Revivendo a era de ouro dos consoles: Sega Master System

Caros amigos, vocês se lembram do post sobre o livro que pretende contar a história da guerra dos consoles dos anos 80 e 90 (e que pode virar filme)? Neste texto eu falei que a disputa entre Sega e Nintendo nesta época era bastante acirrada, e que haviam os "Seguistas" e os "Nintendistas", duas tribos que rendiam quase sempre "acalorados debates" sobre qual console ou qual jogo era melhor.

Pois bem, nesta postagem irei mostrar um grande representante desta época: o Sega Master System! E sim, eu era um "Seguista", mas os amigos "Nintendistas" são sempre bem-vindos! :-)


E não é que recentemente encontrei um verdadeiro tesouro escondido na casa dos meus pais? Repousando nas suas caixas originais, estavam o meu inesquecível Master System II, a pistola Light Phaser e a minha coleção de cartuchos!

Frente da caixa do console Master System II fabricado pela Tec Toy

Sim, o Master System II é o melhor! :-)

Para aqueles que não sabem, todos os consoles Sega brasileiros foram fabricados pela Tec Toy: além do Master, tivemos o Mega Drive, Saturn, Dreamcast e o Game Gear (portátil). Aliás, o Master e o Mega são fabricados até hoje (e em 2012 o Master vendeu 5 milhões de unidades!). A Tec Toy sempre prestou um ótimo suporte aos consoles Sega aqui no Brasil, seja em traduções de jogos (como no RPG Phantasy Star) e até mesmo desenvolvendo jogos por conta própria, e este é o principal motivo da grande popularidade da Sega por aqui.

Como curiosidade, segue a ficha de especificações técnicas do Master presente na embalagem, que para a época era um espanto:


  • CPU Zilog Z80A rodando a 3,58 MHz;
  • Processador gráfico baseado no chip Texas Instruments TMS9918/9928;
  • 1 Mb (128 KB) de ROM (a embalagem foi impressa errada);
  • 64 Kb (8 KB) de RAM;
  • 128 Kb (16 KB) de memória de vídeo;
  • Paleta de 64 cores;
  • Resolução de 256 X 192;
  • Chip de áudio com 3 canais. 
A embalagem continha, além do estiloso console, um joystick (o segundo eu comprei separado), fonte de alimentação externa e o inesquecível comutador TV/computer, necessário para as TVs mais antigas que não tinham entradas auxiliares de vídeo e áudio no padrão RCA.

Conteúdo da embalagem

Console e joystick - note a entrada para o óculos 3D

E não é que até a nota fiscal (da finada Mesbla) ainda estava dentro da caixa? O console foi comprado no dia 23 de janeiro de 1992 por módicos 257.000 cruzeiros, já com desconto!


Dentro da embalagem vinha também um cupom para se associar ao Master Club! Uma vez por mês você recebia pelo correio uma carta com dicas de jogos e informes de promoções e lançamento de cartuchos! Havia também o Hot Line, um serviço que oferecia dicas de jogos por telefone - era um terror para os pais que não moravam em São Paulo, em função da cobrança de interurbanos!

Cartão de adesão ao Master Club, o verdadeiro clube da elite! :-)

Me lembro ainda que o console foi adquirido durante uma promoção especial da Tec Toy, que dava de graça a pistola Light Phaser!

Caixa da pistola Light Phaser

A pistola utiliza o mesmo conector do joystick

E, felizmente, também estava junto a minha coleção de cartuchos do Master! Oba!


Vamos a um breve análise deles:
  • Asterix: ótimo jogo de adventure, muito divertido. Você podia controlar o Asterix e também o Obelix;
  • Gangster Town: jogo de tiro para uso com a pistola, divertido;
  • Golden Axe: muito bom, na minha opinião é melhor do que a versão para Mega Drive;
  • Power Strike: joguinho de nave estilo River Raid, bem difícil;
  • Back To The Future II: péssimo. Mais um exemplo de que jogos baseados em filmes dificilmente são bons;
  • Phantasy Star: lindo RPG, e a visão dos labirintos em primeira pessoa só tem nesta versão para Master. Os Phantasy Star II, III e IV para Mega Drive não tinham!
  • Sonic 2: ótimo, o melhor Sonic para Master na minha opinião;
  • Rampage: você encarnava uma espécie de King Kong e tinha que sair destruindo tudo pela frente, um pouco repetitivo.

Como se pode ver, os cartuchos tinham a inscrição 1, 2 ou 4 Mega. Trata-se do tamanho da ROM do jogo em Megabits, o que equivale, respectivamente, a 128 KB, 256 KB e 512 KB.

