Especial OS/2 (Parte 4 – Aplicativos e recursos)

No derradeiro episódio da série do OS/2, mostrarei as aplicações nativas do sistema e também recursos avançados. Confira!


Ao longo desta série sobre o sistema operacional da IBM vimos a preparação do disco, a instalação e também a sua interface. Pois bem, agora mostraremos os seus aplicativos e recursos.

De um modo geral o OS/2 Warp 4.5 traz um conjunto de softwares condizente com a época (lembre-se que ele foi lançado em 1996), começando por um editor de texto:


Também há um editor mais simples, no estilo do bloco de notas do Windows:


Em meados da década de 1990 as então chamadas “aplicações multimídia” estavam em alta, e o OS/2 traz um conjunto delas:

Reprodutor de CDs de áudio

Reprodutor de vídeos

Visualizador de imagens

Um sistema operacional dos anos 90 nunca é completo sem o paciência!


Este jogo de xadrez em 3D é bem bacana:


O relógio também não pode faltar!


O gerenciador de arquivos:


Recursos avançados

O sistema também conta com um gerenciador de discos e partições:


Bem como um gerenciador de dispositivos:


O OS/2 traz um interpretador de comandos compatível com o MS-DOS, bem como também faz uso dos famosos arquivos de configuração CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT.

AUTOEXEC.BAT do OS/2

CONFIG.SYS

Há também um interpretador de comandos próprio:


Mas um dos recursos mais bacanas do OS/2 é a sessão WIN-OS/2, que permite carregar uma cópia completa do Windows 3.1. 

Embora isto resolva o problema da compatibilidade com as então onipresentes aplicações “for Windows”, acabou por desestimular ainda mais os desenvolvedores a portarem os seus softwares para o sistema da IBM, sem falar que a Microsoft também ganhava uma grana em cada cópia vendida do OS/2.


O WIN-OS/2 permite executar softwares de 16 bits para Windows de forma muito mais estável do que o próprio Windows 3.X, uma vez que ele roda totalmente isolado na sua área de memória.


Todos os recursos do Windows 3.1 estão presentes:


Também é possível alternar para o modo de tela cheia, onde o chaveamento entre os dois sistemas é feito pelo ícone do OS/2 no desktop do Windows:


O gerenciador de arquivos permite navegar por todo o disco, não apenas entre os arquivos do subsistema WIN-OS/2:


Finalizando a sessão:



Enfim, o OS/2 é um dos softwares mais injustiçados de todos os tempos. O sistema é robusto, estável e cheio de recursos avançados, mas a IBM não contava com a trairagem astúcia do tio Bill que criou o Windows NT a partir do projeto do OS/2, como vimos na primeira parte desta série. Se não fosse por isto, talvez a história como a conhecemos hoje seria completamente diferente.

Comentários

  1. Nossa!
    Que pena que a IBM não teve uma visão estratégica apropriada. Hoje poderíamos ter um concorrente a altura, e com certeza toda a história do Windows seria diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o maior erro estratégico da IBM foi ter confiado no til Bill.... rsrsrs

      Excluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

286 turbinado #6

As idas e voltas da tecnologia

Pentium versus 5x86

Adeus Gotek!