O Windows 10 S já foi embora

A Microsoft anda ligeira para descontinuar produtos. Menos de um ano após o seu anúncio, o Windows 10 S já entrou no rol dos sistemas mortos da empresa.



Você deve se lembrar do Windows 10 S. Anunciado em maio do ano passado, tratava-se de um Windows mais leve para rodar em dispositivos simples e competir com o Chrome OS. Porém ele tinha uma limitação crucial: rodava somente aplicativos UWP (Universal Windows Platform) obtidos pela Windows Store.

Esta limitação revelou-se fatal. Muitos que compraram dispositivos com o Windows 10 S acabaram fazendo o upgrade para uma edição normal do Windows, em um grande desperdício de tempo e recursos. Afinal de contas, com a edição S perdia-se uma das grandes vantagens do sistema, que é ser compatível com quase tudo que foi lançado desde o surgimento dos PCs.

Em face a isto, a edição S foi descontinuada e a partir de 2019 as demais edições do sistema receberão o chamado "modo S", que poderá ser habilitado nos locais onde julgar-se necessário. Esta informação foi passada diretamente por Joe Belfiore, responsável pelos sistemas operacionais da Microsoft, pelo Twitter.

Enfim, o histórico recente da Microsoft é emblemático. O fracasso do Windows RT e do Windows 10 Mobile, além das muitas limitações do Windows 10 ARM, são péssimos para a credibilidade da empresa: muitos potenciais parceiros podem ficar com os dois pés atrás para apostar em algo novo vindo da Microsoft. Um exemplo recente é o da Dell, que preferiu não entrar no barco do Windows 10 ARM.

Comentários