Os Zen+ estão chegando! (Atualizado)

Nova safra de processadores AMD está no forno e deverá ser lançada do final do primeiro semestre. A melhor notícia é que as placas AM4 atuais realmente serão compatíveis. E sim, estou de volta! 😄


A imagem de abertura desta postagem foi tirada da página de suporte da minha placa-mãe ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4: o novo firmware compatível com os Zen+ já está disponível! Conforme as primeiras informações os Zen+ terão alguns aperfeiçoamentos: litografia de 12 nm (os atuais são 14 nm), maiores frequências de operação (será que terão mais margem para overclock?) e a tecnologia Precision Boost 2.0. Também há rumores de que o IPC será algo em torno dos 15% maior.

Mas sem dúvida a melhor notícia é a compatibilidade com as placas AM4 atuais, conforme eu já havia antecipado no início de dezembro. Ao contrário do que ocorreu com a última geração da Intel, no caso dos AMD será possível mesclar processadores e placas-mãe de primeira e segunda gerações. Muito bom.

Atualização 21/01/2018: atualizei para a versão 4.50, porém a mesma tem um bug que faz a função RAIDXpert (que permite configurar arranjos RAID no modo UEFI) desaparecer do Setup. Assim voltei para a 3.50 e vou esperar que a ASRock corrija o problema, para a qual já reportei a questão.

Comentários

  1. Oba! Voltamos com as novidades e velharias! Espero que as férias tenham sido bem jóia :P Sobre os Zen+, decisão maravilhosa (e esperada na verdade, vindo do lado verde) de manter processadores e placas intercambiáveis. Tomara que os 12nm permitam overs acima dos 4 GHz mas sem precisar chegar no limite da tensão. Não creio que haverá aumento de IPC porque a microarquitetura talvez esteja intocada, pois a AMD só falou sobre a troca do processo de litografia. Esse aumento de 10 a 15% poderá vir com a série 3000, essa sim com mudança arquitetural. Espero estar errado e que os 2000 tenham sim ganho de IPC, nem que seja de 5%, porque aí eles vão estar em pé de igualdade com os Intel pós-Haswell. Eita briga boa!

    ResponderExcluir
  2. Que tal um teste simples como proposto nesse site pra termos uma ideia de como os Ryzen atuais estão a nível de IPC? Fonte: https://uk.hardware.info/reviews/6215/intel-five-generation-ipc-test-broadwell-haswell-ivy-bridge-sandy-bridge-and-nehalem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pegando os resultados deste teste que eu fiz (http://www.michaelrigo.com/2017/06/especial-ryzen-overclock-benchmarks.html), no Cinebench em single o meu Ryzen ficou ligeiramente acima do Broadwell, já em multi thread ele deu um banho, o que era esperado.

      Isto para o Ryzen sem overclock, já a 4 GHz ele fica bem acima do Broadwell, imagino que no mesmo nível dos Skylake/Kaby Lake.

      Realmente é uma façanha da AMD entregar 8 cores neste nível por mil temeres-picaretas. Se os Zen+ realmente manterem o mesmo IPC, ficarei com o meu 1700 por um bom tempo até mesmo pois ele roda a 4 GHz numa boa, com uma tensão bem aceitável.

      Excluir

Postar um comentário