Unboxing e primeiras impressões: SSD WD Blue SN550 de 1 TB

O SN550 é um modelo intermediário da WD com sinalização NVMe 1.4 e interface PCI Express 3.0 x4. Veja se ele é uma boa opção de compra.
Eis a sua embalagem. Este modelo não possui um dissipador de calor.


“Monte o PC ideal com armazenamento duplo usando um SSD e um disco rígido da WD”. 😀


O SN550 conta o chip Flash NAND TLC SanDisk 96L, que grava três bits de dados em cada célula de armazenamento, aumentando desta forma a densidade e reduzindo o preço por gigabyte, ao custo de uma menor durabilidade se comparado aos chips MLC e SLC que gravam dois e um bit em cada célula, respectivamente. O chip controlador é da própria WD.


No detalhe, o chip controlador e o da SanDisk:


Dispositivo instalado na placa-mãe Asus TUF X570, com o dissipador que acompanha a placa:



Segundo a WD, o TBW (Total Bytes Written) desta unidade é de impressionantes 600 TB. Trata-se da quantidade de dados que podem ser gravadas no dispositivo sem que ocorra diminuição de performance, é como se fosse a garantia do fabricante. Para contextualizar, se todo dia eu reinstalar o Windows 10 que ocupa cerca de 20 GB, eu levaria 30.720 dias ou 84 anos para atingir o TBW da unidade! 😲


A publicidade do modelo informa taxas sequenciais de 2.400 MB/s para leitura e de 1.750 MB/s para escrita. Conforme o CrystalDiskMark as taxas ficaram acima do declarado:


Quanto aos outros SSDs já testados pelo blog, o WD Blue SN550 teve um ótimo desempenho e ficou muito próximo do Samsung 960 EVO na taxa de leitura, e o superou por larga margem na escrita. Excelente! 

Finalizando, o WD Blue SN550 é uma excelente opção de SSD com interface PCI Express, dependendo, é claro, do seu preço em comparação com modelos similares. Este exemplar foi adquirido em março de 2021 por um preço apenas marginalmente superior ao de modelos SATA tradicionais de mesma capacidade, o que certamente vale muito a pena.

Comentários

Mais lidas da semana

Pentium versus 5x86

O restritivo Windows 11

Microsoft Batch 98