Microsoft Debian (e outras notícias)

Vocês sabiam que a empresa do tio Nadella tem a sua própria distribuição baseada no lindo e poderoso Debian? Pois é, confiram esta e outras notícias!


Enquanto vou reorganizando os meus projetos fiz este compilado de algumas notícias bem interessantes dos últimos dias. Vamos lá!

Microsoft Debian

Que a “gigante de Redmond” tem a distribuição CBL-Mariner para a infraestrutura da plataforma Azure já era de conhecimento geral. Pois bem, agora ficamos sabendo que a empresa também criou a CBL-Delridge, baseada no Debian 10 “Buster” e da mesma forma voltada aos serviços da Azure, mais precisamente ao Azure Cloud Shell. Até parece primeiro de abril, mas não é!


Já que perguntar não ofende, por que a Microsoft não usa Windows Server na sua própria infra? Seria falta de coragem? 👹

Assim como a Mariner, também não há uma imagem ISO oficial da Delridge para baixar. Entretanto, no blog do Hayden Barnes (engenheiro da Microsoft que cuida da integração com o SUSE) há uma postagem que mostra em detalhes como gerar uma imagem do Delridge para ser executada em uma sessão WSL no Windows. Aos que quiserem se aventurar e tiverem tempo livre, boa sorte. Essa eu passo.

AMD fTPM corrigido

Após meses de reclamações e polêmicas, finalmente a AMD começou a liberar a correção para a sua implementação do firmware TPM (ô coisa que sempre dá dor de cabeça! 😁) e assim os stutterings devem acabar no Windows 11, ao menos até que surja algum outro problema.

A correção está presente a partir do AGESA V2 PI 1.2.0.7. No caso da minha placa-mãe (uma Asus TUF Gaming X570 Plus/BR Tabajara) a BIOS com este AGESA ainda está em beta, vou aguardar sair uma versão “estável” para atualizar – na Bozolândia hardware é caro demais para sermos cobaias de fabricantes.


Nvidia abre o código-fonte dos seus drivers

A “gigante verde” finalmente cansou de passar vergonha no Linux para a AMD (e até para a Intel… que fase!) e finalmente fez a coisa certa. Como diria aquele velho deitado, antes tarde do que mais tarde ainda!

Sem dúvida é um trabalho enorme integrar um driver ao kernel (o NTFS3 que o diga…), mas ao menos o horizonte a médio/longo prazo é animador aos donos de placas Nvidia que usam Linux como este que vos escreve, principalmente para enfim termos um suporte decente ao Wayland.

Comentários

  1. Interessante discussão sobre o módulo open source da NVIDIA:

    https://nitter.net/marcan42/status/1524615058688724992

    ResponderExcluir
  2. Sério você precisa continuar com o projeto AGP Beast com o windows 98, sério, o windows 98 precisa ser exposto a modernidade, instala uma placa AGP mais poderosa que você tem que é compatível com o windows 98, e instala o firefox 45 com as instruções desse vídeo que eu achei no youtube: "https://www.youtube.com/watch?v=o-p-R8zxuCQ", e tenta rodar um vídeo em 1080p no youtube e vê o desempenho, não adianta ser retrozilla, o retrozilla é um firefox 2.0 com cara de netscape, mas com modernidade zero, agora pro windows 98 é melhor o firefox 45 com kernelex, deixa o retrozilla pro windows 95

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para apenas o Windows 98 acredito que seja melhor um processador single core de maior frequência, já que ele só enxerga um núcleo mesmo... vou analisar as possibilidades para um projeto futuro, ou mesmo uma futura atualização do AGP Beast. 👍🏻

      Excluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Revisitando o Windows 8