Go Reds!

Virada história do Liverpool sobre o todo poderoso Barcelona de Messi e companhia foi uma lição de fé, disciplina e perseverança para todos nós. 


Confiram os melhores momentos do jogo:


Posso dizer que ouço Beatles desde que estava no ventre materno, e assim como um beatlemaníaco e admirador da cultura britânica como um todo sempre tive uma queda pela cidade de Liverpool e pelo LFC. Sofri com a derrota (a meu ver, injusta) para o Real Madrid na final da Champions do ano passado, mas eis que novamente o time está na grande final!

Tenho que admitir que, após o 3 X 0 do Barcelona no primeiro jogo, eu quase não tinha mais esperanças. Como estava no trampo acompanhei a partida ontem pelo placar do Google e, quando vi que o LFC havia marcado o terceiro gol, rapaz, que alegria! E no quarto então, emoção pura! 😆


Vocês jamais caminharão sozinhos

Vendo depois o jogo com calma, foi claramente perceptível que o time do Liverpool estava com um senso de coletividade inabalável e uma moral elevadíssima. Cada um dos jogadores deu o melhor de si, e olha que haviam desfalques cruciais: Mo Salah, Bobby Firmino e o Naby Keita. O técnico Jürgen Klopp sem dúvida é um exemplo de como motivar equipes, e não apenas no âmbito esportivo. Ah se todos os gestores fossem assim...

Sem jamais querer menosprezar os possíveis adversários (o Barcelona aprendeu isso de forma dura...), principalmente o Ajax que despachou grandes como o Real Madrid e a Juventus do CR7, nesse ano o Liverpool tem grande chance de conquistar a Champions. Ficamos na torcida!

Atualização: o Tottenham surpreendeu o mundo e venceu o Ajax por 3 X 2 na Holanda, após ter perdido o primeiro jogo em Londres por 1 X 0, assim se classificando pelo critério dos gols fora de casa. A Champions terá uma final britânica.

Por fim, lamento pelo Messi, que nunca será, jamais será o melhor de todos os tempos.


Comentários