Vendas de PCs crescem 21,3% no primeiro trimestre de 2018

Depois de fechar 2017 com alta de 15% o mercado de PCs continua aquecido, registrando um crescimento significativo no início do presente ano, em que pese a instabilidade política do país. Muito bom!


Conforme estudo do IDC Brasil, nos três primeiros meses de 2018 foram comercializados 1,34 milhão de PCs, 21,3% a mais do que o mesmo período do ano passado. A receita subiu 22,6%, movimentando R$ 3,01 bilhões, contra R$ 2,51 bilhões em 2017. Do montante de máquinas vendidas, 60,3% são notebooks e 30,7% são desktops.

Foi o mercado corporativo que mais contribuiu para a alta, com um crescimento de 24% em relação ao ano passado, enquanto que as vendas no varejo aumentaram 19,4%. O custo médio por equipamento quase não sofreu alteração, indo de R$ 2.245 a R$ 2.277.

Conforme Wellington La Falce, analista do IDC Brasil:

"Normalmente, no primeiro trimestre há queda nas vendas de PCs. Este ano, como não houve aumento significativo do dólar no período, fabricantes e varejistas conseguiram manter os mesmos preços de 2017, o que explica o movimento de vendas favorável”

Realmente é uma ótima notícia e, sim, os PCs ainda estão longe de morrer, ao contrário do que dizem muitos profetas do apocalipse.

Informações: Portal TI Inside.

Comentários

  1. Vida longa aos PCs. Muito boa essa informação de que o mercado de PCs continua aquecido e aumentando o número de vendas :D

    ResponderExcluir
  2. Se não for o PC (Desktop), a vida dos smartphones e tablets não tem a menor graça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro. Sem o desktop simplesmente não teria como produzir conteúdo.

      Excluir

Postar um comentário