O mito 80486 (Parte 7 – O IBM 5x86C de 100 MHz e benchmarks clássicos)

Para a presente parte da série sobre os processadores 80486 o pitoresco modelo IBM 5x86 foi avaliado. Confira aqui como ele se saiu!



Processador IBM? Pode isso Arnaldo?

A resposta é sim e não! Como vimos na parte anterior da série sobre o Cyrix DX2, a Cyrix era uma empresa sem fábricas que apenas desenvolvia o projeto dos processadores os quais eram efetivamente produzidos por outras empresas, dentre elas a IBM. Desta forma, sim, o IBM 5x86C era de fato produzido pela Big Blue, porém o seu projeto é da Cyrix, visto que a IBM jamais teve um projeto próprio de processador x86. É mais um exemplo da grande diversidade que marcou a geração do 80486, de longe a minha favorita.

O projeto é da Cyrix

As principais características do IBM 5x86C-100 são as seguintes:

  • 16 KB de cache L1;
  • Frequência do barramento frontal de 33 MHz (e multiplicador 3);
  • Coprocessador aritmético integrado;
  • Tensão de alimentação de 3,3 V;
  • Litografia de 0,65 µm ou 650 nm.


Arrumando os pinos

Este processador sofreu uma queda há algum tempo atrás e teve alguns pinos entortados, e desde então não foi mais ligado. Merdas acontecem!



Mas nada que uma pinça e uma boa dose de paciência não resolvam. Se você também for consertar pinos tornos de um processador vá devagar, pois se algum pino quebrar de vez o processador ficará inutilizado! Após desentortar verifique se o processador entra no soquete – se não entrar NÃO faça força, pois um ou mais pinos poderão entortar ainda mais ou até mesmo quebrar. Refaça os procedimentos com a pinça e tente novamente até conseguir.



Após algumas tentativas o processador finalmente entrou no soquete. Maravilha!



Agora é só configurar os jumpers!




O processador ainda estava vivo após o acidente e ligou de primeira. Nerdgasm total!

Repare que o processador é reconhecido como um Cx5x86

Benchmarks

Vamos ver como o IBM 5x86C se saiu nos benchmarks clássicos - antes de qualquer coisa, abra a página de compilação de benchmarks em outra aba para facilitar a comparação, OK?

Aqui o sumário do Norton System Info 6.01:

Não se engane, o processador está rodando a 100 MHz


No índice de CPU o IBM ficou empatado com o Intel DX2-66. Esta deve ser a pontuação máxima do software.



Também não houve mudanças nos índices de disco (o disco é o mesmo Quantum de 640 MB das outras avaliações) e no geral:




No Superscape 1.0 o 5x86 teve uma vantagem de 38% em relação ao Intel DX2-66 e ao Cyrix Cx486DX2-66. Uma boa marca.



No índice de CPU do SpeedSYS 4.78 o 5x86 ficou 43% à frente do CxDX2 e 56% à frente do Intel DX2.

O SpeedSYS detectou corretamente a frequência do 5x86: 100 MHz

No Chris´s 3D o IBM ficou 22% à frente do Intel DX2 e 34% acima do Cyrix DX2:



No demo2 do Doom o IBM obteve aproximadamente 42 FPS, 39% a mais do que o Intel DX2 e 47% a mais do que o primo CxDX2. A taxa de FPS é calculada dividindo o índice "gametics" pelo "realtics" e multiplicando o resultado por 35. Ou seja:

FPS = 35 * (gametics/realtics)



No Super Pi de 1M o 5x86 levou 1 hora e 6 minutos, um tempo 23% menor do que o Intel DX2.



Conclusão

O projeto do 5x86 da Cyrix realmente surpreendeu. Nas próximas avaliações o mesmo será comparado com demais processadores 486 de 100 MHz, aguardem!

Próximo:

O mito 80486 (Parte 8 – O Cyrix 80486 DX4 de 100 MHz e benchmarks clássicos)

Anterior:

Veja também:

Comentários

  1. Michael uma dica para desentortar os pinos diminuindo os riscos de quebrar os pinos é usar aquela "lapiseira pentel" que tem ponta metálica, facilitou bastante pra mim quando derrubei meu athlon x2, empenou quase metade dos pinos, foi uma tarde tensa pra colocar tudo no lugar. Continue sempre com os benchmarks, são as melhores postagens do blog, tá de parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela dica! Imagino que desentortar os pinos de um Athlon X2 deve ter sido tenso!

      Excluir
  2. Tenho um desses (versão cerâmica sem o heat spreader) que usei para brincar 14 anos atrás... cheguei a rodar poucos clipes mpeg ( no ms-dos é claro) redondinho em tela cheia.... o interessante foi que eu ajustei frequência FSB para 40 Mhz e o mesmo rodou anos sem instabilidade à 120Mhz (com um cooler de K6-2 adaptado).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os projetos da Cyrix estão me surpreendendo bastante, no melhor exemplo de bom e barato (na época).

      Excluir
  3. Desculpe lembrar... 0,65 micrometros equivalem 650 nanometros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Desculpe a nossa falha. Corrigido! :-)

      Excluir
  4. http://www.cpushack.com/CyrixShirtsandstuff.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, daria um rim para ter uma camiseta dessa, principalmente aquela do MII!

      Excluir

Postar um comentário