraço!

      Excluir

Postar um comentário