Postagens

Intel deseja matar o CSM até 2020

No firmware UEFI existe um módulo de compatibilidade chamado de CSM, o qual permite que dispositivos e softwares de legado funcionem em sistemas modernos. A Intel deseja acabar com este módulo em até três anos.

Criado pela IBM para os primeiros PCs, o BIOS (Basic Input/Output System) é a primeira camada de software que faz interface com o hardware. Quando o PC é ligado é ele que faz os testes básicos para assegurar o funcionamento do sistema, como o da RAM instalada, dos dispositivos de armazenamento e de demais componentes.
Apesar de ter passado por constantes aprimoramentos ao longo dos anos, o BIOS jamais deixou de ser um software de 16 bits que roda no modo real. Desta forma, ao executar o BIOS mesmo um moderno Core i7 comporta-se exatamente como um 8086/8088 (embora infinitamente mais rápido, logicamente). Além disto, conforme os PCs foram evoluindo, muitas das limitações do BIOS ficaram evidentes, tais como aquelas relacionadas às unidades de armazenamento (limitação de tamanho…

E o Windows Update continua malcriado

Uma viagem no tempo através da publicidade

Saiu o primeiro benchmark do Windows 10 ARM com o Snapdragon 835

Os meus pitacos sobre a eterna guerra PC X Consoles

Dica Mac: como corrigir o erro “Nenhum pacote adequado para instalação foi encontrado”

O Windows 10 Build 17035 não funciona em processadores AMD

O lado azul da força desperta

Rebuild #2: o meu PC dos sonhos em 1998 (Parte 2 – Configuração dos dispositivos)

Um anúncio histórico: processadores Intel Core com GPUs AMD Radeon!

Xbox One X em 4K

No Steam, foi o Windows 7 que mais cresceu

The Walking Dead nos sistemas operacionais