Dicas Debian #14 – Usando o Sid

Também conhecido como unstable, o Sid é a ramificação de avaliação do Debian cuja principal vantagem é trazer versões mais atualizadas dos pacotes. Veja aqui a forma mais simples de o instalar e configurar, além de uma breve explanação sobre as ramificações do Debian.

Antes de prosseguirmos farei uma breve introdução sobre as ramificações do Debian.

  • Experimental: abriga os softwares que foram aceitos pelo time de desenvolvedores, e que são candidatos a passarem para as ramificações subsequentes. Salvo se você for um colaborador ativo do projeto Debian, não é recomendável utilizá-lo pelos prováveis bugs presentes nos pacotes.
  • Unstable: contém os pacotes que passaram pela avaliação do Experimental e não apresentaram bugs graves, principalmente de segurança. O seu apelido é Sid, que é o personagem do desenho Toy Story (de onde vem todos os apelidos das versões do Debian) que vivia quebrando os brinquedos.
  • Testing: é a preparação para a próxima versão estável e na maior parte do tempo fica muito próximo ao Unstable. A seis meses do lançamento ele é congelado e não recebe mais novas versões dos softwares, para que a equipe de segurança do projeto Debian possa depurar ao máximo os pacotes. Atualmente o seu apelido é Bookworm, que será a futura versão 12 com lançamento previsto para 2023.
  • Stable: é a versão corrente do Debian. Na data em que escrevo é a 11, também conhecida como Bullseye que foi lançada em agosto de 2021.
  • Old Stable: é a versão estável anterior, no caso o Debian 10 Buster lançado em julho de 2019.


Feita a apresentação, vamos à diversão! A melhor forma é iniciar a partir de uma mídia de instalação da versão estável e seguir os procedimentos normais até chegar à tela de seleção de pacotes. Como a ideia é depois atualizar para o Sid, escolha apenas a opção utilitários de sistema padrão.

Após a instalação o sistema iniciará em modo texto. Faça o login como root usando a senha configurada durante o processo.

Entre com o comando:

# nano /etc/apt/sources.list


No arquivo comente todas as linhas (usando o #) e deixe apenas estas duas ativas:

deb http://deb.debian.org/debian/ sid main contrib non-free

deb-src http://deb.debian.org/debian/ sid main contrib non-free


O arquivo ficará assim:

Pressione Ctrl+O para salvar o arquivo e Ctrl+X para fechar o editor Nano. Agora entre com os comandos:

# apt update

# apt upgrade


Será exibido o arquivo de notas dos novos pacotes. Pressione page down para rolar até o final e então q para fechar.

Caso a tela abaixo seja exibida, selecione Yes para reiniciar automaticamente os serviços.

Após o processo entre com o comando:

# apt dist-upgrade


Concluído o procedimento reinicie o PC com o comando:

# reboot


Depois que o PC reiniciar logue novamente como root e entre com o comando:

# tasksel


Selecione a opção ambiente da área de trabalho do Debian e o seu ambiente gráfico favorito. Pressione Tab para iluminar o botão Ok e pressione Enter.

Os pacotes serão baixados e instalados:

Após o processo é só reiniciar o PC (com o comando reboot) para desfrutar do seu Debian Sid! 😁

Recomendações

Por motivos óbvios não é recomendável usar o Sid em servidores e equipamentos de missão crítica, mas para um uso comum diário ele vai muito bem. Para uma melhor experiência deixo duas recomendações:


  • Não faça um frankenDebian. Já vi alguns tutoriais por aí onde são misturados repositórios, por exemplo, é instalada a base do Stable e o Gnome 42 do Unstable. Nesta situação a chance de quebra do sistema é muito maior!
  • Mantenha o sistema atualizado. Deixar acumular muitas atualizações também apresenta um potencial risco de quebra. Um update semanal do sistema está de bom tamanho.


Até a próxima! 

Comentários

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Pentium versus 5x86