O restritivo Windows 11

Operações que antes eram relativamente simples ficaram bem mais difíceis (ou impossíveis) no Windows 11. Aproveito para falar um pouco também sobre a divisão que houve no programa Insider.


A nova ramificação de desenvolvimento

Com o lançamento do Windows 11 programado já para o próximo mês, houve uma divisão das compilações de testes dentro do programa Insider: o canal Beta continuará recebendo as versões 22000.XXX já em preparação para o lançamento final, enquanto que o Dev iniciou uma nova série de compilações, que na data em que publico este texto é a 22458.1000.


As mesmas limitações

Nesta última compilação o menu Iniciar continua engessado da mesma forma que antes, assim como a barra de tarefas que não pode ser ancorada em outra posição além da parte inferior da tela:


Navegador padrão

Não gosta do Edge e quer definir outro navegador como padrão? No Windows 11 o processo está mais burocrático do que nunca. Aqui usarei o Chrome como exemplo, mas a questão se aplica a qualquer outro navegador que não seja o oficial da Microsoft: a empresa afirma que isto é o melhor para a sua segurança. Me engana que eu gosto!


Simplesmente não está disponível uma maneira simples de realizar o procedimento (a Mozilla vai implementar o recurso em futuras versões do Firefox, por meio de engenharia reversa). É necessário abrir o applet Configurações, opção Aplicativos e finalmente Aplicativos padrão:


O software desejado deve ser selecionado na lista:


Para redefinir o navegador padrão devem ser alteradas as opções HTTP e HTTPS:


A ameaçadora mensagem pode ser ignorada clicando em Alternar mesmo assim:


Selecione o novo navegador padrão na lista. Ufa!


O tedioso é que as demais opções tais como o FTP devem ser manualmente alteradas:


Isto se junta aos vários outros decepcionantes aspectos do novo Windows, tais como a falta de inovações e a obsolescência programada, com limitações artificiais sobre quais dispositivos serão oficialmente suportados.

Como profissional de TI terei que estudar e dominar o Windows 11, que fatalmente será o novo padrão do mercado nos anos vindouros. Mas no meu PC de produção principal ele não estará tão cedo, pois tal decepção despertou em mim uma velha paixão.

Aguardem as cenas dos próximos capítulos! 😉

Comentários

  1. Eu usei o windows XP e o Vista por vários anos depois do fim do suporte, mas restringindo a navegação pela internet a apenas sites confiáveis e quando precisava navegar por “mares desconhecidos” usava o linux em dual boot. Fazendo isso, NUNCA tive problemas com virus. Se tivesse, eu tinha backup da partição do windows e outras ferramentas para facilitar a reinstalação.
    Quando acabar o suporte do W10, vou fazer a mesma coisa, e não vou me submeter a essa baixaria da microsoft.
    Muitos irão migrar para o linux de vez.

    ResponderExcluir
  2. Uma sugestão: você poderia forçar a instalação do windows 11 em um Pentium 4, mais ou menos como você fez para instalar windows 7 em um pentium mmx 233, para forçar a instalação basta fazer como o Enderman fez: (https://www.youtube.com/watch?v=lt1v2C_NnLw) , ele fez o dual-boot do windows 98 e windows 11 num pc mais antigo, acho que era de meados de 2013-2014, mas como o windows 11 agora é somente um sistema de 64-bits você vai precisar de um Pentium 4 que rode sistemas 64-bit ( acho que era de algum socket diferente), e o pc vai tem que ter no mínimo 1 GB de RAM, senão o windows 11 não inicia, vai ser épico ver o windows 11 rodando em um computador de 18 anos atrás!
    (Eu sou o mesmo que perguntou sobre o download da ferramenta de compatibilidade)
    E mais uma coisa (rsrsrs), se conseguir instalar, executa o verificador de compatibilidade nele e vê o que ele vai dizer.
    É isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou pensando em testar em um Athlon 64... mas de qualquer modo, está na fila! ;-)

      Excluir
  3. Sugiro não se estressarem por causa do Navegador padrão. Troquem o sistema operacional logo de uma vez. É claro, alguns não poderão fazer isso por motivos profissionais. A única coisa que pode mudar os planos da M$ é a perda de mercado.
    .
    Entre 2003 e 2008, usei apenas Linux e fui feliz. Voltei a instalar e usar Windows (XP) em 2009 por necessidade de rodar alguns simuladores de Eletrônica. Mas já faz algum tempo que essa necessidade desapareceu. Neste PC que estou usando agora, o Linux já está em boot multiplo com o 7: Slack 14.2, Ubuntu e Fedora.

