As placas-mãe A320 não suportam os Ryzen 3000, será mesmo?

Conforme a AMD, as placas com o chipset de entrada A320 não suportariam ou não deveriam suportar os novos Ryzen 3000. Bem, isso não é totalmente verdadeiro e mostrarei aqui o motivo.


Iniciando os trabalhos de montagem do meu novo HTPC, fiz a atualização do firmware da placa-mãe Asus Prime A320M-K para a última versão disponível na página de suporte da Asus. Para a minha surpresa, a versão do AGESA que veio com o novo firmware é a Combo 1.0.0.2, justamente a que provê suporte aos Zen 2:


Como infelizmente eu ainda não tenho aqui um Ryzen 3000 para testar, resolvi pesquisar mais um pouco sobre isso e achei o vídeo que reproduzo abaixo, de um maluco que instalou um poderoso Ryzen 9 3900X em uma A320:


O processador reduziu bastante a sua frequência para não torrar o VRM da placa, mas de qualquer modo, funcionou! Realmente impressiona a flexibilidade da plataforma AM4: mesmo uma placa de entrada suporta três gerações de processadores. Ouso dizer que não há um paralelo na história do hardware do padrão PC.

Comentários

  1. Orgulho da AMD, mostrando pra Intel como é que se faz. Quem diria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Está ficando feio para a Intel. Quantos soquetes ela lançou nos últimos 10 anos? Puxando de cabeça, foram esses:

      LGA 1366, 1156, 1155, 1150, 1151, 1151 V2, 2011, 2011 V2, 2066
      (se eu esqueci de algum, por gentileza me avisem)

      Nove soquetes em dez anos, quase um por ano.

      Excluir
  2. Assim queria instalar em uma placa mae A320-K o ryzen 7 3800x sera que da entao ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai funcionar (com o firmware atualizado), mas não é recomendável devido ao fornecimento elétrico da placa.

      Eu colocaria nessas placas A320 mais simples um processador de no máximo 65 W, desta forma um 3700X seria mais indicado.

      Excluir

Postar um comentário