O mito 80486 (Parte 8 – O Cyrix 80486 DX4 de 100 MHz e benchmarks clássicos)

Prosseguindo com a epopeia dos processadores 80486, desta vez será avaliado um modelo DX4 de 100 MHz da Cyrix. Veja aqui como ele saiu-se!




Sobre o Cx486DX4-100GP

Conforme vimos no texto sobre o Cx486DX2, a Cyrix desenvolvia os seus projetos de processadores 486 totalmente via engenharia reversa, os quais eram fabricados por empresas terceiras tais como a IBM, a Texas Instruments e a SGS Thomson. As especificações do Cx486DX4-100GP são as seguintes:

  • 8 KB de cache L1;
  • Frequência do barramento frontal de 33 MHz (e multiplicador 3);
  • Coprocessador aritmético integrado;
  • Tensão de alimentação de 3,45 V;
  • Lançado em setembro de 1995.




Montagem e funcionamento

Sendo totalmente compatível com o soquete 3 basta instalar o processador e configurar os jumpers.



O esquema dos jumpers:





Uma das preocupações era quanto a tensão de alimentação do processador, que oficialmente é de exóticos 3,45 V. Como a placa mãe dos testes permite configurar a tensão do processador apenas para 3,3 V, 4 V e 5 V, deixei ajustado em 3,3 V mesmo. Felizmente o Cyrix funcionou normalmente, sem qualquer problema de instabilidade, inclusive ligou de primeira!



O resumo do POST:



Assim prossigamos com os benchmarks! Como sempre, abra em outra janela ou aba a página comparativa de resultados para uma melhor compreensão dos testes. ;-)

Benchmarks

O sumário do Norton System Info 6.01, que nunca consegue acertar a frequência dos processadores... :p



Como já havia acontecido com o Intel DX2-66 e com o IBM 5x86-100, o Cyrix DX4-100 também bateu na pontuação máxima do software:



Com o mesmo disco Quantum de 640 MB, o índice de disco foi igual ao dos outros processadores:



Os dois resultados anteriores obviamente refletiram na pontuação final, também no teto do software:



No clássico benchmark 3D para MS-DOS o CxDX4 ficou 13% atrás do IBM 5x86, porém 38% à frente dos DX2-66 tanto da Intel quanto da própria Cyrix:



No SpeedSYS 4.78 o cenário foi similar: 10% atrás do 5x86, mas 43% à frente do Cyrix DX2 e 56% superior ao Intel DX2:



No Chris´s 3D o CxDX4 ficou apenas 6% atrás do 5x86, porém 22% à frente do Intel DX2 e 34% à frente do CxDX2:



Os resultados do Doom mostraram o CxDX4 39% à frente do Intel DX2, porém 14% atrás do 5x86.  A taxa de FPS é calculada dividindo o índice "gametics" pelo "realtics" e multiplicando o resultado por 35.



O CxDX4 teve um tempo de 1:22:09 no cálculo do Super Pi 1M. Foi 19% mais lento do que o 5x86, porém 23% mais rápido do que o Intel DX2 e 39% mais rápido do que o CxDX2:



Conclusão

Na época o Cx486DX4-100 era considerado um processador de ótimo custo x benefício, e os testes mostraram isto. Não fez mais sucesso por ter chegado tarde ao mercado, apenas em setembro de 1995, desta forma já no finalzinho do reinado dos 486. 

Outro destaque foi a superioridade do projeto 5x86 da própria Cyrix, tendo em vista que ambos rodam a 100 MHz.

Anterior:

Veja também:

Comentários

  1. Existe um cuidado ao adicionar pasta térmica em processadores com encapsulamento de cerâmica. Em algumas experiências tive que lavar o processador com álcool isopropílico para retirar os maus contatos que geram instabilidade devido a impregnação da pasta térmica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Limpei o Cyrix com álcool isopropílico também, pena que nem assim saíram os resíduos dos antigos adesivos de garantia.

      Excluir

Postar um comentário