Athlon 200GE: processador simples, barato e surpreendente

Finalmente a AMD lançou um processador de baixo custo baseado na arquitetura Zen. Com a lendária marca Athlon, o modelo 200GE é um chip bastante honesto pelo que custa.


Estava vendo o teste do Clube do Hardware com o Athlon 200GE e me surpreendi com o bichinho. Custando apenas cerca de R$ 250 no varejo brasileiro, mostrou ser uma solução de baixo custo muito mais adequada do que o Pentium Gold G5400, sendo que ambos contam com dois núcleos e quatro threads.

Nos softwares que não utilizam o subsistema gráfico o Athlon ficou pouco atrás do Pentium, porém nos jogos o humilde chip Radeon Vega 3 detonou, ficando ligeiramente à frente até mesmo do Core i3 8100 que custa mais do que o dobro. No GTA V o modelo da AMD conseguiu 61 FPS de média em 720p, um número muito respeitável. Em 1080p estimo que ficaria na casa dos 40 FPS, o que ainda é mais do que os consoles Xbox One e PS4 entregam... 😂

O chip Athlon 200GE instalado no soquete AM4. Imagem: Adrenaline

A grande vantagem do Athlon é o seu TDP de apenas 35 W (contra 58 W do Pentium G5400), o que permite montar PCs muito compactos, que esquentam pouco e com um baixo ruído. As demais características do 200GE são as seguintes:

  • Dois núcleos e quatro threads, com frequência de 3,2 GHz (não há suporte oficial ao Precision Boost e XFR);
  • Controladora de memória de dois canais DDR4-2666;
  • 6 MB de cache;
  • Subsistema gráfico Radeon Vega 3 (192 stream processors rodando a 1 GHz);
  • Suporte a oito linhas PCIE 3.0;
  • Litografia de 14 nm.

Vale notar que a litografia indica que o Athlon 200GE, assim como os Ryzen 2200G e 2400G, possui a arquitetura Zen original e não a Zen+ lançada no início deste ano.

Enfim, o Athlon 200GE é um processador muito honesto pelo que custa. Ele pode ser a porta de entrada do universo PC Gamer aos que possuem um orçamento mais apertado, oferecendo possibilidades de expansão quase ilimitadas: placas de vídeo intermediárias tais como a GeForce GTX 1060 e a Radeon RX 580 podem ser adicionadas posteriormente, aumentando drasticamente o desempenho em jogos sem deixar o conjunto tão desequilibrado.

O kit do Athlon 200GE. Imagem: TechPowerUp

Sem falar que quando (e se) for notado que o 200GE esteja “gargalando" e limitando perceptivelmente o desempenho em algum título, a plataforma AM4 permite trocar o processador com grande facilidade. Arrisco dizer que o 200GE com as supracitadas GTX 1060 ou RX 580 rodaria a esmagadora maioria dos jogos atuais em 1080p numa boa, com uma média de 60 FPS.

Eu adoraria ter um bichinho desse para brincar bastante e depois montar um projeto bacana. Mas não posso me dar ao luxo de comprar hardware para testar, ao menos por enquanto. É por isto que anunciantes como a Hostinger são sempre bem-vindos, e conto com a compreensão dos meus leitores. 😉

Comentários