Asus Zenfone 5: testando o AI Boost

Conforme o marketing da Asus, o AI Boost é uma função que promete ajustar os recursos de hardware do aparelho de modo a oferecer um maior desempenho em detrimento da economia de energia. Veja aqui se ele realmente faz alguma diferença.


Na minha análise recente do telefone esperto Asus Zenfone 5 (que pode ser vista aqui e aqui) deixei de fora o AI Boost, recurso que conforme a Asus permite aumentar o desempenho do aparelho.

A ausência foi proposital, uma vez que eu preferi usar o aparelho por mais tempo antes de chegar a alguma conclusão – antes tarde do que mais tarde ainda!

Bem, o AI Boost pode ser facilmente ativado ou desativado pelo ícone do “foguetinho”:


E como ele funciona?

Não há maiores detalhes técnicos por parte da Asus, mas pelo que percebi ele mantém o SoC Snapdragon 636 trabalhando por mais tempo nas suas frequências máximas:


O Geekbench 5 mostrou que apenas o índice de múltiplas threads é impactado, mas de qualquer modo, há um ganho. Já no índice OpenCL não houve alteração, o que indica que a frequência da GPU Adreno 509 não é alterada.

Com o AI Boost ativado

Desativado

Vale a pena usar?

Sem dúvida há um impacto na duração da bateria e um aquecimento maior do aparelho, mas tudo depende da intensidade das aplicações executadas, como jogos, por exemplo. Neste caso, é bom ter sempre o carregador a tiracolo.

Por fim, o uso do AI Boost vale a pena caso você queira extrair até a última gota de desempenho do aparelho em aplicações exigentes, ao custo de um maior aquecimento e menor duração da bateria. Para o uso corriqueiro, ele não faz lá muita diferença.

Comentários