    ResponderExcluir
  4. Voces notaram a imagem do wallpaper lá em cima? É uma paleta de cores.
    A mensagem subliminar que ela passa é a seguinte:
    “A única alteração que voce poderá fazer nesse sistema é mudar as cores do desktop!” Kkkkkk😁

    ResponderExcluir
  5. Aqui em casa será W10 até o Nadella, Balmer, Tio Bill ou o governo americano vier me ameaçar pessoalmente pra instalar o W11

    ResponderExcluir
  6. Sinceramente não sei que sistema minha mãe e minha irmã podem usar, o da minha irmã é um i3 de segunda geração com 4 GB de RAM rodando windows 8.1,foi comprado em 2014 que minha avó emprestou nessa quarentena para ela, ela praticamente não usou ele, estava novinho com todos os plásticos de proteção, ele veio com windows 8.1 e ele trava muito, toda hora congela e as vezes dá tela azul, minha irmã não está gostando disso e o da minha mãe é um notebook 2 em 1 da Dell que não tem cooler, é um pentium num sei quê rodando à 1,60GHZ e veio com windows 10, ele demora uns 7 minutos para iniciar e mais uns 2 minutos para carregar a área de trabalho carregar e com isso até fica parecendo que ele é antigo, só que a gente comprou em 2017 no ponto frio ou nas casas bahia (não lembro direito) e ele também está com 4 GB de RAM , não sei se formato o da minha irmã para windows 10 e o da minha mãe simplesmente formato com windows 10, pois ele ainda está com o windows de fábrica, nunca foi formatado, já os meus são: Um dual-core de 2006 com windows 7 com 2 GB de RAM que a gente comprou em 2007, que veio com windows vista e um i5 de terceira geração com windows 7 com 3GB de RAM,que veio com windows 8, mas a minha avó não estava gostando do 8 (ela ficou meio confusa com a interface) e levou em um técnico para instalar windows 7, que minha avó emprestou pois o meu dual-core não estava aguentando mais, o meu dual-core esquenta muito quando eu rodo um programa moderno, não tem GPU, mas o desenpenho até que é bacana quando eu uso para atividade básicas que não exigem um poder gigante de processador, usei para navegar na internet e rodei máquinas virtuais sem VT-x numa versão antiga do virtualbox, rodei: windows 1.01, windows 3.11, windows 95, windows 98, windows XP e windows 7, o windows 7 era um lixo na máquina virtual, tirando isso da ausência do VT-x e de uma GPU, dá para usar numa boa sem exigir muito, mas o HD de 120GB dele misteriosamente começou a encher sozinho até ficar com 0 bytes livres o windows ficou dando tela azul e travando, apaguei 2 GB de arquivos e desliguei o computador e quando liguei estava com 0 bytes livre de novo, e guardei o computador para trocar o HD por um maior, agora estou usando o I5 da minha avó com windows 7 e está voando, aguenta os programas pesados, ele tem VT-x, roda o windows 7 em máquina virtual voando e até consegue rodar o windows 10 com 1 GB de RAM, o desempenho não é dos melhores mas se eu colocasse 8GB de RAM nele acredito que rode numa boa com 4GB de RAM, mas voltando ao computador da minha irmã, ela está querendo comprar um novo computador, eu não deixei ela pois não quero essa história de compra, um ano depois não serve mais, então ela decidiu que quer comprar um mac usado no ebay, mas acho que simplesmente não vale a pena pois a mac é um hardware como um qualquer, só que roda MAC OS legalmente pela Apple, então falei para ela usar linux enquanto a gente decide o que vai fazer, mas ela não gostou do linux pois não tem os programas do windows, é difícil de usar, e tem que saber usar o terminal, então estou pensando fazer um Hacintosh no computador dela, então o que acha, será se devo fazer mesmo um hacintosh, vale a pena? Vai rodar bem?
    E o meu dual-core será se coloco um hd ou SSD de 500 GB? Estou pensando em fazer um upgrade para um SSD e 4GB de RAM, que é o máximo que ele suporta
    Desculpe pelo texto grande e bagunçado mas estou querendo esclarecer tudo direitinho
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que ler poderia excluir meu comentário depois de 5 dias depois que você responder?

      Excluir
    2. Foi difícil ler tudo... mas enfim:

      Sobre o hackintosh: https://www.michaelrigo.com/p/meus-projetos.html#xeontosh

      Lembrando que o macOS igualmente não roda softwares Windows. Ainda acho melhor pensar em uma distribuição Linux mais voltada aos usuários finais, tipo o Mint.

      Quanto ao outro PC, certamente que um SSD fará uma diferença absurda, e o aumento da RAM ajudará também.

      Excluir
    3. Muito obrigado, também concordo que seria melhor uma distribuição como o mint, mas acho que também já vou procurar fazer um upgrade de ram e ssd em todos os computadores, e também vou fazer um dual-boot entre windows e linux, eu testei o lubuntu pelo pendrive nesses computadores e até que foi bem leve, até o chrome com muitas abas abertas consumiu apenas 1,5GB de RAM!

      Excluir
    4. Estou pensando em fazer tipo um quad-boot entre windows 7, windows 10, linux mint e MAC OS
      Li o seu artigo sobre o o seu "xeontosh" e pelo o que entendi o MAC OS roda somente em EFI, então acho que vou colocar windows e linux para iniciar pela MBR e o MAC OS pelo UEFI. Acho que se isso dar certo ficará show!

