Os novos Ryzen e Radeon já estão no mercado HuehueBr

Por incrível que possa parecer os novos lançamentos da AMD já estão disponíveis no mercado brasileiro, de forma simultânea com o resto do mundo, muito embora os estoques de algumas lojas duraram pouco. Vamos dar uma olhada nos preços.


Os preços médios foram consultados em três das principais lojas de hardware brasileiras, cujos nomes não citarei pois nunca recebi nada de nenhuma delas (caso os senhores lojistas queiram um jabá desde prestigiado blog, é só entrar em contato).

Ryzen

  • Ryzen 9 3900X (12C/24T): 2.600 bolsonaros;
  • Ryzen 7 3800X (8C/16T): 2.100;
  • Ryzen 7 3700X (8C/16T): 1.800;
  • Ryzen 5 3600X (6C/12T): 1.300;
  • Ryzen 5 3600 (6C/12T): 1.100;
  • Ryzen 5 3400G (4C/8T): 850;
  • Ryzen 3 3200G (4C/4T): 550;

Na minha opinião talvez o melhor custo x benefício aí seja o 3700X, que está praticamente no mesmo preço atual do 2700X, muito embora este processador já foi encontrado mais em conta em um passado não muito distante - está mais caro do quando eu comprei o meu há mais de um ano.

Os modelos de seis núcleos não estão valendo a pena (principalmente por ser possível encontrar promoções do Ryzen 2700 por menos do que mil mitos), assim como as APUs: estão caras demais, ainda mais por terem os mesmos motores gráficos Vega 8 e 11 dos modelos anteriores, e não serem baseadas na microarquitetura Zen 2 (elas são Zen+).

Quanto ao topo de linha Ryzen 9, eu quase acertei o palpite de que ele custaria 2.500 mitos, passei perto. Enfim, é o preço esperado de lançamento do modelo superior, muito embora eu vou esperar pelo Ryzenzilla de 16 núcleos.

Radeon

As novas Radeon RX 5700 estão custando 1.600, enquanto que as XT estão por quase 2 mil. Tudo vai depender de como elas se comportarem diante das GeForce RTX Super, e do preço destas.

Placas X570

Também vi algumas placas com o novo chipset X570, principalmente da MSI. Os modelos mais simples estão na casa dos 1.300, praticamente o mesmo preço médio das X470, enquanto que os mais cheios de frescuras se aproximam dos 3 mil.

Se você pretende comprar um Ryzen de terceira geração e a sua placa-mãe atual o suportar, fique com ela: o PCI Express 4.0 ainda não faz nenhum sentido, e não o fará por algum tempo. Já aos que pretendem montar um PC Ryzen 3000 do zero pode valer a pena comprar as X570 mais baratas, muito embora é provável que haverá promoções de placas X470 ou mesmo B450. Vai de cada um.

Comentários

  1. Caso você seja dono de uma placa-mãe da MSI não é uma boa atualizar a BIOS pra ganhar suporte aos novos Ryzen, porque ele passaram a faca no suporte a RAID e outros recursos pra caber o novo AGESA. Tomara que isso não tenha ocorrido com outras marcas: https://www.techpowerup.com/257201/bios-rom-size-limitations-almost-derail-amds-zen2-backwards-compatibility-promise

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, que patifaria da MSI!

      A questão é que praticamente todas as placas com chipsets da série 300 possuem um chip EEPROM de 128 Mb apenas (16 MB), e aí o AGESA não estaria mais "cabendo" devido ao suporte a diferentes famílias de processadores - o problema é conhecido desde o ano passado:

      https://www.michaelrigo.com/2018/06/firmware-placas-mae-am4-obeso.html

      A minha ASRock X370 entra esse caso e ela suporta os Ryzen 3000, muito embora a ASRock não informou na página de suporte que tenha removido alguma funcionalidade. Se for o caso, talvez uma melhor alternativa seria lançar firmwares específicos para cada linha de processadores.

      Já com a Asus Prime X470 eu levei sorte, pois o EEPROM dela é de 256 Mb (32 MB).

      Excluir

Postar um comentário