Nos anos 1990, as conexões eram assim (Parte 1 - Hardware e curiosidades)

Sabadão, 14 horas. Você corre para o computador e clica no ícone “Conexão dial-up” no Windows para acionar a conexão discada com o seu provedor de internet ou BBS, pagando um único pulso!*. A maior frustração era acontecer de o seu provedor estar com todas as linhas ocupadas, neste caso o modem retornava um melancólico tu-tu-tu... e isso era comum!

Quando você finalmente conseguia conectar, era a espantosos 9600/14400/28800/33600 bps, ou bits por segundo – para ter o valor em Bytes, divida estes números por 8; para chegar aos KB divida o resultado por 1000 (grandezas de transmissão de dados usam base decimal e não binária). Ou seja, uma conexão de 33600 bps equivale a pouco mais de 4 KB por segundo! E isto em condições ótimas: linha telefônica com pouco ruído, central em boas condições... ou seja, em termos de Brasil (ainda mais naquela época), era algo bastante improvável.

Mas voltando à nossa epopeia, você iria então como louco rodar o Netscape Navigator para fazer buscas com a ajuda do AltaVista (sim, já houve um mundo onde o Google não existia...), abrir o mIRC para bater um papo no seu servidor de IRC favorito e iniciar o ICQ para trocar umas idéias com os amigos. E ficava horas conectado se divertindo, aproveitando o pulso único. Se alguém quisesse telefonar para você, sem chance: a linha ficava ocupada durante todo o tempo da conexão, para o desespero dos pais!

EDIT 17/06/2015: melhorias na formatação da postagem e atualização do vídeo com o ruído de uma conexão discada.

Netscape Navigator: o avô do Firefox


mIRC: cliente de bate-papo mais popular da época

ICQ: pioneiro dos mensageiros instantâneos

Do ponto de vista do hardware, era necessário possuir um Fax-Modem, que podia ser um modelo externo ou em formato de placa de expansão.


Fax-Modem externo da brasileira Elebra

A Elebra é oriunda da época da reserva de mercado de informática

Ele seguia o padrão V.32bis, ou seja, conexão máxima de 14400 bps ou 1,8 KB/s...

Glorioso modem US Robotics 33600 bps ISA

Reparem a data de fabricação: outubro de 1997 (clique na imagem para ampliar)

Observem o esquema de configuração das portas COM (clique na imagem para ampliar). Na época plug and play era raridade...


Este US Robotics das fotos é meu e tenho ele até hoje. O usei de 1997 até quando tive o meu primeiro serviço de ADSL em 2002. Ele utiliza o barramento ISA de 8 bits (que é o mesmo barramento presente desde o primeiro PC de 1981), sendo bastante famoso nos fóruns da época por ser um hardmodem completo, contando com um processador de sinais (DSP) próprio (haviam modems mais baratos na época conhecidos como softmodems, que não possuíam DSP próprio e utilizavam o processador do computador para esta finalidade).

Lembro-me que em 1999 ou 2000 encontrei na internet uma imagem de firmware não oficial para esse USR que prometia transformá-lo em um modem de 56K. Mesmo correndo o risco de inutilizá-lo, resolvi arriscar e funcionou! Enfim eu tinha um modem de 56K (56 Kbits/s ou 7 KB/s)!

Os primórdios da internet brasileira eram difíceis, mas também foram bons tempos... para finalizar, fiquem com uma amostra dos ruídos que os modems faziam no momento da conexão. Os mais novos vão se espantar e achar algo arcaico, enquanto que os mais velhos com certeza terão uma sensação nostálgica, o que é o meu caso.


(*) Pulsos telefônicos eram o método de medição de uso para cobrança por serviços de telefonia vigente no Brasil até o final de 2005 (a partir de 2006 passou a ser cobrado por minuto). As conexões discadas analógicas são interpretadas pelo sistema telefônico como uma ligação normal, desta forma estavam sujeitas à cobrança de pulsos conforme o horário e o tempo da conexão. Sempre que a conta de telefone chegava eram fortes emoções...  

Porém, na época a maioria das operadoras concedia o “pulso único” nos dias normais da meia noite até às 6 da manhã, e nos finais de semana a partir das 14 horas de sábado até às 6 da manhã de segunda-feira. O pulso único diferia do pulso normal pelo regime de cobrança ser por ligação e não por tempo, ou seja, mesmo que você ficasse conectado por várias horas seria contabilizado um único pulso.

Próximo: 

Veja também:

Comentários

  1. Respostas
    1. Nossa quanta nostalgia nos servidores de irc da vida, e quanto bons tempos foram várias vomitadas míticas nessa época. Quando descobri que dava para baixar mp3 então: NOSSAAAA!!!! Infelizmente hoje essa tendencia ordinária de cloud e de não compartilhamento mais me faz lembrar com muitas saudades dessa época altamente ninja...

      Excluir
    2. Haha, é verdade! Lembro também das conversas: de onde tc? como vc eh? Nostalgia pura! :-)

      Excluir
  2. Lembro bem da "música" da internet discada. Bom texto!

    ResponderExcluir
  3. Lembro também quando utilizei 2001 o Kaazaa para puxar video clipes e o filme Transformers - The Movie à 5KB por segundo. Os clipes demoravam em torno de 4 horas e o divx do filme demorou 3 semanas utilizando os "horários nobres". O Engraçado é que eram tempos bons e difíceis....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também usei muito o Kazaa, além dele também usava o iMesh (na verdade o Hacked iMesh que não vinha com os adwares), lembra dele? Me lembro que puxei o primeiro filme do Senhor dos Anéis (gravado dentro do cinema, uma porcaria de qualidade) em apenas 3 dias, um espanto para a época!

      Excluir

Postar um comentário