Finalmente o Betamax descansará em paz

Se você ainda utiliza um videocassete do padrão Betamax, tenho uma péssima notícia: a Sony anunciou que encerrará a produção destas fitas em março do ano que vem (use o tradutor do Google). É isto mesmo que você leu: em pleno ano de 2015 a Sony ainda fabrica fitas Betamax! Wow!



Apresentado em 1975, o padrão conseguiu um efêmero sucesso até o lançamento do VHS pela JVC no ano seguinte. Após muita luta, o Beta acabou sucumbindo ao VHS por certos fatores, um deles a duração das fitas: as VHS comportavam duas horas, contra apenas uma hora das Beta, fator imensamente valorizado pelo público de então - a única suposta vantagem do Beta, a qualidade de imagem, foi suplantada quando surgiram os aparelhos VHS com mais de uma cabeça. Porém a principal causa do fracasso do padrão deveu-se à política da Sony de cobrar um valor elevado pelo licenciamento do formato a outros fabricantes, enquanto que a JVC liberou gratuitamente as especificações do VHS para quem quisesse produzir aparelhos e fitas do padrão. A Sony pagou caro pela soberba.

Fita Betamax. Imagem: Wikipedia


Somente quem viveu no auge dos videocassetes nos anos 1980 tem a noção exata do que foi a disputa dos formatos - se você acha que a briga Blu-Ray X HD-DVD foi uma guerra, a peleja Betamax X VHS foi uma verdadeira carnificina! As locadoras de vídeo inicialmente eram obrigadas a comprar filmes nos dois padrões (os atendentes repetiam à exaustão a clássica pergunta: Beta ou VHS?) e, quando o formato da Sony já apresentava sinais de fraqueza, compradores incautos eram iludidos por vendedores espertalhões que queriam se livrar dos estoques dos indesejados aparelhos Betamax. Muitos torraram as suas suadas economias comprando aparelhos de um formato já moribundo, visto que videocassetes na terra do Cabral nos anos 1980 eram artigos de luxo (hoje seriam considerados “ostentação”): a única vez que me senti rico na vida foi quando o meu pai comprou um Philco-Hitachi VHS em 1987 depois de muito economizar. Abrir um cadastro em uma locadora de vídeo então era sinônimo de status!

Videocassete Betamax. Imagem: Wikipedia 


Em tempo, o último videocassete Betamax foi fabricado pela Sony no Japão em 2002.

Comentários

  1. Fazia-se consórcio para comprar eletrônicos no início dos anos 90 (e 80?). Se não me engano a Sharp, na época, tinha até um consórcio próprio. Credo...

    Dizem as más línguas que teve outro fator determinante para a vitória do VHS: o padrão foi abraçado pela indústria de filmes adultos e tal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos anos 1980 havia consórcio para quase tudo: TVs, videocassetes, aparelhos de som, videogames... eletrônicos eram muito caros principalmente por dois fatores: reserva de mercado e hiperinflação. Se bem que hoje os eletrônicos continuam caros... eita! rsrs

      Quanto ao interesse da indústria pornô lembro-me de ter ouvido algo assim na época... :p

      Excluir
  2. Me lembro que meu pai tinha comprado um VHS 2 cabeças - na época já tinham as de 4 da Philco-Hitachi, em 1992..... O mesmo aparelho durou até 1999, quando um raio caiu no poste e o mesmo queimou, não tinha mais peças de reposição pra ele.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós tivemos um Phico-Hitachi 2 cabeças que durou dez anos, de 1987 até 1997. Depois compramos um Samsung 4 cabeças que está funcionando até hoje, uma horas dessas faço uma postagem com ele. :-)

      Excluir
  3. E achei estranho quando vi vídeos cassete da Sony, em vhs, a partir de 1997 aqui no Brasil. Uma amiga minha da época da escola tinha um na casa dela, quando vi não acreditei. "Sony VHS"? Depois que nosso antigo vídeo morreu em 1999, meu pai comprou um da Sony, VHS, de 7 cabeças.....Devia ter tido comprado um DVD mas ele não me ouviu.... tanto que em 2001, 2002 já não existiam mais locadoras com VHS..... nosso sony de 7 cabeças tá aqui encostado em casa.....

    ResponderExcluir
  4. A indústria de videos porno adotou cameras de video cassete em substituição de videos de filme mesmo a partir de 1977, 1978. Inicialmente eram gravações em Betamax, depois foram pro horrendo VHS naquela época. Para baratear os custos de fabricação dos filmes..... O filme Boggie Nights de 2001 - com o ator Mark Walberg conta muito bem esta estória.

    ResponderExcluir

Postar um comentário