Os Ryzen 2 serão compatíveis com as placas-mãe AM4 atuais

A AMD confirmou oficialmente que os novos processadores Ryzen funcionarão nas placas-mãe AM4 atuais, o que sem dúvida é uma ótima notícia aos felizes donos destas placas (e um baita tapa na cara da Intel).


É isto mesmo pessoal. Os novos Ryzen, também referenciados como Pinnacle Ridge, funcionarão nas placas-mãe AM4 atuais necessitando quanto muito de uma atualização do firmware - o AGESA 1.0.0.7 já é compatível com os novos Ryzen e com as APUs Raven Ridge. Que maravilha! 

A AMD foi além e também afirmou que o soquete AM4 deverá ser o carro-chefe da empresa até pelo menos 2020, embora isto não signifique muito sobre a compatibilidade dos chipsets atuais, visto que utilizar a mesma interface mecânica e elétrica não quer dizer muita coisa.

Isto sem dúvida é um baita tapa na cara da Intel, que fez uma grande lambança na transição dos Kaby Lake para os Coffee Lake: as CPUs de sétima geração não funcionam nas placas Z370 e as de oitava geração não funcionam nas placas Z270, e há quem diga que isto foi por pura preguiça e má vontade.

Voltando aos processadores AMD, dependendo de como os Ryzen 2 vierem sem dúvida será um ótimo caminho de upgrade.

Fonte: TechPowerUp.

Comentários

  1. Sempre confiei muito na qualidade da Intel, mas estou cada vez mais inclinando me para a AMD.
    Qualidade é importante, mas respeito pelo cliente vale ouro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu desde a época dos K6 fui simpatizante da AMD... rsrsrs
      Eu diria que em termos de custo x benefício o Ryzen 7 1700 é um dos melhores de todos os tempos, ao lado do Celeron 300A e do Duron.

      Excluir
  2. Se os Ice Lake e seus 10nm vierem com a microarquitetura sucessora da Core tão boa quanto A Nehalen foi em comparação com a Core, é melhor os Ryzen 2 serem do balacobaco, senão viveremos uma nova era do tipo Phenon primeira geração vs Core i. Torçamos pra que não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso queimar a língua, mas não acho que vai ser tudo isso não. O meu ex 3770K em single thread em média fica uns 50% atrás do 8700K (dependendo da aplicação) e olha que temos cinco gerações de distância.

      Eu realmente não acho que a Intel tenha essa bomba atômica na manga, mas nunca se sabe....

      Excluir
  3. E essa, agora? Pouco malandrinha essa Intel, não? https://wccftech.com/intel-coffee-lake-100-series-motherboard-support/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o engenheiro da Asus estava certíssimo. Baita sacanagem, para dizer o minimo.

      Excluir

Postar um comentário