      Excluir
  7. Outra coisa que percebi, o visual do W11 é extremamente semelhante a distro Zorin OS, quando está ainda estava na versão 15, e o W11 nem sonhava em nascer, percebi isso na hora.
    Agora que o Zorin OS 16 saiu, ele está com o visual melhor do que nunca, está semelhante ao W11, porém 100% customizado, usuarios leigos talvez não saberiam identificar um PC com W11 e outro com Zorin OS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luyd, voce usa o Zorin? Gosta?
      Achei interessante os requisitos de hardware. Tem duas versões, a mais leve a partir de um pentium 700Mhz.
      Acho que vou testar!

      Excluir
    2. Olá Eduardo, gosto muito, acho que é a distro linux mais polida, mais Windows-Like, MacOs-Like, toda interface é pensado nos mínimos detalhes, além deles customizar o máximo o Gnome e Xfce e deixar homogêneo a interface.

      Eu usava o Mint desde 2012, mas infelizmente ela parou no tempo, algumas coisas são cinza a lá Windows 9x, o Zorin diria que deveria ser a distro modelo para as outras distros seguirem, pois sempre falta algo nelas, seja em personalização, interface ou funcionalidade.

      Duas coisas que eu gostei do Zorin, eles terão em breve uma versão ARM para Raspberry Pi e outros, e também o suporte a snap, flatpak, alem dos pacotes do Ubuntu/Debian, a versão paga foi uma ótima sacada, já que além do suporte, ajuda a financiar o sistema.

      A interface não esconde que é feita inspirada no Mac OS, e o pior o Windows 11 plagiou algumas coisas do Zorin, que eu percebi de cara. E também o site Distrowatch e outros, fizeram diversos elogios para a última versão do Zorin

      Ou seja, Zorin OS já é a minha distro favorita

      Excluir
    3. Bacana!!!
      Cara, vou te falar uma coisa! Já queimei uns 50 cds ou dvds de distros linux, e a maioria foi parar no lixo!
      Até parecia que eu tinha conta na distrowatch.
      Já tava desistindo de usar linux, o ubuntu acho meio pesado e meu pc não é novo, é um core 2 quad.
      Atualmente eu tenho duas instalações do Windows 7, uma só para games do steam etc, e outra com o outro W7 que acabou ficando.
      Tenho o Windows 10 que instalei recentemente e gostei muito, e é muito rápido, uns 4 segundos depois da seleção no grub, e tenho o linux Mint mate. Esse pelo amor de Deus! Ta um lixo! A conexão de rede quase sempre cai e só reiniciando.
      Quase nunca dá certo de instalar pela linha de comando, geralmente relata pacote quebrado, e odeio essas linhas de comando do linux, embora conheça um pouco de programação basica como vb6, asp, banco de dados e outros.
      Mint nunca mais!
      Realmente o Zorin é bem bonito e leve.
      Uma versão paga fará com que o sistema seja desenvolvido de forma mais responsável e com a preocupação no cliente que está pagando.
      O numero de usuários linux está em aproximadamente 25% enquanto de usuários Windows está entre 45 a 50%, e o restante para outros sistemas.
      Mesmo o linux sendo gratuito, a maioria prefere Windows. Ele é pago, e para isso tem que ser eficiente.
      Estou torcendo para o Zorin ser um concorrente no futuro.

      Excluir
    4. Também tive minha época de gastar rios de dinheiro em CD-R pra testar Linux, la em 2008, pedi um CD pelo site do Ubuntu em 2007 que até hj não recebi.
      Porem o Linux evoluiu bastante nos últimos anos, cada vez mais responsivo, mais atento ao uso mainstream, porém sempre falta alguma coisa, seja em funcionalidade, visual, propaganda, sempre falta algo.

      Ubuntu foi o primeiro a querer bater de frente com o Windows, mas o próprio ecossistema do Linux prejudicaram o sistema a crescer, como os famosos remasters de fundo de quintal, prejudicando os verdadeiros sistemas feitos profissionalmente.

      Hoje está bem melhor a situação, já que distros que não tenham um bom suporte, visual ou algo a mais, serão jogados ao vento, Zorin é um exemplo, oferece um sistema polido, bonito, funcional, e ainda oferece a versão pro, paga com suporte, em vez de depender de doação, boto fé no Zorin

      Excluir
    5. Eita!!!
      Tava relendo o artigo e comentei uma besteira acima. Acho que não reli o texto antes de postar !
      O meu computador não leva 4 segundos pra iniciar o Win10. Kkkk
      Eu cronometrei e depois de clicar na opção do Grub levou 18 segundos até poder utilizá-lo, incluindo o tempo de digitar a senha.
      Ta instalado num SSD samsung evo 870, e também dei uma otimizada na inicialização, removendo coisas inúteis.
      Acho que para um Core2 Quad não ta ruim.

      Excluir
  8. Alguém já rodou o Windows 11 no VirtualBox?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu!

      https://www.michaelrigo.com/2021/06/windows11-primeiras-impressoes.html

      Excluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana