Unboxing e primeiras impressões: AMD Ryzen 9 3950X

Demorou, mas finalmente a besta chegou! Para comemorar o feito este unboxing será mais detalhado do que o normal. Vale a pena conferir! 😉


Apresentação

A embalagem é a mesma do 3900X, sendo que a caixa é apenas mais fina uma vez que não acompanha um cooler.


O monstro esperando para ser libertado!


Como o comprei usado, não coube a mim ter a honra de tirar o selinho. Mas tudo bem, não sou ciumento! 💗

Por mais que esteja complicado, com alguma sorte ainda é possível encontrar boas ofertas no mercado de hardware usado. Foi o caso aqui: processador ainda com dois anos de garantia junto à AMD (conforme atesta a nota fiscal enviada junto com ele) e custando menos do que o Ryzen 9 5900X. 

Para o uso que faço do PC “cores nunca são demais”, enquanto o melhor IPC dos Zen 3 é mais indicado para os jogos mal otimizados. Vai de cada um.


Eis a besta! 👹 As suas características são as seguintes:
  • Frequência base de 3,5 GHz e boost de 4,7 GHz;
  • Dezesseis núcleos e 32 threads;
  • Controlador de memória DDR4-3200 de dois canais;
  • Vinte e quatro linhas PCI Express 4.0;
  • Cache total de 73 MB;
  • TDP de 105 W;
  • Interface AM4.

Instalação

O 3950X foi instalado na placa-mãe Asus TUF X570:


Positivo e operante! Com dezesseis núcleos e TDP de 105 W recomendo fortemente um watercooler: aqui uso o Deepcool Castle 280.


De volta aos 64

Com o novo processador, resolvi tentar colocar novamente os quatro módulos de memória G.Skill (64 GB no total). E não é que funcionou? 😛


Desempenho

Deixei tudo configurado nos padrões de fábrica (com o Precision Boost Overdrive ativado), pois não há qualquer sentido em fazer overlclock num processador desse.


Da mesma forma deixei os módulos de memória (G.Skill DDR4-3200) ajustados conforme o perfil XMP. Em um PC de produção, estabilidade é tudo!


Mas dezesseis núcleos e 64 GB de RAM não são um exagero? Bem, vejam o que acontece ao renderizar um vídeo em 1080p no DaVinci Resolve, onde é usado 17 GB de RAM! 😲


Nos comparativos do blog o Ryzen 9 3950X esmagou a concorrência, inclusive nos índices single core onde ele bateu até mesmo o Core i5 10600K, mostrando que o IPC dos Zen 2 também é respeitável.

Por fim, é realmente louvável o feito da AMD de trazer tamanho poder computacional aos meros mortais, o qual até há pouco tempo estava presente apenas em estações de trabalho que custavam pequenas fortunas. Impressionante.

PS: atualizei o projeto do Black Power NG. Confira lá!

Comentários

Mais lidas da semana

Pentium versus 5x86

O restritivo Windows 11

Microsoft Batch 98