Ressuscitando um antigo 286 (Parte 6 – um novo exemplar)

E não é que a série Ressuscitando um antigo 286 por sua vez também vai ser ressuscitada? Estou retomando o assunto pois obtive um exemplar de processador 80286 e placa mãe especialíssimos. Todos os detalhes aqui!

Processador 80286 fabricado pela Harris de 25 MHz

Assim como o meu primeiro 80286, este também é fabricado pela Harris sob licença da Intel, mas com um grande diferencial: ostentando a respeitável frequência de operação (para a época) de 25 MHz, este é o 286 mais rápido já fabricado no planeta Terra! Como curiosidade, a Intel jamais fabricou um 80286 de mais de 12,5 MHz. Nergasm total! 

Excetuando-se a sua frequência de operação, as demais características técnicas são as mesmas de todo e qualquer 80286: registradores e barramento de memória de 16 bits, com endereçamento de 24 bits e acesso a no máximo 16 MB de RAM - na primeira parte desta série há mais detalhes técnicos sobre a plataforma dos 80286. Baseado na placa mãe PC Chips M-216A, outro grande diferencial deste kit é o seu ótimo estado de conservação (a placa parece que foi comprada ontem, estado de zero, impressionante!) inclusive com o seu manual de instruções original. Um belo achado!


Vou agora identificar os principais componentes desta placa mãe:

  • 1 – Microprocessador Harris 80286 de 25 MHz (soquete PLCC);
  • 2 – Chip ponte norte (ou chipset);
  • 3 – Chips DIP de memória RAM totalizando 640 KB;
  • 4 – Espaço para instalação de mais chips de memória RAM;
  • 5 – Soquete para a instalação do coprocessador aritmético 80287 ou um modelo compatível (soquete DIP);
  • 6 – Chip controlador da interface do teclado;
  • 7 – Seis slots ISA de 16 bits;
  • 8 – Chip que contém os programas BIOS e Setup;
  • 9 – Chip RTC (Real Time Clock).

Vejam o detalhe dos slots ISA bem como o modelo da placa mãe...


... bem como também o lado da solda.  Coisa linda!


O manual original.



Como curiosidade, esta placa também suporta a instalação de um processador 80386 SX no lugar do 80286. Basta remover o 286 com a ajuda de um extrator PLCC, instalar o 386 SX e configurar alguns jumpers. Sem dúvida foi um bom caminho de upgrade para a época: apesar de manter o mesmo barramento externo de 16 bits do 286, o 386 SX tem algumas vantagens tais como contar com registradores de 32 bits, memória virtual, modo virtual 8086 e um modo protegido realmente funcional, o que permitia rodar o Windows 3.X neste modo e não no modo real propiciando um melhor desempenho e estabilidade. Para quem quiser saber mais detalhes sobre os modos de operação real e protegido, recomendo a leitura da Parte 3 desta série.

Detalhes da substituição do 286 por um 386 SX no manual de instruções

Montagem na bancada

Além da placa mãe PC Chips M-216A com 640 KB de RAM e do processador Harris 80286 de 25 MHz, complementam a configuração:

  • Placa de vídeo WDC ISA padrão VGA;

  • Placa controladora Super I/O Goldstar ISA, contendo uma interface IDE para discos rígidos (1), interface de disquete (2), interface serial (3) e paralela;


  • Disco rígido IBM de 171 MB, um clássico!



Este disco utiliza a interface IDE/ATA

Complementam também a configuração uma fonte AT genérica de 250 W e uma unidade de disquete de 3,5” e 1,44 MB.

Sistema montado em bancada

E será que o sistema ligou e inicializou? Sim, e de primeira! Realmente gosto quando isto acontece, outro nergasm! E olha, o bichinho é rápido, até mesmo para entrar no Setup é preciso ficar atento! :p


A tela Standard CMOS Setup. Aqui não há opção de detecção automática do disco rígido, desta forma os parâmetros do disco tais como o número de cilindros (Cyln), cabeças (Head) e setores (Sect) devem ser digitados manualmente conforme constam na etiqueta do disco.


A tela Advanced CMOS Setup.


Finalizando, este novo conjunto baseado no processador 80286 representará uma retomada definitiva da série. Novas atualizações bem bacanas estão a caminho, vocês não perdem por esperar! :)

Próximo:

Anterior:

Veja também:

Comentários

  1. Com um i286 nada de multitarefa entre aplicativos MS-DOS no Windows 3.x. :-(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. A multitarefa entre aplicativos MS-DOS dentro do Windows só foi atingida com o modo Virtual 8086, surgido a partir dos 386.

      Excluir
  2. Esta eu conheço bem... belo destino para Placa 286, (que bom que ela foi para um bom lar) entusiasta como eu.... fico feliz em ver seu projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele será muito bem cuidado! O 286 ganhou uma montagem definitiva e não apenas em bancada, logo sempre ligo ele para curtir um pouco. No mais obrigado amigo!

      Excluir

Postar um comentário