Intel: mais do mesmo

A “nova geração” dos processadores Intel já está em pré-venda no varejo brasileiro, por aquele precinho camarada. E quase nenhuma inovação.


Dei uma olhada na fica técnica do Core i5 11600KF que está custando mais de dois mil bozos. 

De novo há apenas o suporte ao PCI Express 4.0 (que a AMD tem desde 2019...), o resto é mais do mesmo. Chamaram-me a atenção o TDP de altos 125 W para um processador de seis núcleos (como não há um cooler incluso, será necessário gastar mais uma grana em um bom cooler capaz de segurar esse TDP) e a quantidade diminuta de cache: parcos 12 MB.

A defasada litografia 14 nm++++++++++++++++++++++ da Intel mostra as suas óbvias limitações. E ainda por cima não são todas as placas-mãe da série 400 que terão compatibilidade, seguindo outra tradição da empresa. A Intel realmente está perdida.

Comentários

  1. A Intel é muito rica e poderosa por isso ela pode colocar no mercado o que ela quiser...

    ResponderExcluir
  2. Verdade. Mas o dinheiro, se desperdiçado, acaba bem mais rápido do que se espera. E se não inovar, fica para trás. Veja o caso da Ford.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da semana

2K Server

O restritivo Windows 11

Microsoft Batch 98