Super Cobaia (Parte 3 – Ray tracing em uma GTX 1070?)

Será que é possível jogar com o ray tracing ativado em conjunto com uma GPU GeForce GTX da série 1000? Veja o que rolou no primeiro teste feito com o Super Cobaia!

No alto da sua benevolência, no início de 2019 a Nvidia liberou suporte ao DXR (o ray tracing implementado no DirectX 12) para algumas GPUs que não possuem os RT Cores. Passado mais de um ano, será que é viável jogar com o DXR ativado em GPUs da série Pascal, mais precisamente uma GTX 1070?

Vale lembrar que a configuração do Super Cobaia está na primeira parte da série, enquanto que a montagem e os benchs estão na segunda. 👍

Mas vamos os testes! Começando pelo super exigente Metro Exodus, que utiliza ray tracing de iluminação total, os vídeos lado a lado mostram claramente que ativar o RT faz a GTX 1070 peidar na farofa: a taxa de quadros por segundo cai para menos da metade na maioria das cenas, além do grande aumento no tempo dos quadros, o que impacta diretamente na fluidez das imagens e conforto visual.

Resultado similar foi verificado no Battlefield V, que aplica o RT apenas para reflexos: os quadros por segundo caíram pela metade e o tempo dos quadros subiu. Neste título também notei um aumento significativo no consumo de RAM, cerca de 2 GB a mais, o que pode ser um problema em máquinas que tenham “apenas” 8 GB de memória principal.

Por fim, incluí também dois jogos raiz, o GTA V e o Doom, os quais mostram que tirando a frescura do RT a GTX 1070 ainda é uma placa bastante capaz para jogar em 1080p, a resolução usada nos testes.


Vale a pena ou não ativar o ray tracing?

A reposta depende das preferências de cada um. Pessoalmente prefiro mais fluidez nas imagens do que qualidade, sem falar que não consigo notar qualquer diferença nos gráficos com o RT ativado. Então, qual é o sentido de jogar fora metade da performance em troca de efeitos que mal são percebidos?

Talvez o resultado seja melhor em conjunto com as GTX 1080 e 1080 Ti. Eu adoraria testar, mas aqui no HuehueBR o pessoal sem noção cobra o preço atual das RTX em placas com quatro anos de uso, culpando a alta do dólar. Como se a moeda o tio Sam estivesse acima dos R$ 5 quando eles compraram a placa...

Comentários