Além destes o Master System II vinha com o jogo Alex Kidd In Miracle World na memória interna. É um adventure bem divertido, foi a primeira tentativa da Sega de competir com o Mario (antes do Sonic).

Falando em cartuchos, as primeiras versões do Master sempre tiveram um problema crônico de mal contato no slot do encaixe dos cartuchos, que caso ficasse mal encaixado o console mostrava a enigmática mensagem "Software Error".

O Master System I e II tinha um problema crônico de encaixe dos cartuchos...

... que não raramente ocasionava o "Software Error"

Mas vamos ao que interessa! No vídeo abaixo mostro um pouco do gameplay dos meus jogos favoritos do Master. A varredura da minha antiga TV de tubo atrapalha um pouco, mas este é o verdadeiro espírito RETROWARE! :-)


Depois do Master eu segui a ordem natural das coisas e peguei um Mega Drive no final de 1993, que foi a minha principal plataforma de jogos até eu passar para os PCs em 1995. É uma pena que acabei vendendo o meu Mega - um dos últimos representantes da melhor era dos consoles. Espero que tenham gostado!

Veja também:

Comentários

  1. Gosto da Sega, mas preferia e ainda gosto da Nintendo justamente por ter vários jogos que marcaram minha infância, como Super Mario , Super Mario 2 e Super Mario 3, Contra, Ninja Gaiden, Double Dragon, The Mutant Ninja Turtles, Castlevania, The Legend of Zelda, Mega Man etc. Isso na geração 8 bits, já na 16 foram mais um monte de jogos, que depois eu enumero, se não seria uma lista sem fim, essa época não tinha internet e eu vivia de revistas de video games para saber quais jogos jogar, além de conseguir dicas preciosas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São jogos clássicos também! Se não me engano, Double Dragon, Tartarugas Ninja e o Castlevania também saíram para Master! Aliás, fizeram até ports do Street Fighter e do Mortal Kombat para ele, até que ficaram decentes considerando que é um 8 bits! :-) O Master teve também outros jogos que marcaram (que eu pegava na locadora), como Super Monaco GP e o Rambo III (o melhor jogo para a pistola na minha opinião). Sobre as revistas, eu tinha uma pilha de Ação Games, ótimos tempos! :-)

      Excluir
  2. amigo sou colecionador do master system gostaria muito de entra em contato com vc e te fazer uma proposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamento amigo, mas os itens não estão disponíveis para venda ou troca:
      http://www.michaelrigo.com/2015/05/comunicado-venda-troca-componentes.html

      Excluir
    2. Caro amigo, caso vc tenha interesse em um master system 1 completo entre em contato pelo whatsapp..
      947224736.
      Agradeço.

      Excluir
    3. Ele é seu mesmo ou é Duilson? hihi
      Laura Pacheco ;)

      Excluir
    4. Duilson, obrigado amigo mas no momento não estou podendo...
      Money que é good nós num have e os ganhos com publicidade estão cada vez menores.

      Excluir
  3. Rapaz, que relíquia. Minha vida nos videogames começou no Turbo Game (Nintendinho) > SNES > PC > (muitos anos depois, em 2012) X360 > XOne e ontem peguei o PS4. Jogos da SEGA só por emuladores e ainda assim poucos, mais notadamente o Sonic. Mas o aparelho que possui é a prova intacta dos tempos em que a TecToy fabricava ótimos consoles. Da TecToy só tive um minigame.

    E sabe o que mais dói mesmo sem ter tido contato com o Master System ou Mega Drive? É que essas versões modernas são verdadeiros lixos eletrônicos. Quase que comprei um Master System Evolution. Mas quando vi fotos dele aberto mostrando a "placa-mãe" deu um aperto no coração. Acho que você já viu essas imagens. É um SoC com emulador de Master. Vi um vídeo desse MS Revolution rodando os jogos e claramente o SoC é do mais vagabundo. Sons horríveis, desempenho pífio. E esse novo Mega Drive? Que lástima! São claros exemplos onde a miniaturização dos componentes se mostra uma péssima ideia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, as versões antigas do Master e do Mega contam com os clássicos Zilog Z80 e Morotola 68000 os quais atualmente são componentes baratos, para você ver a economia porca que foi feita.

      Já eu tive um Atari 2600 (1987) - Master (1992) - Mega japonês (1994) e em 1995 fui definitivamente para o PC. Também já tive PS1, PS2 e atualmente ainda tenho um X360, os quais porém não foram nem de longe as minha plataformas principais para jogos.

      Excluir
  4. Desenterrando o tópico. Sabe informar se a pistola pega no Master 3? Obrigado e parabéns pelo item!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como a pistola utiliza a mesma porta do joystick é provável que funcione, mas não tenho como afirmar com 100% de certeza sem testar.

      Excluir

Postar um comentário