Asus Zenfone 5: recursos e desempenho

Confira aqui os principais recursos de software e alguns números de desempenho do Asus Zenfone 5, bem como o meu veredicto final sobre o aparelho.


Primeiramente, vale a pena conferir a postagem do unboxing do Zenfone 5, onde o aparelho e as suas características técnicas são demonstrados, caso você ainda não tenha feito.

Sistema operacional e recursos

De fábrica o Zenfone 5 vem com o Android 8. Mas foi só conectar à Internet pela primeira vez que pintou uma notificação de uma grande atualização, que efetivamente trouxe o Android 9 e foi seguida de duas atualizações menores, de segurança e da interface ZenUI.


Que a Asus não nos deixe na mão em relação ao Android 10!


Esta é a interface principal do aparelho. Curtiram a hora do despertador? Ser trabalhador e pai de família (ai que delícia!) é isso aí! 😁


Desde o Zenfone 2 é perceptível que a interface proprietária da Asus, a ZenUI, passou por grandes refinamentos, ficando muito mais polida e responsiva. Também não notei aqueles erros crassos de tradução para o português que a ZenUI antiga tinha.

Falando em responsividade, este é um grande destaque do Zenfone 5. Apesar do Snapdragon 636 ser um SoC intermediário, as respostas são sempre instantâneas e o sistema como um todo apresenta uma grande fluidez. Sem comparação com o meu anterior Moto G5S Plus (veja todos os aparelhos que eu já tive aqui).


As configurações presentes na ZenUI. Além do uso da digital, o aparelho também pode ser desbloqueado por reconhecimento facial, que funciona razoavelmente bem.


Um destaque da ZenUI é o seu gerenciador de arquivos, que cumpre muito bem o seu papel:


Câmera

Com lentes e sensores fornecidos pela Sony, a câmera traseira é dupla com 12 MP + 8 MP, esta angular para aumentar o campo de visão, segundo a Asus. Ainda conforme a publicidade da empresa, o software da câmera possui uma “inteligência artificial” que vai aprendendo o modo como você tira as fotos, e se ajusta à estes parâmetros. Se funciona ou não só o tempo irá dizer.


Abaixo reproduzo algumas imagens:


O Zenfone 5 também suporta o recurso HDR:

HDR Off

HDR On

O que vocês acharam? Para mim, a imagem com o HDR ativado traz detalhes mais nítidos, como o mosaico da caixa do processador. Mas vamos para paisagens mais interessantes:



Claro que se trata de uma opinião inicial, mas a princípio considero que a câmera do Zenfone 5 é boa sem ser espetacular. Em tempo, ela filma em 1080p a 60 quadros por segundo e em 4K a 30 quadros.

Hardware e desempenho

O CPU-Z mostra o SoC Snapdragon 636, onde os quatro núcleos Kyro 260 Silver de 1,6 GHz e os quatro Gold de 1,8 GHz são visíveis:


As demais características do aparelho:


A bateria de 3.300 mAh é adequada para um dia de uso, claro que dependendo do uso. Como um bom zumbi de TI, fico o tempo todo com o Spotify ligado e ao final do dia ainda há um pouco de carga, algo em torno dos 35%. Há suporte para carregamento rápido e segundo a Asus a bateria chega aos 60% de carga em 38 minutos.

Falando no áudio, além da bem-vinda presença do conector P2, o Zenfone 5 conta com alto falantes estéreo com uma intensidade sonora relativamente alta. Em ambientes menores pode nem ser necessário usar uma caixa de som discreta.


Os sensores de temperatura:


Agora com o Geekbench 5:


Infelizmente a métrica do Geekbench 5 é diferente do 4 (que não está mais disponível no Google Play), assim não é possível comparar os números com os obtidos com os outros aparelhos já testados no blog.


O índice OpenCL mede o desempenho da GPU. 

De qualquer modo e como eu já mencionei anteriormente, o Zenfone 5 possui uma fluidez muito boa, sem os “engasgos” que muitos aparelhos Android sofrem.


Concluindo, posso dizer que o Zenfone 5 é um aparelho intermediário em tudo. Ele não tem grandes pontos positivos (o maior deles talvez seja o design externo, que é acima da média), mas também não tem destaques negativos, nada que possa ser considerado ruim. É o que eu chamo de aparelho “pau para toda obra” para quem quiser fugir dos modelos de entrada.

Felizmente após o lançamento do Zenfone 6 o preço de 5 despencou (ele custava em torno dos R$ 1.600 no início do ano), podendo ser achado em promoções até por menos do que mil mitos. Nesta faixa de preço ele se torna uma compra muito interessante, pelo SoC Snapdragon 636, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, além do acabamento de alta qualidade.

Comentários