Projeto 3dFX (Parte 3 – Benchmarks clássicos)

Na terceira parte do projeto 3dFX mostrarei o comportamento do PC nos benchmarks antigos. Os resultados foram bastante animadores!


Em tempo, os componentes deste projeto foram mostrados na primeira parte, enquanto que na segunda foi apresentada a sua montagem. 

A mudança no driver de vídeo

Durante os testes com jogos em OpenGL tais como o GLQuake, Quake II e III, o vídeo parava de responder poucos instantes após iniciar o jogo. Assim decidi testar com drivers alternativos e felizmente com o Amigamerlin o problema foi resolvido.


Benchmarks clássicos

O processador AMD FX 8300 terá a honra de figurar tanto no rol dos benchmarks clássicos quanto futuramente nos modernos. Show! 😎

Como em todo Windows baseado no kernel NT, aplicações que acessam diretamente o hardware são sumariamente barradas:


No caso do Norton System Info 6.01 apenas o benchmark de disco faz um acesso direto ao hardware, sendo possível rodar os demais testes.

Um 80486 de mais de 999 MHz! Wow!


O Windows XP não tem um arquivo CONFIG.SYS....

O Doom até instala:


Porém assim como o Doom II, o SpeedSYS e os demais benchmarks para MS-DOS que acessam diretamente a placa de vídeo, o Doom não funcionou no XP. De qualquer modo, como esta máquina não é voltada para jogos de MS-DOS não é um grande problema.



Este é o erro gerado quando alguma das aplicações descritas acima é iniciada:


Como curiosidade, o tempo do Super PI 1M:


Já o 3DMark 99 Max não consegue detectar o DirectX instalado no XP, mesmo se executado com as credenciais de administrador e no modo de compatibilidade com o Windows 95:


Porém o 3DMark 2000 e o Sandra 99 funcionaram perfeitamente, bem como o Quake III:





A exceção é o teste de disco do Sandra, que assim como o do Norton faz um acesso direto ao disco e assim também é sumariamente barrado:


Mas vamos aos resultados!

Teste Resultado
Norton System Info 6.01 CPU (Score) 1328,6
Norton System Info 6.01 Disk (Score) -
Norton System Info 6.01 System (Score) -
3DBench 1.0 (FPS) -
3DBench 1.0c (FPS) -
SpeedSYS 4.78 CPU (Score) -
Chris´s 3D (Score) -
PC-Config 8.20 CPU (Score) -
Doom - Demo 2 – 320 X 240 (FPS) -
Doom II - Demo 2 – 320 X 240 (FPS) -
Super PI 1M (Segundos) 26
Quake - Demo 2 – 320 X 240 (FPS) 53,8
GLQuake - Demo 2 – 640 X 480 (FPS) 78,3
3DMark 99 Max (Score) -
3DMark 99 Max CPU (Score) -
3DMark 2000 Pro (Score) 2746
Sandra 99 CPU (MIPS) 13155
Sandra 99 FPU (MFLOPS) 2924
Sandra 99 Memory Bandwidth (MB/s) 5883
Sandra 99 Drive Benchmark (Score) -
Quake II OpenGL - Demo 2 – 640 X 480 (FPS) 61,4
Quake III OpenGL - Demo 2 – 640 X 480 (FPS) 79,9
Unreal Tournament 99 - City intro – 640 X 480 (FPS) 111,6

É claro que os números obtidos pelo FX não devem ser comparados ao dos processadores antigos, mas alguns deles nos trazem constatações muito interessantes: os resultados atingidos nos jogos mostram que é perfeitamente possível curtir estes títulos clássicos com muito conforto.

Sem falar que o Quake III e o Unreal Tournament 99 suportam a resolução de até 1280 X 1024, o que propicia uma boa qualidade de imagem mesmo em monitores modernos e sem uma queda acentuada da taxa de quadros por segundo, que ainda se mantém na casa dos 60 FPS. E jogar o UT99 em Glide é fantástico, uma experiência que eu não tive na época mas que agora felizmente pude desfrutar. Muito bom!

Comentários

  1. Tenho uma Voodoo 4 4500 PCI guardada. Futuramente pretendo montar um retroPC pra curtur uns títulos clássicos. No mais, parabéns pelo projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! É possível fazer em praticamente qualquer placa-mãe que tenha ao menos um slot PCI de legado.

      Excluir
    2. Sim, mas quero montar um kit retrô mesmo. :D

      Excluir
  2. Parabéns pelo projeto!
    São coisas que muito raramente podemos ver em outro lugar na web.

    ResponderExcluir

Postar um comentário