AMD Ryzen 7 4800: o monstro mobile está chegando

Imagina poder levar consigo nada menos do que oito núcleos e dezesseis threads? A linha Ryzen 7 4800 marca a mais nova ofensiva da AMD em um mercado inteiramente dominado pela Intel.


Enquanto os Ryzen estremeceram o mercado de desktops, os Threadripper o segmento de alto desempenho e os Epyc o de servidores, faltava à AMD justamente entrar com os dois pés no peito também no mercado de computação móvel. Finalmente a espera terminou: os Ryzen 7 4800 tem tudo para serem matadores.

As especificações básicas do chip impressionam: oito núcleos e dezesseis threads (sim, você poderá ter isso apoiado no seu colo!) na microarquitetura Zen 2 de 7 nm, com frequência que varia de 1,8 a até 4,2 GHz (no modelo U), complementado por 4 MB de cache L2 e 8 MB de L3, além de uma GPU Vega 8 integrada. E o TDP é de apenas 15 W! Wow!

Um dos primeiros fabricantes a abraçar o novo Ryzen foi a Dell com o G5 15, um potente notebook gamer equipado com o Ryzen 7 4800H (2,9 a 4,2 GHz), além de uma GPU discreta AMD Radeon RX 5600M, tudo gerenciado pela tecnologia SmartShift da AMD, que distribui a alocação de energia em tempo real entre a CPU e a GPU, dependendo da carga de trabalho.


O modelo terá tela de 15,6” 1080p FreeSync com opção de frequência de 144 Hz, além de um SSD de até 1 TB também como opcional. O seu preço parte de 799 trumps, o mesmo de um único Ryzen 9 3950X.


Se você está de olho em um notebook gamer, vale a pena esperar para ver se a Dell vai lançar o G5 15 por aqui, ainda mais pelo ótimo suporte que a empresa costuma prestar. No momento estou satisfeito com o Samsung Odyssey, mas sem dúvida aparelhos com os Ryzen 7 serão a minha primeira opção no futuro: a AMD planeja colocar o chip em mais de 100 modelos de notebooks até o final do ano.

Comentários