Dicas Linux #7: Como instalar o Ubuntu 20.04 LTS

Veja aqui como instalar a nova versão da mais popular distribuição Linux!


O primeiro passo é baixar a imagem ISO e em seguida criar um pendrive de inicialização com a mesma. Realizar um planejamento da alocação das unidades de armazenamento e do ambiente de dual boot também são recomendáveis, caso você for manter o Ubuntu juntamente com o Windows 10 no mesmo PC.

Com o pendrive pronto, entre no setup da placa-mãe e a configure para iniciar a partir do mesmo. O nome da função pode mudar conforme a marca e modelo da placa, mas geralmente ela fica no menu “boot” ou algo similar.


Seleciona o idioma e clique em Instalar o Ubuntu. Caso você queira testá-lo “sem qualquer compromisso” clique em Experimentar o Ubuntu para carregar o sistema diretamente do pendrive no modo live.


Se o layout do teclado for o ABNT2, use a opção “Portuguese (Brazil)”. Caso for o modelo sem a tecla “Ç”, use a opção “Inglês – EUA (EUA, intern. alt.)”. Neste caso, para digitar a cedilha deve ser usada a combinação de teclas Alt + , + C.


Eu costumo marcar as opções de instalação normal e a de baixar softwares de terceiros.


Como prefiro ter o controle total sobre a instalação, eu uso a opção avançada.


Aqui estou usando um SSD de 480 GB com o Windows 10 já instalado. Além da partição do sistema (/) também é recomendável criar uma partição separada para a /home.


Para criar partições clique no botão “+”. De um modo geral algo em torno dos 60 a 80 GB para a partição / está de bom tamanho, e o restante pode ser alocado para a /home. Não é necessário criar uma partição para o swap.


Selecione o fuso horário:


Entre com o nome do computador, do usuário e senha:


Agora é só relaxar a aguardar a cópia dos arquivos.


O instalador também precisa baixar alguns pacotes, assim é recomendável ter uma conexão à Internet funcional durante a instalação.


Concluído! 😀


Remova o pendrive de inicialização:


Após reiniciar o PC, a nova tela de login será exibida:


As próximas configurações são opcionais e podem ser feitas depois.





Um dos destaques do novo Ubuntu é o tema escuro para o Gnome:


Não foi criada uma partição para o swap, mas o sistema automaticamente alocou 2 GB na partição de sistema. Muito bom!


A AMD ainda não lançou drivers gráficos para o Ubuntu 20.04:


Entretanto o driver open source funciona muito bem para as Radeon RX, com bem menos potencial de problemas e dores de cabeça.



Agora é só desfrutar do novo Ubuntu 20.04! Como ele é uma versão LTS (Long Term Support) você não precisará se preocupar em mudar de sistema operacional pelos próximos cinco anos. 😎

Comentários

  1. Não uso Linux faz tempo, sei lá, me parece que ele não reconhecia ou oferecia suporte a hardwares mais modernos, não tinha suporte pra criptografia em salvar as chaves no chip TPM, o Windows 10 me pareceu mais "acessível" em uso de hardware.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar dos problemas com as atualizações, o Windows 10 é um ótimo sistema operacional.

      Excluir

Postar um comentário