Unboxing e primeiras impressões: Cooler Master Hyper TX3 Evo

O Hyper TX3 Evo é uma solução de refrigeração de médio custo da Cooler Master, com ventoinha de 92 mm com suporte ao controle de rotação PWM e condutores de cobre. Confira aqui as minhas impressões sobre o produto.



No verso da embalagem estão as especificações completas do produto, que é compatível com quase todos os soquetes modernos da Intel e da AMD, inclusive o novo LGA 1151 (segundo a Cooler Master, sem o risco de entortar o processador). A única exceção é o soquete LGA 2011, o qual não é compatível.


Abrindo-se a embalagem vemos o Hyper TX3 e uma pequena caixa com os acessórios:


Acompanham o kit as presilhas para os padrões Intel e AMD, parafusos de fixação e também uma bisnaga com pasta térmica, além de guias de referência para a instalação. As armações metálicas na cor preta à direita da imagem são destinadas à inclusão de uma segunda ventoinha.


Os condutores de calor são de cobre e ficam em contato direto com o processador, além de virem de fábrica razoavelmente bem polidos.


A instalação dos suportes para os processadores Intel é fácil: basta fixar oito pequenos parafusos observando as inscrições presentes nos suportes de acordo com modelo do soquete. A instalação mostrada na foto é aplicada para os LGA 1156/1155/1150/1151.


A pasta térmica que acompanha o TX3 aplicada sobre o processador:


O Hyper TX3 Evo corretamente fixado. A instalação é idêntica à dos coolers padrão da Intel, ou seja, basta alinhar e apertar os clipes de fixação até ouvir o ruído característico do encaixe dos mesmos. Como o TX3 é leve não é necessário ter acesso ao lado das trilhas da placa mãe, o que realmente poupa um bocado de tempo e trabalho. A orientação do fluxo de ar deve ser a demonstrada na imagem abaixo, de modo a fazer com que o ar quente seja direcionado para a ventoinha de exaustão traseira do gabinete.


Finalizando, o Cooler Master Hyper TX3 Evo sem dúvida é um produto muito bem acabado e versátil, ainda mais se considerarmos o seu preço. 

A sua performance será demonstrada em uma futura postagem, visto que o TX3 integrará a minha mais nova configuração que está saindo do forno e não quero estragar a surpresa. Deixo algumas pistas: é possível observar que a placa mãe utilizada é a veterana Gigabyte Z68X-UD3-B3, placa LGA 1155 que durante muito tempo foi a minha placa principal e que ultimamente estava no meu antigo servidor doméstico. Também posso adiantar que esta configuração não será baseada no processador Celeron G1610 que equipava o servidor, até mesmo porque seria um completo absurdo combinar um cooler como o TX3 em conjunto com um simples Celeron.

Aguardem as cenas dos próximos capítulos! 😏

Veja também:

Comentários

  1. Tenho um desses, muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou gostando bastante também. Em breve sairá uma análise sobre a sua performance.

      Excluir
  2. O meu é um Hyper 212X, é parecido com esse daí só que não tem esse sistema de fixação padrão da Intel (que apesar de bem mais prático, é fácil de quebrar) e sim um sistema de parafusos, inclusive é mais trabalhoso já que tem que tirar a placa mãe do gabinete! Tenho um outro Hyper TX só que bem antigo, usava com soquete 775 e também tem esse sistema de fixação da intel... comprei usado na época e veio com umas das "perninhas" quebrada hehehehe um amigo meu substituiu a perninha e usei com um Q8200 na época.

    ResponderExcluir

Postar um comentário