Unboxing: placa-mãe Asus TUF Gaming X570-PLUS/BR

Fabricada na Zona Franca de Manaus pela Foxconn, este modelo da Asus é um dos mais baratos do mercado com o chipset topo de linha para a plataforma AM4, o X570. Vamos conhecer os seus detalhes!


Um detalhe no verso da caixa mostra a origem da placa:


As suas especificações básicas são as seguintes:

  • Soquete AM4 compatível com os processadores Ryzen de segunda e terceira geração;
  • Chipset AMD X570;
  • Quatro soquetes de memória com suporte a até 128 GB e módulos DDR4-4400 em overclock;
  • Um slot PCIE 4.0/3.0 x16 controlado pelo processador, sendo que o modo 4.0 somente é habilitado em conjunto com um Ryzen de terceira geração;
  • Um slot PCIE 4.0 x16@x4 controlado pelo chipset;
  • Há compatibilidade com o defunto Crossfire, mas não com o SLI (não que isso importe muito atualmente...);
  • Três slots PCIE x4 x1 controlados pelo chipset;
  • Dois soquetes M.2 com sinalização PCIE 4.0/3.0 x4 e SATA, sendo que um deles conta com dissipador de calor;
  • Oito portas SATA-600;
  • Codec de áudio Realtek S1200A;
  • Controlador Gigabit Ethernet Realtek L8200A;
  • Formato ATX padrão.


O circuito regulador de tensão conta com dissipadores de calor e possui 14 fases, controlado pelo chip Digi+ ASP1106GGQW. A placa possui dois conectores de alimentação auxiliares para o processador (um de oito e um de quatro pinos) – conforme a documentação, apenas o conector de oito pinos é requerido para a operação da placa.


Assim como todas as placas baseadas no chipset AMD X570, há uma ventoinha para a refrigeração do mesmo. Das oito portas SATA, quatro ficam na parte de baixo da placa e quatro ficam na borda, rotacionadas a 90 graus para não atrapalharem o uso de placas de vídeo maiores.



As trilhas do circuito de áudio são separadas das demais. O codec Realtek S1200A de 7.1 canais (coberto por um pequeno dissipador com o logo da marca TUF da Asus) conta com uma relação sinal/ruído de 108 dB para a saída de áudio analógico e de 103 dB para a entrada, que são ótimos números.


A placa de circuito impresso tem um verniz na cor preto fosco que é muito elegante.


Os conectores do painel traseiro, da esquerda para a direita (entre parêntese, a notação anterior do padrão USB):

  • PS/2 para teclado/mouse e duas portas USB 3.2 Gen 1 (ou USB 3.0);
  • Duas USB 3.2 Gen 1 e uma USB 3.2 Gen 2 (3.1) tipo C;
  • DisplayPort e HDMI;
  • Gigabit Ethernet e duas portas USB 3.2 Gen 2 tipo A;
  • Áudio analógico e S/PDIF.


Abaixo temos os acessórios da placa. O destaque vai para a certificação dos componentes militares.


Para finalizar, a Asus TUF Gaming X570-PLUS/BR é a rainha do custo x benefício dentre os modelos com o chipset X570, pois a mesma custa no varejo praticamente o mesmo preço das X470. Ela traz os recursos que mais importam (sem perfumarias desnecessárias), tais como as possibilidades de expansão e um codec de áudio topo de linha, além de ter uma construção robusta com componentes de ótima qualidade e um circuito VRM parrudo.

Entretanto, vale notar que atualmente ainda são poucas aplicações que tiram proveito do padrão PCI Express 4.0 trazido pelos Ryzen de terceira geração e pelo chipset X570, notadamente apenas SSDs de alto desempenho. Isto posto, a compra de uma placa-mãe X570 somente vale a pena se o preço estiver na mesma faixa das antecessoras X470.

Comentários