Deu ruim!

Nesta e nesta postagens eu avisei dos perigos do marketplace que infestou o comércio eletrônico brasileiro. Pois bem, ignorei os meus próprios alertas em uma compra e veja o que aconteceu!


Estava eu precisando de um novo par de sapatos para um vindouro evento. Na famosa e grande loja RedeCalçados encontrei exatamente o modelo que procurava, e o melhor, no meu número - sou um autêntico 44 bico largo, um número relativamente difícil de encontrar nas lojas.

Só havia um “probleminha”: na hora já notei que o par de sapatos não era vendido e entregue pela própria RedeCalçados, mas sim pelo seu “parça" de confiança Juquinha Calçados. Como o valor não era elevado (cerca de 140 bolsonaros) e eu estava com uma baita preguiça de ir a uma loja física, fechei a compra e ainda paguei mais caro pelo “frete foguete”, pois o evento estava perto.

Pois bem, passou a data prevista para a entrega e nada. Eu tenho um defeito, quando faço uma compra e a mesma é aprovada pela operadora do cartão de crédito eu esqueço dela até o recebimento, não fico a todo momento olhando o status do pedido. Neste caso fui conferir o que havia acontecido, e desde a aprovação do pagamento o pedido ainda estava em “separação de estoque”.

RedeCalçados, eu só quero o meu 44!

Entrei em contato com a RedeCalçados (afinal, foi no site deles que comprei e o pagamento foi para eles, conforme o extrato do cartão) que me pediu dois dias úteis para verificar. No dia seguinte me comunicaram por e-mail que infelizmente o “parça” deles, o Juquinha Calçados, não tinha mais o item em estoque e que me devolveriam o valor da compra em crédito na loja, incluindo o valor do frete.

O problema é que acabei comprando outro par de sapatos em uma loja física mesmo, pois não mais receberia o produto em tempo hábil dada a proximidade do evento. Eu até tenho interesse em outros produtos da RedeCalçados (desde que sejam vendidos e entregues pela própria), mas que eles quase me ferraram, isto é fato! Se eu não tivesse entrado em contato, provavelmente o meu pedido estaria travado até hoje.

Enfim, como diria o He-Man, no episódio de hoje aprendemos que a preguiça realmente é um pecado capital. E que jamais devemos confiar no marketplace HuehueBr, principalmente para produtos de valor mais elevado. É melhor não arriscar!


Comentários

  1. As vezes que precisei comprar em marketplace, não tive nenhum problema, sendo a grande maioria pela Amazon com livros vendidos por pequenas editoras, ou alguns livros mais raros de se achar comercialmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu na primeira vez deu ruim.... prefiro não arriscar mais.

      Excluir

Postar um comentário