RIP VHS

Você sabia que os videocassetes ainda são fabricados? Pois é, eu também não sabia, porém a sua produção não durará mais muito tempo: a última fabricante de videocassetes no padrão VHS é a japonesa Funai Electric, cujos aparelhos são vendidos sob a marca Sanyo. Conforme a empresa, o mercado encolheu assustadoramente e está cada vez mais difícil conseguir os insumos para a produção, e desta forma vai encerrar a fabricação no final de agosto. 


A Funai está no mercado de videocassetes desde 1983 e já chegou a vender 15 milhões de unidades por ano, porém no ano passado vendeu "apenas" 750 mil (o qual, para mim, ainda é um número muito expressivo, porém deve ser insuficiente para cobrir os custos de produção). Por outro lado, as fitas VHS deverão demorar a desaparecer visto que ainda são facilmente encontradas no mercado, principalmente no Japão. Convém lembrar que as fitas Betamax, padrão que foi infinitamente menos popular do que o VHS, foram produzidas pela Sony até março deste ano (os videocassetes Betamax foram feitos até 2002).

Enfim, o VHS poderá descansar em paz com a certeza do dever cumprido. Foi um grande marco tecnológico da humanidade, o DVD e tampouco o Blu-Ray não foram capazes de matá-lo. Sucumbiu apenas perante as mídias on-line sob demanda tais como o Netflix e o YouTube, porém aí já era pedir demais do velho e bom VHS - em 1976, quando o padrão foi apresentado, tais tecnologias só existiam na ficção científica.

O videocassete Samsung Hi-Fi que atendeu a minha família por anos.
Funciona até hoje, e com uma limpeza das cabeças fica bala

Veja também:

Comentários